Informações
WhatsApp
Iniciar um atendimento
E-mail
contato@querobolsa.com.br
Telefone
Ligue para 0800 940 0840
Segunda a sexta das 09h às 19h
Como funciona?
Encontre seu curso
Faça sua pré-matrícula online
Economize até o fim do curso!

Engenheiro elétrico: tudo sobre a profissão

O profissional que projeta sistemas elétricos

Fontes alternativas de energia e ampliação de capacidade de produção de energia elétrica têm aquecido o setor

engenheiro elétrico

Sobre a profissão

O engenheiro elétrico, ou engenheiro eletricista, é o profissional que projeta os sistemas dos serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações. Ele realiza análise e testes das configurações técnicas, das instalações, materiais e equipamentos.

O profissional da Engenharia Elétrica pode planejar e operar sistemas elétricos, seja em sua geração, transmissão ou distribuição de energia. Usinas e estações de geração de energia podem ser projetadas por um engenheiro elétrico. Ele também pode trabalhar com a manutenção de redes de alta tensão.

Outra função importante do engenheiro elétrico é a de produzir circuitos elétricos de transmissão por radiofrequência, sistemas automáticos para indústrias e projetos de circuitos para sistemas computacionais diversos que são utilizados nos mais diferentes setores econômicos.

O engenheiro elétrico pode atuar em diversos segmentos. Normalmente, o profissional lida com uma rotina de trabalho em que desenvolve sistemas elétricos que possibilitam o funcionamento de máquinas e equipamentos. A pesquisa de novas fontes e o aumento da capacidade de produção de energia têm impulsionando ainda mais o mercado de trabalho e as oportunidades de emprego nessa área. A média de salário de um engenheiro elétrico no Brasil é de R$7.517,92, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2018.

A área de Engenharia Elétrica está em crescimento, principalmente devido aos investimentos em fornecimento de energia e na tecnologia para torná-la cada vez mais sustentável. Cabe ao engenheiro elétrico a atuação em locais como usinas hidrelétricas, eólicas, linhas de transmissão, subestações de energia e demais espaços em que a geração e transmissão da energia sejam feitas.

Na indústria, o engenheiro elétrico pode trabalhar com automação, desenvolvimento de equipamentos elétricos e eletrônicos, computacionais e instrumentação. Outro setor importante para o engenheiro elétrico é o de telecomunicações, no desenvolvimento de aparelhos e nos projetos e instalação da transmissão das redes. 

Por que ser um Engenheiro elétrico?

Panorama em
O mercado não apresenta crescimento nos últimos anos

Não era isso que você esperava?

Mas espera...selecionamos outras profissões que apresentam crescimento.

    Engenheiro elétrico

    Como se tornar um Engenheiro elétrico?

    A profissão de engenheiro elétrico é regulamentada por lei. Portanto, para exercê-la, é obrigatório ingressar em uma faculdade com curso superior em Engenharia Elétrica, cuja duração média é de cinco anos. O aluno terá, na maioria das faculdades, uma grade curricular comum às outras engenharias nos primeiros anos de curso e posteriormente as matérias que o especializarão na área. 

    Ao se diplomar, o profissional deve procurar o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para obter o registro e permissão para atuar na área.

    O engenheiro elétrico deve lidar bem com o fato de trabalhar em equipes multiprofissionais e com prazos e metas definidas. Outras boas características necessárias ao engenheiro elétrico são possuir análise crítica, foco e atenção às necessidades exigidas para um projeto sair do papel.

    Vale a pena estudar para ter essa profissão?

    Ser formado ou não... eis a questão? 🤔

    Qual cidade deseja trabalhar?

    Mais profissões da área de Engenharia e Produção

    Conheça mais profissões que combinam com você e compare as características dos cursos.