logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

Área de Negócios, Administração e Direito é a preferida entre as mulheres, segundo OCDE

por Giovana Murça em 18/09/19

As áreas de “Negócios, administração e direito”; “Educação”; e “Saúde e bem-estar” são as preferidas pelas mulheres brasileiras na graduação. Os dados são do relatório "Education at a Glance" de 2019, divulgados esse mês pela Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE).

área preferidas mulheres
(Foto: Fotolia)

A OCDE é uma organização internacional formada por 36 membros, em sua maioria países desenvolvidos, e também é conhecida como “clube dos países ricos”. O Brasil não é membro da entidade, mas um parceiro-chave que contribui em alguns trabalhos da organização.

Leia: 21% dos brasileiros possuem Ensino Superior completo, aponta levantamento da OCDE

O relatório "Education at a Glance" reúne dados sobre a educação de mais de 40 países, membros e não-membros, da educação básica a superior. Os dados sobre o Brasil são originalmente do Censo Escolar e do Censo da Educação Superior, fornecidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).


Áreas de preferência entre as mulheres

O relatório, com dados de 2017, demonstrou que as mulheres brasileiras são maioria no Ensino Superior. No total de mulheres formadas na graduação, as áreas escolhidas pelas mulheres são:

  • Negócios, administração e direito - 32%
  • Educação - 25%
  • Saúde e bem-estar - 18%
  • Engenharia, produção e construção - 7%
  • Ciências sociais, jornalismo e informação - 5%
  • Artes e humanidades - 3%
  • Ciências naturais, matemática e estatística - 3%
  • Serviços - 3%
  • Agricultura, silvicultura, pesca e veterinária - 2%
  • Novas Tecnologias de Informação e Comunicação - 1%

áreas preferidas mulheres ocde
Fonte: OCDE


Mulheres x Homens

Na comparação com as áreas de preferências dos homens graduados, o relatório revela uma desigualdade de gênero. Os homens estão mais presentes no campo da “Engenharia, produção e construção”, com 19%, enquanto as mulheres são sub-representadas, com apenas 7%.

áreas preferidas mulheres ocde
Fonte: OCDE

A situação se inverte na área da “Saúde e bem-estar”. Os homens formados nessa área correspondem a 9% do total, enquanto as mulheres representam o dobro, 18% dos formados no setor. 

áreas preferidas mulheres ocde
Fonte: OCDE

As disparidades também se repetem na média dos países membros da OCDE. Segundo a Organização, a desigualdade ocorre pela imposição dos papéis de homens e mulheres na sociedade, que definem as carreiras que cada gênero deve seguir.

“Por exemplo, a baixa participação de mulheres no campo da ‘Engenharia, manufatura e construção’ pode resultar da percepção social da ciência como um domínio masculino, o que pode desencorajar mulheres de realizar estudos nesse campo”, consta no relatório.

Leia também: Área da Educação é mais popular entre os homens que Tecnologia da Informação, aponta OCDE
banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54