Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Estudantes da UVA desenvolvem projeto de nutrição para crianças angolanas

por Raphael Fernandes em 28/11/19 270 visualizações

140 alunos do curso de Nutrição da Universidade Veiga de Almeida (UVA) estão elaborando um guia, baseado nos tipos de alimentos e recursos encontrados na cidade de Lubango, capital da província de Huíla, na Angola.

Intitulado Guia Alimentar África, o conteúdo produzido pelos alunos em português, língua oficial de Lubango, servirá de apoio e incentivo para práticas alimentares saudáveis na região. Essa é a primeira fase do projeto Nutrindo Angola, que prevê para o próximo ano um intercâmbio dos alunos brasileiros da UVA para atuar no Instituto Superior Politécnico Evangélico do Lubango (ISPEL) e na comunidade local angolana.

A professora de Nutrição, Cinara Oliveira, coordenadora do projeto, ressalta que ações como essa ajudam a aproximar o futuro nutricionista da promoção da saúde e da segurança alimentar da população. "A partir disso, entendemos um propósito maior na nutrição", avalia Cinara.

(Reprodução/UVA)
uva nutrição
Alunas de Nutrição participantes do Projeto Nutrindo Angola

A professora lembra, ainda, que já é uma prática do curso de Nutrição da UVA promover atividades para melhorar a alimentação em áreas de vulnerabilidade social, por meio da implementação de técnicas aprendidas em sala de aula, a exemplo do serviço de nutrição familiar realizado pelos alunos nos bairros de Bangu e em Campo Grande, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

"Como nutricionista pretendo atuar em eventos e palestras de ação social, voltada principalmente a crianças de áreas mais vulneráveis, como em comunidades. Já participo de um trabalho voluntário com crianças de uma comunidade carente e pretendo incluir a nutrição nesse projeto", afirma Ana Carollina Oliveira, estudante de Nutrição.

Além da inserção de estudantes no mercado profissional, o projeto Nutrindo Angola tem como objetivo seguir o desenvolvimento sustentável adotado pelos Estados Membros das Nações Unidas, em 2015, que lista 17 tarefas mundiais e 169 metas para um mundo mais saudável, seguro e justo até 2030. Enquanto os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) são para todos os países, o SDG Health Price Tag concentrou-se em 67 países de baixa e média renda que enfrentam os maiores desafios em termos de expansão dos serviços de saúde.

(Reprodução/UVA)
uva nutrição
Cinara Oliveira, coordenadora do projeto, em reunião inaugural

"Sem dúvida alguma, minha atuação nos projetos em que a UVA desenvolveu durante a graduação me deram a oportunidade de ter vivência na área e experimentar um pouco o que é ser uma nutricionista, que ouve o seu paciente, entende as dificuldades e tem um olhar sensível à realidade", revela Josimara Cristina Gomes, estudante de Nutrição.

Carlos Eduardo das Neves, coordenador do curso de Nutrição da Veiga, destaca que no intercâmbio o aluno terá um aprendizado maior entre as especificidades da nutrição africana e brasileira. "A questão nutricional hoje tem muita relevância na promoção da saúde. A culinária de lá é diferente daqui e isso também é importante no trato com a saúde pública", destaca.

Os estudantes brasileiros participarão de um processo seletivo para integrar o intercâmbio na faculdade ISPEL em 2020. O acordo de cooperação entre as duas universidades foi assinado em outubro deste ano. Atualmente, o projeto Nutrindo Angola já apresenta 40 interessados no intercâmbio.

"Crescer. Amadurecer como profissional. Contribuir para que mais vidas tenham acesso a nutrição que é para todos. Compartilhar conhecimento e prática, influenciando em vidas que são carentes e sobretudo, aprender ainda mais com elas", finaliza Carollina.

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

Tags relacionadas:

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54