logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Vestibular e Enem

Como fazer uma boa redação no Enem: Parte 1 – Critérios de Avaliação

por Adriana Nakamura em 29/03/18 550 mil visualizações

O Inep, órgão do governo responsável pela aplicação do Enem, divulga anualmente a Cartilha do Participante para a Redação do Enem.

boa redação no Enem

Mas que mão na roda! Melzinho na chupeta! Mamão com açúcar! É o Enem dizendo para os candidatos como eles querem que seja a redação e o que eles vão considerar como redação nota 1.000. (Aprendemos, por exemplo, que expressões como “melzinho na chupeta” seriam potenciais desqualificadoras se esta fosse uma redação para o Enem… hehe! – “hehe” também não ia colaborar para uma boa nota.)

Então, se você está se preparando para a prova, acompanhe a série de três matérias sobre Redação do Enem aqui da Revista Quero.

Guia da Redação do Enem

Nesta primeira matéria, destacamos o que será cobrado de você na Redação do Enem, de acordo com a Cartilha do Inep. O material completo pode ser acessado pelo link no fim deste post. Vamos começar?

O que será avaliado na minha redação?

Os corretores vão pegar a sua redação e avaliar como você se saiu em 5 quesitos, denominados “competências”. Veja quais são elas:

COMPETÊNCIA 1

“DEMONSTRAR DOMÍNIO DA MODALIDADE ESCRITA FORMAL DA LÍNGUA PORTUGUESA”

boa redação no Enem

Para mandar bem, seja claro, objetivo e siga as regras da escrita formal da Língua Portuguesa, de acordo com o Novo Acordo Ortográfico.

O texto deve ser escrito no gênero dissertativo-argumentativo e deve apresentar coerência, coesão, informatividade e sequenciação. Além disso, não pode apresentar marcas de oralidade e de registro informal, as palavras devem estar escritas corretamente em letra legível e você tem de obedecer às regras de concordância, regência, pontuação, flexão, colocação pronominal, acentuação gráfica, emprego de letras maiúsculas e minúsculas e divisão silábica na mudança de linha.

COMPETÊNCIA 2

“COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO E APLICAR CONCEITOS DAS VÁRIAS ÁREAS DE CONHECIMENTO PARA DESENVOLVER O TEMA, DENTRO DOS LIMITES ESTRUTURAIS DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO EM PROSA.”

O seu texto, por precisar ser dissertativo-argumentativo, tem de apresentar uma tese sobre o tema proposto pela prova. Ou seja, muito mais do que a simplesmente expor ideias, você precisa defender uma posição, um ponto de vista, com o objetivo de convencer o leitor. 

Para isso, use recursos como: exemplos; comparações entre fatos, situações, épocas ou lugares distintos; dados estatísticos; alusões históricas; pesquisas; pequenas narrativas ilustrativas; fatos comprováveis; e citações ou depoimentos de especialistas. Entre as recomendações da cartilha para a redação, pescamos as seguintes:

- Leia com atenção a proposta e os textos motivadores, para compreender bem o que está sendo solicitado;

- Não copie trechos dos textos motivadores. Lembre-se de que eles foram apresentados apenas para despertar seus conhecimentos sobre o tema;

- Reflita sobre o tema proposto para decidir como abordá-lo, qual será seu ponto de vista e como defendê-lo;

- Examine, com atenção, a introdução e a conclusão para ver se há coerência entre o início e o fim;

- Utilize informações de várias áreas do conhecimento, demonstrando que você está atualizado em relação ao que acontece no mundo.

COMPETÊNCIA 3

“SELECIONAR, RELACIONAR, ORGANIZAR E INTERPRETAR INFORMAÇÕES, FATOS, OPINIÕES E ARGUMENTOS EM DEFESA DE UM PONTO DE VISTA.”

boa redação no Enem

Aqui é avaliada a sua capacidade de organizar o texto para dar clareza às suas ideias. 

 Os corretores vão avaliar se o seu texto é coerente, se sua seleção de argumentos faz sentido, se você conseguiu desenvolver o tema em uma ordem lógica, revelando que você planejou o texto, e se o que você diz é adequado ao mundo real.

Saiba mais: 8 temas de redação que podem cair no Enem 2020

COMPETÊNCIA 4

“DEMONSTRAR CONHECIMENTO DOS MECANISMOS LINGUÍSTICOS NECESSÁRIOS PARA A CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO.”

Significa que os corretores vão verificar se você é capaz de encadear bem as frases e os parágrafos, de forma que a sequenciação das ideias seja coerente. Os recursos que promovem a articulação das ideias são conjunções, preposições, pronomes relativos, advérbios e locuções adverbiais. As ideias não podem aparecer soltas, elas têm de estabelecer uma inter-relação, conduzindo o leitor a concordar com você.

COMPETÊNCIA 5

“ELABORAR PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA O PROBLEMA ABORDADO.”

boa redação no Enem

Depois de defender uma tese por meio de argumentos, você precisa apresentar uma proposta de intervenção para o problema, coerente com as ideias que você defendeu em sua argumentação. Essa solução não pode ser genérica e descolada da realidade. É importante detalhar seus impactos e os meios para realizá-la. 

Calma, você não precisa resolver todos os problemas do mundo. Avalie como é possível intervir no problema apresentado e como viabilizar essa proposta. A partir do Enem 2018, mesmo que a proposta viole os Direitos Humanos, a redação não poderá ser anulada, de qualquer forma, é sempre bom respeitá-los.

E aí? Todos preparados para elaborar uma redação no Enem que será avaliada com nota máxima? 😀

Não deixe de ler a Cartilha do Participante para a Redação do Enem na íntegra.

Veja também: 
Como fazer uma boa redação no Enem: Parte 2 – Estrutura do texto
Como fazer uma boa redação no Enem: Parte 3 – O que não fazer

Guia completo: Redação do Enem

Ainda não sabe escrever uma redação para o Enem? Neste guia, você aprende como deve ser o formato da redação, quais são os critérios de avaliação e vê exemplos de redações de sucesso e dicas de quem tirou nota 1.000 e é especialista no assunto.

Baixar Guia de Redação Enem

Publicado em 26/10/2016
Última atualização: 06/01/2021


banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54