Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Universidades

Professora divulga uma pesquisa feita em universidades públicas por dia

por Mathias Sallit em 27/11/19 1,4 mil visualizações

"Todo dia Heloisa publicando uma pesquisa feita por instituição pública de ensino". Foi assim que, em 13 de maio, a professora Heloisa Agudo começou uma sequência de posts no seu Facebook pessoal com uma notícia por dia apresentando alguma pesquisa realizada por universidades públicas brasileiras.

Depois de compartilhar no primeiro dia a notícia "Doze projetos inovadores de universidades federais do país que você precisa conhecer", do Jornal Extra, a professora pediu a colaboração de amigos, colegas e alunos para continuar a alimentar essa sequência diariamente.

"Me desafio a fazer um ano e, como 2020 é ano bissexto, tentar chegar em 366 posts", ela conta. Até o dia 26 de novembro, nesses mais de seis meses, Heloisa já compartilhou 190 boas notícias que mostram estudos de pesquisadores dessas instituições.

A professora dá aulas de Ciências no Ensino Fundamental e Biologia para 3º ano do Ensino Médio e pré-vestibular em um colégio privado em Niterói, no Rio de Janeiro. Ela resolveu compartilhar as notícias para defender os trabalhos realizados em universidades públicas, divulgar e valorizar de uma maneira simples essas pesquisas que possuem impacto direto e chamam atenção da sociedade, principalmente com temas de saúde e meio ambiente.

"Eu ensino aos meus alunos a capacidade de argumentação, né? Os alunos têm que ser capazes, eles próprios formarem as suas ideias, à direita, esquerda, centro, cima, abaixo", diz. "Nada melhor para isso do que informação. Então também é uma resposta minha, pessoal, pequenininha, com a relação da acusação do professor ser doutrinador."

Ela fez isso a partir de um momento em que as universidades públicas ficaram em evidência, mas não devido aos resultados dos trabalhos e pesquisas acadêmicas. "Eu fiz mestrado, a gente sabe o quanto é o esforço com toda a dificuldade que temos no Brasil, o esforço e a seriedade que a universidade tem na formação do seu pessoal", afirma Heloisa.

Posts tomaram proporções inesperadas pela professora

A sequência de notícias compartilhadas por ela não tinha um alcance muito além de sua rede de contatos no Facebook. "É uma empreitada pequena, porque meu Facebook era fechado, os posts eram para os meus próprios amigos."

Ao menos até o dia 24 de novembro, data do 188º post. Foi quando uma ex-aluna de Heloisa no Ensino Médio, hoje estudante da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), compartilhou a iniciativa no Twitter. Três dias depois, a publicação já foi retuitada mais de 10,1 mil vezes, com mais de 35,4 mil curtidas dos usuários da rede social.

"Ela colocou o primeiro, o número 50, o bolinho de 100 postagens, que eu nunca achei que ia chegar a tanto, e o do dia 187. O negócio tomou uma proporção absurda, inesperada", conta.

Para Heloisa, que não utiliza o Twitter, toda essa repercussão mostra o quanto as pessoas querem ter acesso a boas notícias. "A gente tá cansado de simplesmente ataque de um lado, ataque do outro", ela diz. "Minha intenção foi um negócio bobo, do bem, mas que tomou uma proporção tão legal. E eu fiquei muito feliz."

Em momento algum ela pensou em apresentar o seu próprio trabalho. Ela se mostra contente com a divulgação alcançada pelos trabalhos acadêmicos. "A intenção não é aparecer Heloísa, eu acho muito legal quando a pessoa pega o link e simplesmente copia o link, cola na sua página e faz o seu post falando da sua universidade".

Entre as quase 200 postagens feitas por Heloisa, ela lembra de duas que a marcaram pessoalmente. Ao publicar a notícia de uma pesquisa, no mesmo dia, a professora recebeu a mensagem de uma das autoras do trabalho, uma ex-aluna. Em outra, divulgou a pesquisa realizada por um colega de trabalho que faz mestrado na Uerj.

"Isso é muito legal, você vê o quanto que é mal divulgado, o quanto que tem gente próxima de mim e que eu não tinha ideia de que eles estavam fazendo essas pesquisas tão legais do meu lado", afirma Heloisa. "Essas duas eu tenho no coração com mais carinho."

(Foto: Cecília Bastos/USP Imagem)
Laboratório de Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP)

A professora, mesmo hoje em dia não atuando no universo de pesquisas acadêmicas, enxerga o seu papel no cenário de pesquisas de uma maneira que incentiva o desenvolvimento de futuros mestrandos e doutorandos.

"Eu acho que hoje tenho um papel modestamente mais relevante em fazer essa molecada mais jovem entender um pouco a graça e a beleza que a ciência tem. Acho que temos uma relevância tão grande tendo essas produções que esses pesquisadores fazem que eu tô postando, quanto também a gente ta lá na base, incentivando meninas e meninos a serem pesquisadores no futuro", finaliza.

Leia também:
+ UFSCar promove pesquisa internacional com universidade portuguesa sobre o HIV no Brasil
+ Ensino, pesquisa, extensão e preservação de recursos naturais na Estação Agronômica da UFRGS
+ 26 universidades particulares estão entre as cem melhores em pesquisas no Brasil
banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Sabia que dependendo do seu período é melhor começar de novo?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

Caso você ainda esteja no primeiro ou segundo período da faculdade, você pode economizar começando o curso novamente com bolsa de estudo.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Quer ficar sabendo das melhores vagas antes de todo mundo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54