Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Cursos Técnicos

Programa gratuito de formação técnica em comércio exterior abre 200 vagas para o primeiro semestre

Em meio à pandemia e seus efeitos negativos, uma boa notícia para jovens de baixa renda entre 18 e 23 anos que tenham interesse em ingressar ou expandir seus conhecimentos sobre o mercado de comércio exterior: o projeto social Jovens Operadores Econômicos Autorizados (Jovens OEA) está com inscrições abertas para 200 vagas em curso técnico até 15 de junho.

jovens oea
Programa gratuito de formação técnica em comércio exterior abre 200 vagas para o primeiro semestre

O programa oferece gratuitamente treinamento técnico e prático com o intuito de capacitar os participantes de todo o Brasil enquanto operadores aduaneiros. O objetivo é que eles contribuam com as rotinas de empresas atuantes em comércio exterior, sejam importadores, exportadores, trading companies, despachantes aduaneiros, agentes de carga, depositários ou transportadores.

As aulas são online, com início em junho e término em novembro de 2020.

Dentre os temas abordados, estão pessoas e comércio internacional; legislação e empresas; documentos e sistemas e mercadorias e parceria aduana-empresa.

A iniciativa é uma realização do Instituto de Comércio Internacional do Brasil (ICI.BR), com o patrocínio financeiro e contribuição como professores de profissionais da Lira Advogados e da TTMS Technologies, que também convidam seus clientes a conhecerem os alunos que melhor performarem para preencher possíveis vagas em aberto. 

Saiba mais:
Quanto ganha um profissional com curso técnico?
5 motivos convincentes para fazer um curso técnico

Sobre o programa Jovens OEA

O Jovens OEA já foi realizado no passado de forma local e agora retorna repaginado e muito mais amplo ao trabalhar com aulas remotas.

Jonathan Martins da Silva, hoje analista sênior de desembaraço, participou da primeira turma, em meados de 2009, e conta que o conhecimento foi decisivo para o encaminhamento da sua carreira. “Comecei a ter contato com a área em 2007, quando entrei como Patrulheiro (Jovem Aprendiz) em uma empresa para atuar com atividades administrativas no departamento de assuntos governamentais importação/exportação." 

Dois anos depois, Jonathan conta que seu contrato estava chegando ao fim e, apesar de ser um período de crise econômica no país, ele teve a oportunidade de conhecer e de realizar o programa para obter conhecimento mais técnico. "Isso me abriu a porta para assinar um novo contrato de trabalho para a mesma companhia, dessa vez como auxiliar de importação. Sou muito grato às oportunidades e realizado na profissão.”

Dentre os profissionais responsáveis pelo conteúdo do projeto estão:

- João Rezende, advogado que atua com equipes de Direito Tributário e Contencioso Tributário e Aduaneiro;
- Francisco D´Angelo, que há 50 anos atende a Indústria no Brasil e que como colaborador, executivo e consultor se consolidou como grande referência em temas Aduaneiros;
- Pedro Pavão, que além de advogado é também economista;
- Gustavo Siqueira, analista de sistemas e especialista em Regimes Aduaneiros Especiais;
- Yuna Yamazaki, graduada em administração com habilitação em Comércio Exterior, advogada, trade compliance officer e despachante aduaneira com mais de 20 anos de experiência;
- Raquel Matiolli, com mais de 90 projetos de auditoria e consultoria dos controles internos e mapeamento de processos voltados às áreas de importação, exportação, logística interna e segurança da cadeia logística; entre outros.

“O projeto social Jovens OEA foi criado em 2008 visando a desenvolver jovens menos privilegiados para atuarem em rotinas na área aduaneira. Ao longo de todos esses anos a necessidade das empresas em contarem com profissionais especializados na área de comércio exterior cresceu muito, assim como a imperiosidade em desenvolver empregabilidade para profissionais entrando no mercado de trabalho. Então, estendemos a capacitação feita pelo ICI.BR para uma parcela da população que se interessa pelo assunto e quer ter melhores chances no mercado de trabalho”, explica Alexandre Lira, diretor-executivo da instituição.

Para participar do processo seletivo basta preencher o formulário disponível em https://icibr.org/jovensoea/inscreva-se. E as informações completas estão em https://icibr.org/jovensoea/.


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54