Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
Curiosidades

“Lockdown” e outros termos relacionados à pandemia estão na lista de palavras do ano de 2020

por Mathias Sallit em 12/11/20

Não poderia ser diferente: "lockdown" é a palavra do ano em 2020, segundo lista do dicionário inglês Collins, que elege as palavras que foram destaque de buscas anualmente.

A expressão pode ser traduzida literalmente como "confinamento", e remete ao método de bloqueio total utilizado por países em todo o mundo para reduzir a taxa de contágio do coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19.

Saiba mais: O que significa lockdown?

Foto: Dan Burton/Unsplash
O "lockdown" foi a medida de confinamento usada por diversos países em 2020

O dicionário registrou o uso do termo cerca de 250 mil vezes em 2020, com um aumento de 6.000% em relação à 2019, quando a palavra foi buscada apenas quatro mil vezes. Além de "lockdown", diversas outras expressões relacionadas à pandemia foram destaque da lista das palavras do ano, fato que também não chega a ser surpreendente.

"Algo [a pandemia] que mudou a vida de todos tão profundamente, não deixando nenhum país ou continente intocado, teve um impacto significativo em nossa linguagem", escreve o autor David Shariatmadari no blog do dicionário Collins.

"Nossa lista nos mostra que não se trata apenas da doença ou de seus sintomas. A palavra “coronavírus” está lá, é claro, com um aumento extraordinário de 35 mil vezes no uso ano a ano. Mas os impactos sociais - as mudanças em nosso comportamento e estilo de vida - são ainda maiores."

Além de "lockdown" e "coronavírus", o dicionário destaca também as seguintes palavras relacionadas à pandemia:

  • "Social distancing" (distanciamento social);
  • "Self-isolate" (auto-isolamento);
  • "Key worker" (trabalhador essencial);
  • "Furlough" (licença no trabalho).
Veja também:
Covid-19: o que você sabe sobre o coronavírus?

Outras palavras que fizeram parte do noticiário de 2020 também estão na lista do Collins, como os termos "BLM", abreviação de "Black Lives Matters" (Vidas Negras Importam, em português), movimento que luta contra o racismo e pelos direitos das pessoas negras, e "Megxit", que remete à saída de Meghan Markle e do príncipe Harry da família real inglesa, em janeiro de 2020.

Foto: Chris Henry/Unsplash
O ano de 2020 também ficou marcado pelos protestos antirracistas do BLM

Fenômenos nas redes sociais também são citados na lista do dicionário: "TikToker", que indica os usuários da rede social TikTok, e "Mukbang", ato de comer em grande quantidade e compartilhar o vídeo para os seguidores nas redes.

Veja também:
21 dados para entender a luta do movimento negro no Brasil
Faculdades da Família Real: descubra o que Meghan Markle estudou

E a palavra do ano de 2019?

Ufa! Com tanta coisa acontecendo em 2020, é até difícil lembrar o que o dicionário Collins havia eleito no último ano. Em 2019, o meio ambiente foi destaque de procura, e a expressão "greve climática" foi a mais buscada no Collins.

Quer lembrar os outros termos do ano passado? Saiba quais foram as palavras do ano eleitas em 2019!

E para você, qual palavra mais marcou o ano de 2020? Conte para a gente nos comentários abaixo!

O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2021 CNPJ: 10.542.212/0001-54