Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

Vale a pena fazer a inscrição no Enem Digital?

por Isabela Giordan em 24/02/20

Em meados de 2019, o Ministério da Educação (MEC) anunciou a versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Chamado de Enem Digital, essa prova será aplicada pela primeira em em 2020, sendo que, a partir de 2026, com a extinção da versão de papel, ela será a única opção disponível. 

Segundo Abraham Weintraub, ministro da Educação, a mudança foi estimulada para que o Brasil possa chegar ao mesmo nível e método de avaliação países desenvolvidos

"A proposta que a gente tem aqui é começar a transição para que o Enem fique o no padrão da Europa e outros países, pois o Brasil não tem porque ficar atrás deles", apontou Weintraub no lançamento do Enem Digital. 

Foto: Divulgação/MEC
enem digital vale a pena
Alexandre Lopes, presidente do Inep, e Abraham Weintraub no lançamento do Enem Digital, em julho de 2019

A expectativa é de que 50 mil candidatos tenham a oportunidade de participar da primeira versão digital da prova, que será aplicada nos dias 11 e 18 de outubro deste ano. Nessa edição, apenas 15 capitais brasileiras aplicarão a prova on-line, sendo que a escolha pela edição digital ou de papel deverá ser feita no momento da inscrição. 

Veja também: Saiba em quais provas o Enem Digital será baseado

Essa é a primeira grande mudança no formato do Enem, desde a sua reestruturação realizada em 2009. Porém, como a edição de 2020 será um projeto piloto, vale a pena se inscrever no Enem Digital? Para saber a resposta dessa pergunta, a Revista Quero consultou coordenados de cursos pré-vestibular para saber quais são as suas opiniões.

Vale a pena se inscrever no Enem Digital?

Segundo Viktor Lemos, coordenador do Anglo Vestibulares, por enquanto, não. Isso se deve às poucas informações divulgadas sobre essa versão do avaliação e às incertezas sobre o exame.

"Consideramos que não é a melhor escolha no momento por serem incertas as informações da prova quanto a itens como “o aluno terá direito a usar um rascunho ou terá um espaço de rascunho?”. É claro que ao sair o edital teremos uma maior clareza dessas informações, porém, por enquanto, não há razão para os estudantes quererem ser os primeiros a passar por essa experiência", aponta Lemos.

Viktor também explica que, caso o candidato não tenha estudado para o formato digital do Enem, não há necessidade de dificultar ainda mais o exame: "Minha grande dica é o estudante optar pelo formato que ele mais treinou ao longo do ano, no caso, o escrito. Não há por que criar uma dificuldade a mais sobre esse tipo de coisa, já que é o ENEM é uma prova difícil e extensa. Opte pelo formato que já está familiarizado." 

Giba Alvarez, professor e diretor do Cursinho da Poli, também não indica que os estudantes se inscrevam para a primeira edição do Enem Digital. Porém, para ele, a justificativa é a possível falta de opções válidas no Banco Nacional de Itens, responsável por selecionar as questões utilizadas no exame.

"Temos que ressaltar que, para a realização das provas nesse ambiente, precisamos ter uma grande quantidade de itens validados no Banco Nacional de Itens. Para assim, gerarmos a quantidade de provas necessárias. E as últimas edições do Enem, em especial, a de 2019, mostraram que o banco de questões do governo não está sendo atualizado. Por isso, eu não recomendaria ao estudante a escolha da prova digital, e sim, a versão física do exame", ressalta Alvarez.

Além disso, o professor também acredita que a logística da prova possa ser um ponto de preocupação. "Acredito que a grande preocupação seria voltada para os problemas que nós tivemos no Enem deste ano. Principalmente sobre o critério de avaliação dos alunos, as médias, além dos problemas de logística", reforça.

enem digital vale a pena?

Enem Digital: boa oportunidade para os treineiros

Apesar de não recomendar a prova para os vestibulandos, Viktor Lemos acredita que é uma boa oportunidade para os candidatos treineiros, pois, assim, eles poderiam conhecer a metodologia da prova para os próximos anos.

"Talvez, a única ressalva seria para os treineiros, que já podem adquirir experiência com esse formato digital", afirma o coordenador do Anglo Vestibulares.

Qual é a diferença entre o Enem Digital e Enem Regular?

A maior diferença entre os dois tipos de Enem será a sua aplicação. Um será realizado em uma plataforma desenvolvida pelo MEC, já a outra seguirá o formato utilizado usual, impresa em papel e preenchido em caneta preta. Veja os maiores diferenciais:

Enem Regular

  • É realizado apenas uma vez ao ano;
  • Todos os interessados poderão realizar a prova;
  • O exame é aplicado em todo o País;
  • A prova é composta por quatro cadernos de questões, com 45 perguntas cada, e uma redação
  • Poderá ser extinto em 2025.

Enem Digital

  • Em sua primeira edição, será aplicado apenas uma vez ao ano. Porém, com o passar do tempo de implementação, a prova poderá ser aplicada diversas vezes em um curto espaço de tempo;
  • Em 2020, a prova será aplicada apenas para 50 mil, nas seguintes capitais brasileiras: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Brasília (DF); Campo Grande (MS); Cuiabá (MT); Curitiba (PR); Florianópolis (SC); Goiânia (GO); João Pessoa (PB); Manaus (AM); Porto Alegre (RS); Recife (PE); Rio de Janeiro (RJ); Salvador (BA); São Paulo (SP);
  • A prova, possivelmente, será composta por quatro cadernos de questões, com 23 questões cada, e uma redação.
  • O exame será realizada no local de prova indicado na inscrição, seja ela uma escola ou universidade conveniada ao Inep
  • A partir de 2026, será a única versão do Enem.
Saiba mais: Calendário Enem 2020
                   Tudo o que você precisa saber sobre o novo Enem
banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54