Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Mais vagas do que alunos no Ensino Superior

por Rui Gonçalves em 01/03/18 21 mil visualizações

São Paulo e Rio de Janeiro são os estados com maior número de vagas não preenchidas. Ofertas de bolsas de estudo é medida para reduzir ociosidade.

Foto: Pixabay
Com cadeiras vazias e Fies mais restritivo, instituições de Ensino Superior investem em oferecer bolsas de estudo para voltar a encher as salas de aula

Mal o ano letivo começou, o Semesp, sindicato que representa as mantenedoras de instituições de ensino superior, apresentou uma projeção nada boa para as faculdades. A expectativa é que em 2018 haja uma queda de 10% no total de alunos ingressantes. O órgão atribui a retração à reformulação do Fies, que ficou mais restritivo e passou a exigir das instituições de ensino uma maior participação no fundo garantidor do sistema. Trocando em miúdos, as faculdades passam a contribuir com mais dinheiro para manter o fundo utilizado para cobrir a inadimplência entre os alunos que contraíram o financiamento estudantil. “Hoje o país vive uma situação financeira difícil e os marcos regulatórios podem alterar a situação do crescimento ou estagnação das matrículas do ensino superior nos próximos anos, mas só o tempo mostrará se as medidas tomadas até aqui serão positivas”, afirmou Rodrigo Capelato, diretor executivo do Semesp, em encontro com gestores de instituições de ensino da região de São José do Rio Preto (SP).

A redução no total de alunos que iniciam uma faculdade agrava a ociosidade nas faculdades, que segundo dados mais recentes do Inep, fechou 2016 em 52,9%. Na prática, as faculdades e universidades brasileiras têm duas vezes mais vagas para oferecer do que estudantes dispostos a fazer um curso superior. O gráfico a seguir como a ociosidade se comportou nos três últimos anos com dados disponíveis.

Dados: Inep/MEC Elaboração: Quero Bolsa
evolucao-da-ociosidade-quero-bolsa
Ociosidade das vagas no Ensino Superior no Brasil passaram de 40,7% para 52,9% em dois anos

Além da recente explosão na oferta de vagas, a forte crise econômica elevou o desemprego e afetou, em especial, os mais jovens. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 25,3% dos jovens entre 18 e 24 anos estão sem trabalho e, com isso, têm dificuldade em fazer faculdade.

De acordo com Pedro Balerine, diretor do Departamento de Inteligência de Mercado do Quero Bolsa, o aumento da ociosidade mostra que a política governamental agressiva - baseada no financiamento estudantil (Fies) - com o objetivo de estimular o ingresso de brasileiros no ensino superior, definitivamente, está encerrada. “A oferta de cursos e vagas na rede privada cresceu para atender a uma demanda inflada por um modelo agressivo e insustentável. Já notamos que, desde a redução do Fies, a maioria das instituições está promovendo adequações internas para trazer novamente a taxa de ociosidade a níveis mais saudáveis”, afirma.

Ociosidade por curso

Chamou também a atenção do núcleo de inteligência de mercado do Quero Bolsa a baixíssima procura pelo curso Petróleo e Gás, com atualmente 96% de ociosidade, seguido de outro curso da área, Engenharia de Petróleo, com 85,8% de vagas não preenchidas. Segundo Pedro Balerine, o desinteresse dos estudantes por essas graduações foi intensificado pela crise vivenciada no setor petrolífero desde 2014, que afetou principalmente a Petrobrás e Grupo OGX, dois dos principais players deste mercado.

A lista dos dez cursos com maior ociosidade de vagas inclui também:


Dados: Inep/MEC                     Elaboração: Quero Bolsa
cursos-mais-ociosos-quero-bolsa
Ociosidade das vagas no Ensino Superior no Brasil passaram de 40,7% para 52,9% em dois anos

Por outro lado, devido à alta regulação e restrições a abertura de cursos, a ociosidade em Medicina é de longe a mais baixa, apesar do seu alto custo. Tanto na rede pública quanto na rede privada, a ociosidade gira em torno de de 2%. O curso de Direito, mais procurado por estudantes e com maior oferta de vagas no País, também possui ociosidade dentro de padrões aceitáveis com apenas 16% de vagas excedentes. Ao lado destes cursos estão Odontologia (também na área de saúde), Estatística, Física (ofertados predominantemente por instituições públicas) e cursos voltados para formação de profissionais no setor do Agronegócio.

Dados: Inep/MEC                Elaboração: Quero Bolsa
cursos-menos-ociosos-quero-bolsa
Medicina é o curso com menor quantidade de vagas ociosas no Brasil

Demanda por Estado

Regionalmente, a ociosidade é maior no Rio de Janeiro (57,8%) e em São Paulo (57,3%), locais que concentram as maiores quantidades de alunos e cursos. Bahia, Pará, Amazonas, Pernambuco, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, além do Distrito Federal, também têm ociosidade superior a 50%. Apenas Roraima apresenta equilíbrio entre oferta e demanda.

Dados: Inep/MEC                       Elaboração: Quero Bolsa
ociosidade-por-estado-quero-bolsa
Roraima tem a menor ociosidade do País (11,3%); na outra ponta, o Rio de Janeiro tem 57,8% das vagas não ocupadas por alunos

Diante deste cenário de cortes drásticos na oferta de financiamento público (em 2018 serão concedidos 310 mil contratos do Fies, menos da metade de 2014), a maioria das instituições de Ensino Superior busca alternativas para atrair alunos, tais como a oferta de bolsas de oportunidade em parceria com o Quero Bolsa.

Os descontos das bolsas chegam a até 70%, beneficiando 300 mil alunos desde 2012. Para as instituições de ensino, é uma excelente forma de preencher boa parcela das vagas disponíveis. O Quero Bolsa tem a expectativa de matricular mais 1 milhão de estudantes até 2024, contribuindo para as metas do Plano Nacional de Educação (PNE).

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54