Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Dicas e Curiosidades

Quem foi Carlos Marighella?

por Caroline Sassatelli em 19/02/19 8,6 mil visualizações

Um dos assuntos mais comentados dos últimos tempo foi o lançamento de “Marighella” no festival de Berlim, no último dia 14. O filme biográfico a respeito de Carlos Marighella foi dirigido pelo ator Wagner Moura e estrelado pelo cantor Seu Jorge, mas ainda não tem previsão de estreia no Brasil.

Independentemente de qualquer opinião política sobre o longa, vale lembrar que, em 2019, se completa 50 da morte do político e escritor, líder do Partido Comunista Brasileiro até 1964 e morto político durante a Ditadura Militar no Brasil.

Assim, se você está se preparando para prestar o Enem ou algum vestibular nesse ano, é importante saber um pouco mais sobre as atualidades em alta e, claro, quem foi Marighella.


Quem foi Marighella?

Carlos Marighella nasceu em Salvador no dia 5 de dezembro de 1911. Ele foi um dos sete filhos do operário e imigrante italiano, Augusto Marighella, e da baiana filha de escravos trazidos do Sudão, Maria Rita do Nascimento.

Em 1934 abandonou o curso de Engenharia Civil na Escola Politécnica da Bahia para ingressar no PCB (Partido Comunista Brasileiro). Foi assim, então, que se tornou militante pelo partido e se mudou para o Rio de Janeiro.

Foi preso quatro vezes, sendo a primeira motivada por um poema que escreveu ao interventor Juracy Magalhães. Já em 1936, durante a Era Vargas, Marighella foi preso por subversão e torturado pela polícia subordinada ao político militar Filinto Müller. Dessa vez permaneceu por um ano na cadeia, sendo solto por uma medida que permitia a liberação de presos políticos sem condenação.

Leia também:
+ Manual do Enem: confira os principais tópicos de cada matéria
+ História no Enem: veja os 7 conteúdos que mais caem e arrase na prova

Já em 1939, foi recapturado pela polícia, ficando detido até 1945, quando foi beneficiado com uma anistia advinda do processo de redemocratização do país.

Elegeu-se deputado federal constituinte pelo PCB baiano em 1946, mas perdeu o mandato no mesmo ano em virtude de um novo banimento do partido.

Em maio de 1964, após a tomada do poder pelo militares, Marighella foi baleado e detido em um cinema carioca por agentes do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), tendo ficado preso até 1965 por decisão judicial.

Leia também:
Oito filmes para aprender sobre História do Brasil
Quais são as matérias que mais caem no Enem?

Foi em 1966 que ele decidiu, então, entrar para a luta armada contra o regime militar. Após escrever o livro “A Crise Brasileira”, renunciou no mesmo ano à Comissão Executiva Nacional do PCB. Em 1967, durante uma passagem por Havana, em Cuba, redigiu “Algumas questões sobre a guerrilha no Brasil’.

Marighella foi expulso do PCB em 1967 e, em fevereiro de 1968, fundou o grupo armado Ação Libertadora Nacional (mais conhecido como ANL). Esse foi o grupo responsável pelo sequestro do embaixador norte-americano Charles Elbrick, em uma ação conjunta com o Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), em 1969. .

Após o AI-5 (Ato Institucional 5), os órgãos de repressão aumentaram a caçada ao militante. No dia 4 de novembro de 1969, em uma emboscada organizada por agentes do Dops, foi baleado e morto em uma esquina da alameda Casa Branca, em São Paulo.

Leia também:
50 anos do AI-5: o que foi o ato?
Ditadura Militar no Brasil: o que você precisa saber para o Enem?

Em 1996, o Ministério da Justiça reconheceu a responsabilidade do Estado pela morte do guerrilheiro. Já em 2008 foi decidido que sua companheira Clara Charf deveria receber pensão vitalícia do governo brasileiro, apesar da não ter solicitado reparação econômica, mas apenas o reconhecimento da perseguição ao militante. Por fim, em 2012, o Ministério da Justiça oficializou a anistia post mortem (após a morte) de Carlos Marighella.


banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
ALERTA DE VAGAS i-close
O que é o Quero Bolsa?Thinking face f5c039d3e92b0c131b3780cdbc1ee3d7966cc05cafc35064b70df0e0e049c24d

O Quero Bolsa é o site que te ajuda a entrar na faculdade! Reunimos todas as informações para você fazer a melhor escolha e garantir uma vaga na faculdade.

Tá esperando o que pra conseguir a sua?

ALERTA DE VAGAS i-close
Veja como é simples! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Preencha os campos abaixo com suas preferências e receba avisos de vagas disponíveis no Quero Bolsa.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você sabia que o Quero Bolsa te ajuda a realizar o sonho de concluir uma graduação?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54