Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
77d3618ff415044f19bb19338727d71e69001001 F195eea9d588d50316253182952267046a5964fe
Profissões

Como conseguir o primeiro emprego

por Maria Fernanda Alves em 11/03/19 3,2 mil visualizações

Se você decidiu que está na hora de buscar o primeiro emprego mas ainda está um pouco perdido nesse meio, leia o texto até o fim. Tenho certeza que sairá daqui com muitas informações valiosas para dar os primeiros passos e conquistar o tão almejado primeiro emprego.

Antes de tudo, é preciso ter consciência de que o mercado de trabalho não está em um cenário favorável. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados no último trimestre de 2018, a taxa de desemprego está acima de 11%, atingindo mais de 12 milhões de brasileiros em idade ativa. Portanto, disputar uma vaga de emprego nesse cenário não é algo tão simples, mas é importante saber que não é impossível.

Para buscar o primeiro emprego em meio à crise é preciso agir de forma estratégica, e hoje as dicas são de como montar uma estratégia que vai te ajudar a conquistar o tão sonhado primeiro emprego.

Pesquise o Mercado Local

Se você quer entrar no mercado de trabalho é preciso entender como funciona a economia na sua região. O primeiro passo é listar os tipos de empresas que empregam boa parte dos trabalhadores locais, isso pode ser feito por meio de pesquisas em sites de vagas ou grupos de Facebook.

7 profissões com maior número de contratações no Rio de Janeiro
8 profissões com maior número de contratações na Bahia
7 profissões com maior número de contratações em Pernambuco

Obs.: Se a cidade for pequena, a tarefa é simples, mas se você mora em uma metrópole, pode levar um tempo maior. Sendo assim, aconselho que você procure por empresas que estejam na região da sua casa, assim, caso seja contratado, o tempo de deslocamento diário será menor.
Após listar as empresas que contratam na sua região, verifique as vagas (abertas ou já fechadas) que não pedem experiência prévia e faça uma nova lista com esses cargos e selecione os que você gostaria de (ou toparia) trabalhar.

Liste os requisitos

Para decidir em quais vagas focar, recomendo que você verifique quais são os requisitos exigidos (se estiverem no anúncio), assim você poderá ter uma clareza maior de quais vagas mais combinam com você.

Exemplo: Você verificou que, para vagas de recepcionista, é comum solicitarem inglês, habilidade com o Pacote Office e desinibição para falar em público. Você atende aos requisitos? Se sim, você pode ser um forte candidato. Caso contrário, você tem duas opções: focar em outras vagas ou se qualificar para atender aos requisitos que são solicitados para que você possa concorrer à vaga de recepcionista.

Muita gente arrisca se candidatando para oportunidades sem atender aos requisitos, mas são raras as vezes que essa atitude pode surtir um efeito positivo, pior ainda, isso pode "queimar" o seu currículo na empresa que poderia ofertar, no futuro, uma vaga no seu perfil.

Cursos gratuitos


Caso você perceba que está muito aquém do que é solicitado aos candidatos das vagas de seu interesse, está na hora de se qualificar. Existem diversas opções, que vão de cursos livres na internet ao Ensino Superior.

Para quem não tem dinheiro para investir em cursos, há solução! Veja abaixo uma lista de cursos gratuitos que podem te ajudar no processo de qualificação:


Cursos gratuitos na internet
Coursera
Veduca
Fundação Bradesco
Prime Cursos
Udacity
Sesi/Senat
USP
Unicamp
Unesp

Para aquela vaga de recepcionista que citei agora há pouco, você poderia ter o perfil para concorrer à vaga fazendo três cursos gratuitos e on-line:

Curso de Pacote Office Gratuito
Curso de Inglês Básico Gratuito
Curso de Oratória e Apresentação em Público Gratuito


(Aqui você pode encontrar uma lista completa de Cursos Gratuitos Online Com Certificado e mais detalhes sobre os cursos oferecidos)

Programas de primeiro emprego

É realmente complicado concorrer a uma vaga com candidatos experientes e dezenas de qualificações, mas existem outros caminhos de conquistar o primeiro emprego. As leis de Aprendizagem e do Estágio já ajudaram muita gente a entrar no mercado de trabalho. Conheça um pouco mais sobre os dois programas abaixo:

Programa Aprendiz

O programa de aprendizagem tem como objetivo levar e preparar jovens de 14 a 24 anos incompletos para o mercado de trabalho, oferecendo a eles uma oportunidade de ter o primeiro emprego e também um preparo técnico-profissional.

A Lei da Aprendizagem determina que empresas de médio e grande porte tenham, dentre o quadro de funcionários, uma porcentagem de jovens aprendizes que varia de 5% a 15%.

Ter a oportunidade de ser um Jovem Aprendiz pode ajudar muito na carreira de quem está começando, visto que não são cobradas experiências e as exigências são bem reduzidas na hora da contratação. O contrato de trabalho é feito pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) ou seja, é "carteira assinada", mas a carga horária de trabalho é reduzida e todo jovem recebe acompanhamento teórico de alguma instituição de formadora de profissionais.

Posso afirmar que é uma excelente experiência, pois atuei como Instrutora de Aprendizagem de mais de 300 Jovens Aprendizes e vi boa parte deles ser efetivada. Para muitas empresas é mais vantajoso efetivar um aprendiz que contratar um novo funcionário, visto que ele já está treinado para a atividade e habituado à rotina da empresa.

Mesmo os jovens que não são efetivados colhem frutos dessa experiência. É o caso da Diane Cristina, ela foi Jovem Aprendiz na multinacional Ambev e a empresa não tinha a política de efetivação de aprendizes na época, mas, depois dessa experiência na empresa, ela viu sua carreira crescer rapidamente.

Depois de passar no processo seletivo e trabalhar na Ambev, consegui crescer muito em responsabilidade, dinamismo e produtividade. A empresa em questão, te dá um choque de responsabilidade e te faz enxergar o mundo do tamanho que ele realmente é: gigante como a Ambev. Conheci muita gente lá, de diversos setores e de todos os níveis de responsabilidade, que trabalham em municípios, no Brasil, na América Latina e/ou no mundo. São contatos até hoje. - Diane Cristina

 Veja como trabalhar como Jovem Aprendiz

Estágio

Muita gente não sabe que a lei de estágio não abrange só cursos técnicos e superiores, mas também o Ensino Médio. Está na lei nº 11.788 que o "estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos."

Portanto, se você tem a partir de 16 anos e tem vínculo regular em alguma instituição de ensino (nas modalidades citadas acima), pode se candidatar a um cargo de estágio.

Apesar de o estagiário não ter seu contrato baseado na CLT, existe uma formalização a partir de um Termo de Compromisso entre a empresa, o estudante e a instituição de ensino.

Assim como o programa de aprendizagem, o estágio é a porta de entrada para muitos jovens que não têm experiência e querem/precisam trabalhar, e pode, inclusive, influenciar na escolha da faculdade. Foi o que aconteceu com a Rakel Monize, ela foi estagiária durante o Ensino Médio no Fórum da cidade e foi lá que decidiu qual seria o curso de sua graduação.

Minha primeira experiência no mercado de trabalho foi aos 17 anos, após três meses de fazer o cadastro no Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) recebi uma ligação de que começaria a estagiar na próxima semana no Fórum da cidade. Eu fiquei muuuito animada já que era o meu primeiro “emprego”. O salário era baixo, como a carga horária também, por conta da escola, mas em compensação o aprendizado foi incrível. Eu que já era apaixonada por Direito tive ali a certeza do que queria pra mim, o estágio durou apenas um ano, pois estava no último ano do Ensino Médio. No ano seguinte comecei a fazer faculdade e no primeiro semestre do curso já consegui estágio na área, o estágio do Ensino Médio fez a diferença no meu currículo que só tinha um inglês básico... Foram cinco anos de estágio, em diferentes lugares, como escritórios, Fórum e Defensoria Pública. Com isso adquiri ampla bagagem sobre o meu curso e áreas específicas de atuação, isso sem dúvida será um diferencial no mercado de trabalho.

Já no caso da Nathália Mancilha, o estágio foi possível por conta de seu curso técnico e, segundo ela, ajudou muito em seu desenvolvimento profissional.

O Colégio Técnico tinha costume de receber na secretaria algumas oportunidades trazidas de empresas e disponibilizava para os alunos interessados. Foi então que um dia perguntei se havia alguma oportunidade divulgada e sim, havia. Liguei no número indicado e fiz minha primeira entrevista. Frio na barriga e ansiedade extrema. Não foi tão complexa quanto eu imaginava, tentei agir com naturalidade, e deu certo! Era uma fotocopiadora dentro de uma universidade próxima ao meu colégio, e a vaga era de estágio era para a área administrativa. Tive a oportunidade de atender o público, mas principalmente de conhecer como era um ambiente profissional. Percebi o quanto era importante o trabalho em equipe, enquanto eu organizava as ordens de pagamento para passar ao meu gestor, precisava que outro colega as fizesse de forma coerente, assim como várias outras atividades. Aprendi também a controlar meus horários e ter mais responsabilidade que nunca. Fiquei 10 meses até conseguir uma outra oportunidade. Incluí em meu currículo sobre minha primeira experiência e atividades, isso fez com que eu tivesse a oportunidade de conseguir outro estágio, em que ganharia mais e conheceria novas funções.


Tenha um bom currículo

Ter um bom currículo é uma das partes mais importantes de todo o processo de pleitear uma vaga, afinal, o seu primeiro contato com o contratante se dá por meio do currículo. Portanto, é importante dar muita atenção ao processo de construção do currículo, e posso dar algumas dicas básicas mas que são essenciais.

Dicas para a entrevista

Se você foi convocado para participar de uma entrevista de emprego e será a sua primeira vez, precisa se preparar para que o nervosismo não tome conta de você na hora e acabe prejudicando seu desempenho.

  • Escreva um resumo sobre você e seu currículo e treine a apresentação dele em voz alta;
  • Pesquise sobre a empresa e sobre a vaga;
  • Confira o endereço da empresa para que não chegue atrasado no dia;
  • Não interrompa o entrevistador nem outros candidatos;
  • Não use gírias ou fale palavrões, mesmo que seja comum em seu vocabulário.

Nesta matéria você poderá conferir um conteúdo muito rico sobre entrevista de emprego que poderá te ajudar Perguntas e Respostas: 19 dicas para mandar bem na primeira entrevista de emprego

Se você chegou até aqui é porque está realmente muito interessado em conquistar o seu primeiro emprego e eu tenho uma dica final muito especial para você: caso a resposta positiva não venha logo na primeira entrevista, não desanime! Seja persistente e tente descobrir em que você está errando e o que falta para que você consiga chamar a atenção do contratante de forma positiva. Muitas vezes a negativa não vem porque o candidato é ruim, mas porque ele não tem o perfil desejado para a vaga.

Espero que esta matéria seja útil para você! caso tenha gostado, deixe sua impressão nos comentários :)

Matéria publicada em 18/05/2018 e atualizada em 11/03/2019

77d3618ff415044f19bb19338727d71e69001001 F195eea9d588d50316253182952267046a5964fe

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE BOLSAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE BOLSAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma bolsa de estudo estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE BOLSAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores bolsas de estudo em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de bolsas de estudo disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE BOLSAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE BOLSAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores bolsas de estudo chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber bolsas de estudo de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Basta entrar em contato conosco em até 6 meses após o pagamento, informando seus dados e o motivo da devolução.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54