Envie mensagem ou ligue
Informações

Terapia Ocupacional

Resumo do curso

Tipos de formação
Bacharelado e Tecnólogo
Área de conhecimento*
Ciências da saúde
Duração
até 10 semestres
Estágio obrigatório?
Mínimo 20% da carga horária
*A classificação foi feita com base na Árvore do Conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Sobre o curso de Terapia Ocupacional

O curso de Terapia Ocupacional forma profissionais capacitados para trabalhar com a saúde humana, buscando tratamentos e terapias para a recuperação física e psicológica do paciente. Os terapeutas ocupacionais são profissionais de grande importância no tratamento de pessoas com dificuldade de integração social, por exemplo.

Depois de formado, o terapeuta ocupacional está apto a elaborar planos de reabilitação e de atividades físicas, além de fazer o acompanhamento do paciente.

No mercado de trabalho, o profissional pode atuar em clínicas, hospitais, casas de repouso, creches e escolas de ensino regular, centros de reabilitação ou em empresas.

Estudante de Terapia Ocupacional sentado na mesa
Procure o curso de Terapia Ocupacional ideal para você!
Veja como é simples começar a estudar
  1. Encontre seu curso abaixo
  2. Garanta a sua vaga
  3. Economize até se formar
Mensalidades a partir de R$ 258,00 entre as 1.016 instituições parceiras do Quero Bolsa.
Cidade, endereço ou CEP
Digite as faculdades

Personagem curioso

O que faz o Terapeuta Ocupacional?

O terapeuta ocupacional faz intervenções e trata pacientes com procedimentos específicos de terapia ocupacional e ortóptica (ramo da oftalmologia que trata dos desvios da visão).

Ele avalia funções e atividades e procura identificar alterações nas funções práticas dos pacientes, considerando faixa etária ou desenvolvimento da formação pessoal, familiar e social. A partir desta avaliação, deve ser capaz de traçar o projeto terapêutico indicado que deve favorecer a melhoria do estado psicológico, social, laboral e de lazer.

Desenvolve, ainda, programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida, além de atuar na orientação, inclusive de familiares, cuidadores e responsáveis

Com o Quero Bolsa, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Cadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp quando chegarem novas vagas do seu interesse.

Com o Quero Bolsa, entrar na faculdade é muito mais fácil!

Encontre seu curso

1
Busque informações sobre bolsas de estudo, faculdades, cursos e preços.
Você pode informar a sua localização e a gente mostra quais vagas estão mais próximas a você.

Garanta sua bolsa de estudo

2
Pague a pré-matrícula e estude com o menor preço até o fim do curso.
Você pode pagar no boleto ou parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito.

Economize até se formar!

3
É só passar no processo seletivo da faculdade e concluir a matrícula.
Personagem Quero Bolsa

Nota de corte para Terapia Ocupacional

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Terapia Ocupacional foram:

Programa
Menor nota de corte
Maior nota de corte

Menor nota de corte

482

Uniandrade

Maior nota de corte

618

Unifra

Menor nota de corte

563

Fivr

Maior nota de corte

651

Unama

Menor nota de corte

636

Ufpb

Maior nota de corte

789

Ufpa
Personagem de perguntas e respostas

Está com dúvidas sobre Terapia Ocupacional?

Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Acessar Perguntas e Respostas

Como é o curso de Terapia Ocupacional?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), a proposta do curso de Terapia Ocupacional deve preparar o profissional para, entre outros itens:

  • Conhecer os fatores sociais, econômicos, culturais e políticos da vida do país;

  • Reconhecer a saúde como direito e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência;

  • Compreender as relações saúde-sociedade e as relações de exclusão-inclusão social, assim como participar da formulação e implementação das políticas sociais;

  • Utilizar o raciocínio terapêutico ocupacional para analisar a situação na qual se propõe a intervir;

  • Conhecer os fundamentos históricos, filosóficos e metodológicos da Terapia Ocupacional e seus diferentes modelos de intervenção.

O curso dura, em média, quatro anos. Algumas graduações aplicam expressão artística no processo terapêutico.

Qual a grade curricular de Terapia Ocupacional?

Para conhecer as matérias do seu curso de Terapia Ocupacional, basta acessar abaixo:

Grade Curricular de Terapia Ocupacional

Faça carreira em Terapia Ocupacional

Onde o profissional pode trabalhar?

O profissional de Terapia Ocupacional trabalha nas áreas de saúde, educação e serviços sociais. Atua em consultórios, hospitais, ambulatórios, clínicas, escolas, domicílios, clubes, comunidades, escolas e indústrias, entre outros.

Exerce suas atividades principalmente em horário diurno, com carteira assinada e, na maior parte do tempo, em equipes multidisciplinares.


Quanto ganha um Terapeuta Ocupacional

O salário médio de um Terapeuta Ocupacional no Brasil é de R$ 2.170,20. Os estados onde a profissão de Terapeuta Ocupacional têm os melhores salários são Santa Catarina, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui quanto ganha um Terapeuta Ocupacional.


Quais são as exigências do mercado de trabalho?

Para poder atuar profissionalmente, além do diploma em um curso reconhecido pelo MEC, o terapeuta ocupacional precisa estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito).


Quais são as principais competências pessoais do Terapia Ocupacional?

As principais características do profissional de Terapia Ocupacional, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

  • Dinamismo;

  • Trabalhar em equipe;

  • Transmitir segurança;

  • Liderança;

  • Tomar decisões;

  • Perseverança;

  • Lidar com público;

  • Objetividade;

  • Capacidade de observação;

  • Contornar situações adversas;

  • Criatividade;

  • Capacidade de escuta e interlocução;

  • Iniciativa;

  • Empatia;

  • Capacidade de análise e síntese;

  • Capacidade de comunicação não verbal;

  • Acuidade auditiva;

  • Capacidade motora fina;

  • Acuidade visual e estereoscópica;

  • Lidar com estresse.