Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Ao espaço e além: USP e UFSCar comandam projeto que explora tecnologia aeroespacial

por Marina Borges em 20/02/20

O universo carrega consigo uma porção de peculiaridades e incógnitas. Cada vez mais, avanços na ciência revelam descobertas sobre os corpos celestes presentes no espaço. Esse assunto deixa a maioria de nós intrigados e com diversas dúvidas.

Curiosidades sobre a galáxia, a Via Láctea e a imensidão do céu, por exemplo, são recorrentes. Com certeza, todo mundo já questionou até onde vai o céu, ou ele seria infinito?

A Engenharia Aeroespacial é responsável por responder algumas questões relativas à complexidade do universo ou, ao menos, procura responder. A área engloba muitos assuntos, mas principalmente o estudo de satélites e foguetes, que são as ferramentas utilizadas para entender o espaço.

Pensando na temática aeroespacial, o grupo Zenith foi criado em 2014, na Universidade de São Paulo (USP), com o objetivo de aproximar tecnologia e ciência aeroespacial a alunos de diversos cursos.

Foto: Reprodução/ Zentith
Ao espaço e além: USP e UFSCar comandam projeto que explora tecnologia aeroespacial - REVISTA QUERO
Alunos atuantes no projeto colocam a mão na massa

Atualmente o grupo é composto por mais de 50 alunos de graduação e pós-graduação da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) – USP e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e conta com a orientação de professores e pesquisadores dos departamentos da USP e do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).

Como proposta, o Zenith desenvolve e difunde tecnologias aplicadas ao setor aeroespacial como resposta à baixa visibilidade dessa área no Brasil. 

A abordagem adotada envolve a construção de sondas estratosféricas que, com a ajuda de balões meteorológicos, sobem até 30 km de altitude e são expostas a um ambiente extremo, onde se permite fazer testes e prototipar sistemas que um dia podem ser lançados para o espaço.

Elas na Engenharia: iniciativa da USP São Carlos incentiva presença de mulheres nas exatas

Conquistando a lua

A estratosfera é uma das cinco camadas que constituem a atmosfera da Terra, chegando a 50 km de altitude. Apesar da distância, ela não é inacessível. 

Visando fazer do espaço algo mais alcançável, estudantes do ensino fundamental, médio e técnico de escolas públicas e privadas da América Latina terão a chance de enviar projetos científicos à estratosfera por meio do projeto Kurumim 2020 – iniciativa do Zenith.

Foto: Reprodução/ Zentith
Zenith Kurumim 2020 USP UFScar Lua - REVISTA QUERO
Inspirado na missão Artemis da Nasa, projeto insere jovens no universo aeroespacial

O Kurumim é a vertente educacional do grupo e uma continuação do projeto Garatéa-E. Sua meta é promover a ciência na América Latina, mostrando aos estudantes como uma pesquisa é feita e, quem sabe, inspirá-los a serem cientistas.

“Nosso objetivo é divulgar o trabalho que realizamos para a comunidade e incentivar a ciência no Brasil. Nós oferecemos aos estudantes a oportunidade de desenvolver um experimento científico que será enviado para a estratosfera”, explica João Matheus Souza, diretor do Zenith e graduando de engenharia mecatrônica com ênfase em computação na USP.

Com a ideia de promover a educação e a iniciativa científica, o grupo visa alcançar cada vez mais crianças, de modo que possam ter a experiência de fazer o trabalho de um cientista. Sendo assim, pela primeira vez, serão aceitas inscrições de toda a América Latina.

Os interessados devem realizar a pré-inscrição até 23 de março. O desafio é desenvolver um experimento utilizando metodologia científica nas áreas de Eletrônica, Astrobiologia, Química ou Física. O tema desta edição é Conquistando a Lua, inspirado na missão Artemis da Nasa.

Para concorrer, é preciso preencher o formulário disponível no site com informações sobre a equipe e o orientador. A taxa de pré-inscrição, de R$ 50, será cobrada apenas de escolas privadas. 

A outra etapa do processo ocorrerá após a equipe fornecer relatório de participação, ficha de dados do experimento proposto e demais informações. Os detalhes da seleção estão descritos no edital de participação.

Leia mais:
+ Alunos da UFSCar desenvolvem aparelhos ortopédicos com redução de até 80% dos custos
+ Como usar a nota do Enem na USP?

De acordo com o diretor do projeto, os estudantes do ensino fundamental II, médio e técnico podem participar enviando um relatório com a sugestão de um experimento. “Nossa equipe científica seleciona as ideias mais promissoras para desenvolverem o experimento proposto e, posteriormente, enviá-lo ao espaço por meio da nossa sonda estratosférica no dia do evento de lançamento.”

É possível realizar o experimento seguindo três modelos: MiniSat’s, SmallSat’s ou BigSat’s, cujos exemplos estão disponíveis no site. Até 83 projetos serão escolhidos e acoplados a uma sonda para que sejam enviados à estratosfera. 

Dessa forma, os participantes podem analisar o resultado da interação entre os experimentos enviados e as condições ambientais adversas dessa região da atmosfera, que se assemelham às condições do espaço.

Foto: Reprodução/ Zentith
balão engenharia aeroespacial USP UFScar
As sondas estratosféricas, com a ajuda de balões meteorológicos, sobem até 30 km de altitude

“As outras edições foram muito interessantes, conseguimos trazer crianças de todos os cantos do país. Foi muito gratificante ver que todos estavam interessados e animados em fazer ciência e aprender sobre conceitos relacionados ao espaço. O modelo do antigo projeto era bem semelhante, as propostas de experimentos eram selecionadas e enviadas, depois disso, os relatórios que nos mandaram eram corrigidos e, por fim, realizávamos uma premiação dividida por categorias”, pontua João Matheus.

Veja o vídeo da edição de 2019:

Ele ainda acrescenta que “a experiência de estar no Zenith é bastante enriquecedora porque agrega conhecimento prático, atividades em grupo, espírito de equipe e conhecimento técnico, tornando a formação muito mais completa. Então, eu super aconselho o projeto para os calouros, pois trará a eles experiências que não são comuns apenas na graduação”, finaliza o diretor.

Tags relacionadas:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54