Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
0c355960d549047f616a68b58cd4a19973655462 3289561fac165d6af2705eeeca6ac59e2553cf7d
Universidades

Como escolher uma faculdade? Quero Bolsa elabora checklist para você selecionar a universidade certa

por Adriana Nakamura em 13/07/16 25 mil visualizações

Conheça quais são os 5 itens selecionados pelo Quero Bolsa que você precisa avaliar para saber como escolher uma faculdade.

Algum parente já te falou que “arrumar um emprego já está difícil, sem estudo então... ”?

A frase é clássica, mas não deixa de ser verdadeira. O mercado está cada vez mais saturado de gente bem qualificada. Apenas no Estado de São Paulo, foram realizadas mais de 1,7 milhão de matrículas em cursos presenciais de graduação em 2014.

Para entrar na concorrência por um bom posto de trabalho com salários mais altos , é essencial estar bem preparado. Então, se você ouviu os conselhos da(o) madrinha/tia/pai/avô e deseja continuar os estudos para aumentar suas oportunidades ou diversificar sua carreira, já deve ter percebido que não é fácil descobrir como escolher uma faculdade em meio a tantas opções.

Segundo o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior do Estado de São Paulo (Semesp), só na capital paulista são mais de 130 universidades privadas.

Por isso, nós, do Quero Bolsa, faremos uma série de posts para apresentar as informações que você precisa conhecer para poder comparar as instituições de ensino superior de seu interesse e escolher a melhor faculdade para você. Para começar a nossa série, vamos mostrar os elementos que você deve considerar na comparação entre as faculdades para chegar àquela dos seus sonhos.

Caso você ainda não tenha definido qual curso pretende estudar, a Revista Quero disponibiliza um teste vocacional grátis para te ajudar a descobrir as profissões mais compatíveis com suas inteligências.

Por exemplo, você já analisou onde a faculdade fica e o que a infraestrutura dela oferece? Pesquisou a opinião dos alunos que já estudam lá? E a reputação dela no mercado de trabalho, é boa? Como é o prestígio acadêmico da universidade em que você está de olho? Finalmente, qual o custo e as formas de ingresso da instituição desejada? 

Com 5 perguntas-chave, neste post a gente vai ajudar você a saber como selecionar a universidade perfeita para o seu perfil.   

  1. Onde fica e o que a infraestrutura oferece?

Se você deseja fazer um curso presencial ou semipresencial, a primeira dica é filtrar pela localização. Olhe com mais atenção aquelas que ficam próximas à sua casa, ao seu trabalho ou no caminho entre eles. 

Mas mesmo que você decida por uma universidade convenientemente localizada, é importante lembrar que dependendo da cidade onde você mora, por menor que seja o deslocamento, ele ainda pode ser complicado. 

Por isso, se for usar transporte público, verifique as opções que chegam à faculdade que você pretende cursar e o tempo de percurso nos horários em que você terá de se locomover.

Se tiver carro, pesquise se há estacionamentos próximos à faculdade. Muitos oferecem descontos para alunos. Vale perguntar!

Ainda que opte por um curso a distância, é importante verificar os endereços dos polos de apoio presencial, onde ficam os laboratórios, a biblioteca e onde devem ser feitas algumas avaliações.

Com relação à infraestrutura, você deve observar o conforto das salas de aula, os equipamentos oferecidos, a qualidade dos laboratórios e o tamanho do acervo da biblioteca , principalmente na sua área de interesse.

Por isso, depois de filtrar algumas instituições, vale a pena fazer uma visita para conhecê-las com seus próprios olhos, explorar o seu entorno e ver onde você vai poder fazer um lanchinho na hora da fome.

Caso seja portador de necessidades especiais, observe se o local dispõe do que você precisa para aproveitar os recursos que a instituição oferece.

2. O que os alunos acham? 

Ok. Você descobriu uma faculdade bacana, que fica perto da sua casa, que oferece o curso que você quer, com uma biblioteca rica e laboratórios de ponta. Mas será que os alunos que já estão lá estão satisfeitos? Não custa dar uma pesquisada sobre o que as pessoas estão falando a respeito da universidade.

A internet é linda! Com uma certa dose de cara-de-pau, você pode entrar em contato com alunos que estão no curso que você almeja e perguntar o que eles estão achando das aulas, dos professores, da infraestrutura, da grade horária, enfim, pode tirar suas dúvidas com pessoas que não serão tendenciosas, porque não têm o objetivo de vender matrícula.  

3. O que o mercado de trabalho acha? 

Com pessoal cada vez melhor qualificado, aumenta a concorrência no mercado de trabalho. Por isso, é importante verificar a empregabilidade dos profissionais formados pela faculdade que você pretende cursar. 

Procure saber se a instituição tem algum programa de inclusão de alunos no mercado de trabalho e/ou se promove eventos em parceria com empresas para apresentar a faculdade e seus alunos, a fim de estreitar relacionamento e construir networking.    

4. Como é a reputação acadêmica da faculdade?

Tanto para os cursos presenciais quanto para EAD, é importante observar os indicadores que comprovam a qualidade da escola, sua reputação e se ela é uma instituição reconhecida pelo mercado empregador.

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), elabora indicadores oficiais de qualidade do ensino superior no Brasil. Um deles é o Conceito Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), que avalia as notas das pessoas de uma determinada faculdade que se graduaram em um determinado curso para verificar seu rendimento em relação ao conteúdo que a instituição se propôs a oferecer.

Ou seja, o indicador mostra os cursos que formam profissionais melhor preparados . A classificação do Conceito Enade mais recentemente divulgada é de 2014 e está disponível aqui . Outro indicador do MEC é o CPC (Conceito Preliminar de Curso), que avalia não só o desempenho dos estudantes, mas também do corpo docente, a infraestrutura, os recursos didático-pedagógicos e os demais insumos que a universidade oferece. A classificação do CPC mais recentemente divulgada pelo Inep também é de 2014 e está disponível neste link.

Vale lembrar ainda que os professores são a principal fonte de conhecimento em qualquer fase do Ensino. Por isso, é importante dispor de profissionais bem qualificados. A Lei nº 9.394, de 1996, exige que pelo menos um terço dos professores tenham titulação acadêmica de mestrado ou doutorado. Mas algumas instituições chegam a ter mais de 90% do total de professores mestres e doutores. Isso pode contar pontos a favor da qualidade da sua educação.  

5. O que eu preciso para entrar? 

Não basta saber como escolher uma faculdade, é preciso verificar os pré-requisitos para o curso selecionado, as formas de ingresso e os custos também, né? Nos caso dos cursos de extensão e pós-graduação, para entrar, pode ser preciso que você preencha algumas exigências, como a graduação em uma determinada área do conhecimento e/ou experiência comprovada na área.

Não deixe de conferir se você se enquadra nas condições da instituição de ensino antes de fazer sua matrícula. Se você acha que precisa esperar até o início do ano que vem para começar a estudar, saiba que muitas faculdades promovem os chamados vestibulares de inverno, que acontecem para que os alunos possam ingressar no meio do ano. 

Observe se as instituições em que você está de olho oferecem essa opção. É importante também conferir o calendário do exame vestibular e de matrícula. Realizá-la antecipadamente pode render bons descontos!

Também não se esqueça de verificar as formas de ingresso. Muitas faculdades da rede particular de ensino superior fazem parte do Programa Universidade para Todos (Prouni), por meio do qual os alunos podem conseguir bolsas de estudo de acordo com a renda familiar e seu desempenho no Enem. Outras oferecem programas de financiamento particulares ou por meio do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Uma pesquisa recente do Quero Bolsa com mais de 800 estudantes brasileiros do ensino superior mostrou que entre o nome da instituição , o preço e a facilidade de acesso (vestibular, nota do Enem), o preço foi o fator que mais influenciou na escolha da faculdade . Por isso, a possibilidade de conseguir bolsas parciais para reduzir o valor final das mensalidades pode ser decisivo. 

Mais de 42% dos alunos da rede privada de Ensino Superior no Estado de São Paulo são beneficiados com bolsas de estudo, de acordo com o Semesp (Censo 2014). Verifique se as universidades que entraram na sua concorrência oferecem esse facilitador. As faculdades parceiras do Quero Bolsa espalhadas por todo o Brasil oferecem bolsas de até 75% em milhares de cursos de graduação, pós-graduação e nível técnico, nas modalidades presencial, semipresencial e EAD.

Então, escolha a sua faculdade e o seu curso e depois diga quanto você pode pagar . Assim, não será o bolso a impedir que você realize o sonho de construir uma carreira profissional de sucesso , fazendo o que você mais gosta.


Gostou das nossas #tips?

Com essas dicas, temos certeza de que você fará a escolha certa! Só não se esqueça de ficar atento aos documentos que você precisa levar para efetivar a inscrição na faculdade que terá a honra de recebê-lo, ok?

Quer saber detalhes especificamente sobre uma das nossas mais de 500 faculdades parceiras? Conta pra gente aqui nos comentários! Nós, do Quero Bolsa, vamos atrás de descobrir tudo para contar para você nos próximos posts desta série. ;)

0c355960d549047f616a68b58cd4a19973655462 3289561fac165d6af2705eeeca6ac59e2553cf7d

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54