Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Dicas e Curiosidades

Estudar fora: se você está perdido, não perca estas dicas

por Natália Plascak Jorge em 14/05/18 1,8 mil visualizações

De uns tempos para cá, estudar fora do país se tornou uma tendência muito forte entre muitos brasileiros. Quem nunca pensou em largar tudo no Brasil e buscar uma qualificação em alguma outra parte do mundo para apresentar uma experiência internacional e ser visto com outros olhos pelo mercado de trabalho, não é mesmo?

Pensando assim, muitos estudantes procuram um intercâmbio acadêmico ou profissional como forma de se desenvolver e dar aquela turbinada no currículo para o emprego dos sonhos. Para ajudar essas pessoas, que muitas vezes estão cheias de dúvidas, a Revista Quero conversou com a Nathalia Bustamante, editora do portal Estudar Fora da Fundação Estudar.

Segundo ela, além de tudo isso que a gente já falou, outra coisa que contribuiu muito para a explosão dessa vontade entre os brasileiros de ir para fora foi o Ciência sem Fronteiras, programa do governo que possibilitou que milhares de pessoas estudassem fora em boas universidades com apoio financeiro do governo.

Hoje, mesmo que o programa tenha sido interrompido, essa vontade continua existindo, e os estudantes estão procurando formas alternativas de realizar esse sonho, seja por meio de bolsas de estudo ou programas de curta duração, que são mais em conta.

Como é o processo de admissão para estudar fora

Universidades de países diferentes têm processos de admissão distintos. A admissão em escolas de Portugal, por exemplo, é bastante similar ao de universidades brasileiras, com uma prova classificatória. Mas, em geral, universidades de fora olham para outros aspectos da vida do candidato além das notas em provas com o chamado processo de admissão holístico, adotado por universidades americanas, britânicas, australianas, entre outras. Por esse processo de admissão, além das notas de exames padronizados (equivalentes ao Enem brasileiro), o estudante também deve enviar histórico acadêmico, cartas de recomendação de professores e redações sobre sua trajetória e seus interesses fora de sala de aula, as chamadas atividades extracurriculares. Assim, as universidades conseguem avaliar o candidato como um todo, considerando não apenas suas notas mas também seus interesses e planos para o futuro.

Quem deseja se candidatar a uma universidade estrangeira deve, primeiramente, começar a se aprofundar no idioma do país de destino (seja inglês, francês ou qualquer outro). Além disso, deve procurar se envolver em atividades extracurriculares relacionadas aos seus interesses e manter um bom desempenho acadêmico desde o primeiro ano do Ensino Médio.

É importante lembrar que os cursos de Medicina e Direito têm um processo de admissão diferente. Nos EUA, inclusive, são uma pós-graduação. Ou seja, os estudantes têm que fazer uma graduação completa em áreas relacionadas e, então, candidatam-se novamente à escola de pós-graduação: Medical School ou Law School. É um processo bem diferente.

Quais são os países em que a concorrência é maior e menor

As melhores universidades do mundo estão localizadas nos Estados Unidos e no Reino Unido. Por isso, é natural que a concorrência para esses destinos seja mais acirrada. Mas mesmo nesses destinos há universidades mais e menos concorridas, para diferentes perfis de estudantes.

Outros países fora da rota também possuem excelentes universidades, mas são menos procurados por conta do idioma. É o caso, por exemplo, da Alemanha e da França. Nesses países, os valores de anuidade das universidades são significativamente mais baixos que nos Estados Unidos e no Reino Unido (na Alemanha, a maioria das universidades são inclusive gratuitas), mas a procura é menor pois é mais raro que estudantes tenham proficiência em francês ou alemão.

É possível conseguir algum tipo de auxílio para ajudar a se manter?

Sim. Tanto universidades quanto fundações e os próprios governos de países oferecem bolsas de estudo para estudantes internacionais. Há bolsas por mérito (em que estudantes com melhor desempenho recebem um apoio financeiro que pode cobrir tanto os valores de anuidade quanto seus custos de vida no país); bolsas por necessidade financeira (em que os estudantes que comprovarem necessidade financeira recebem apoio independente do seu desempenho); bolsas por perfil (quando, por exemplo, universidades querem aumentar a diversidade do seu corpo estudantil e oferecem auxílio financeiro para candidatos de determinada origem ou gênero). Todos os meses o EstudarFora faz uma curadoria com as melhores bolsas com inscrições abertas e traz dicas e orientações para quem deseja se candidatar.

De acordo com a Belta, Brazilian Educational & Language Travel Association, que reúne as principais instituições brasileiras que trabalham com intercâmbio, o relatório Open Doors de 2017 mostra que há 13.089 alunos brasileiros em programas de graduação e pós-graduação, fazendo do Brasil o 10º maior emissor de alunos para os EUA.

Quais são os maiores desafios que podem ser enfrentados por quem vai estudar fora

O estudante deve estar preparado para lidar com uma cultura e com pessoas diferentes. Isso exige resiliência e flexibilidade. Para aproveitar o máximo dessa experiência, é preciso deixar de lado o pensamento de "no Brasil fazemos assim, e é melhor" e também o "no Brasil nada funciona, só aqui". Estar com a mente aberta permite olhar nossa própria cultura com outros olhos, valorizando certos aspectos e percebendo com mais nitidez pontos de melhoria.

Além disso, a barreira do idioma não deve ser desconsiderada. Mesmo estudantes que tenham nível avançado de proficiência podem sentir certa dificuldade durante o período de adaptação, por não estarem ainda habituados a expressões regionais, gírias e sotaques.

E aí? Gostou das dicas? Já pensou em largar tudo no Brasil para estudar fora?


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
ALERTA DE VAGAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma vaga na faculdade.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE VAGAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de vagas disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54