logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

Área da Educação é mais popular entre os homens que Tecnologia da Informação, aponta OCDE

por Giovana Murça em 18/09/19

O relatório "Education at a Glance" de 2019, divulgados esse mês pela Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE) revelou que as áreas de “Negócios, administração e direito”; “Engenharia, produção e construção”; e “Educação”  são as preferidas pelos homens brasileiros na graduação

áreas preferidas homens ocde
(Foto: Fotolia)

A OCDE é uma organização internacional formada por 36 membros, em sua maioria países desenvolvidos, e também é conhecida como “clube dos países ricos”. O Brasil não é membro do órgão, mas um parceiro-chave que contribui em alguns trabalhos da organização.

Leia:  21% dos brasileiros possuem Ensino Superior completo, aponta levantamento da OCDE

O relatório "Education at a Glance" reúne dados sobre a educação de mais de 40 países, membros e não-membros, da educação básica a superior. Os dados sobre o Brasil são originalmente do Censo Escolar e do Censo da Educação Superior, fornecidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).


Áreas de preferência entre os homens

O estudo, com dados de 2017, demonstrou que os homens não são maioria no Ensino Superior, mas sim as mulheres. Do total de homens formados na graduação, as áreas escolhidas por eles são:

  • Negócios, administração e direito - 36%
  • Engenharia, produção e construção - 19%
  • Educação - 13%
  • Saúde e bem-estar - 9%
  • Novas Tecnologias de Informação e Comunicação - 6%
  • Artes e humanidades - 4%
  • Ciências sociais, jornalismo e informação - 3%
  • Ciências naturais, matemática e estatística - 3%
  • Serviços - 3%
  • Agricultura, silvicultura, pesca e veterinária - 3%

áreas preferidas homens ocde
Fonte: OCDE

Mulheres x Homens

Ao comparar os campos de preferência dos homens e mulheres, o relatório revela uma desigualdade de gênero. A segunda área mais preferida pelos homens é a “Engenharia, produção e construção”, representando 19% do total de formados. Percentual que cai para apenas 7% no caso das mulheres.

áreas preferidas homens ocde
Fonte: OCDE

As mulheres também são sub-representadas no campo das “Novas Tecnologias de Informação e Comunicação”, onde representam apenas 1% do setor, enquanto os homens formados na área chegam a 6%.

Já na área de “Saúde e bem-estar”, o número de mulheres graduadas é o dobro em relação aos homens. Os homens formados nessa área correspondem a 9% do total, enquanto as mulheres representam 18% dos formados no setor. 

áreas preferidas homens ocde
Fonte: OCDE

As disparidades também se repetem na média dos países membros da OCDE. Segundo a Organização, a desigualdade ocorre pela imposição dos papéis de homens e mulheres na sociedade, que definem as carreiras que cada gênero deve seguir.

“Por exemplo, a baixa participação de mulheres no campo da ‘Engenharia, manufatura e construção’ pode resultar da percepção social da ciência como um domínio masculino, o que pode desencorajar mulheres de realizar estudos nesse campo”, exemplifica no relatório.

Leia também: Área de Negócios, Administração e Direito é a preferida entre as mulheres, segundo OCDE
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54