logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Profissões

Dicas para ser efetivado no estágio

por Maria Fernanda Alves em 03/08/17 1,2 mil visualizações

Atualizado em 01/06/2021

Um estágio profissional seguido de uma efetivação pode alavancar rapidamente a carreira do graduando. Os recrutadores enxergam a efetivação no estágio de forma muito positiva, e isso pode beneficiar o jovem a conquistar novas oportunidades de trabalho, mesmo em início de carreira.

Bom, se ser efetivado no estágio conta muito na carreira e enriquece o currículo profissional, vamos investir nisso, não é? É por isso que hoje preparei um guia de como ser efetivado no estágio! Siga as dicas abaixo adaptando-os à sua realidade de trabalho e me conte depois se ajudou na sua efetivação :)

efetivação no estágio

Leia também
+ Como entrar na faculdade?
+ Qual é a diferença entre bolsa-auxílio e salário? 
+ 6 dicas para quem está procurando o primeiro estágio

Dicas de como ser efetivado no estágio

  1.  Entenda a dinâmica da empresa

    Mesmo que esteja no início do estágio, já busque entender como é a dinâmica da empresa, isso inclui saber como os funcionários foram contratados, cursos que fizeram,  e se existe a política de efetivação. Tudo isso de forma bem discreta, se não tiver abertura para realizar perguntas, não as faça. É melhor obter as informações naturalmente, isso evita que você crie uma imagem de enxerido, o que pode prejudicar, e muito, os planos de uma efetivação.
    Entenda também como os setores da empresa se integram, e como o seu trabalho impacta cada setor e serviço/produto final.

  2. Seja mais do que esperam de você

    É preciso que demonstre o seu engajamento e que vá muito além do que esperam de você. Realize todas as atividades que forem designadas a você com muita atenção e qualidade, observe o processo e veja como fazê-lo da melhor forma, busque otimizar o processo, se tiver essa liberdade, para que seja concluído com maior velocidade, assim poderá ter mais tempo para assumir novas responsabilidades.

  3. Seja um estagiário "coringa"

     

    Se você compreender bem a dinâmica de integração dos setores e os processos da empresa, poderá oferecer ajuda a algum setor de acordo com suas habilidades, isso vai da recepção a algum desafio logístico, por exemplo.
    Se você demonstrar interesse na empresa e não só na sua área poderá ser muito bem-visto, e inclusive fazer com que gestores de outras áreas passem a desejar você na equipe deles.

  4. Manifeste o seu interesse

    Demonstre seu interesse em construir uma carreira na empresa, isso não se dá apenas falando diretamente para o seu gestor ou para o RH. Encontre outras formas de demonstrar, como por exemplo fazendo cursos livres voltados para o negócio da empresa, participação em congressos e palestras que possam trazer alguma contribuição para o seu dia-a-dia e dos colegas na empresa. Mostre que você está investindo tempo e energia na empresa e que faz isso porque realmente gosta e quer crescer profissionalmente na organização.

  5. Não desista

    Por mais que o estagiário se esforce durante todo o período contratual, muitas vezes ele não é efetivado no estágio. Mas é que, muitas vezes, a efetivação depende de outros fatores, como o principal: ter uma vaga aberta. Isso ocorre principalmente em multinacionais, onde o processo de abertura de vagas é muito mais complexo e burocrático do que em pequenas e médias empresas. Mas, mesmo que o contrato encerre e você não seja efetivado, não desista! Se você tiver feito um bom trabalho e deixar uma excelente impressão para gestores e RH, eles podem te chamar quando surgir uma vaga, isso pode acontecer pouco tempo depois do término do contrato ou depois de muito tempo, mas é importante que você faça com que a empresa queira você no time.

Construir uma carreira de sucesso exige muito esforço e energia, é preciso que você esteja certo do caminho que está seguindo, pois passará bons anos da sua vida imerso nisso. Então é importante que você tenha a consciência que, caso você esteja em um estágio que não se identifica, não se prenda a ele apenas visando uma efetivação. Caso o problema seja a área, converse com o RH e veja se há possibilidade de remanejamento interno, mas caso você não tenha se identificado com a empresa, busque outras. A faculdade e o estágio são para aprendizagem, é nessa hora que você pode errar e, claro, aprender com os erros.

Quando encontrar a oportunidade que você acredita que “é a sua cara”, se jogue! Dê o máximo de si que certamente o resultado será positivo, e isso pode ir além de ser efetivado no estágio ;)

Boa sorte!

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54