Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
77d3618ff415044f19bb19338727d71e69001001 F195eea9d588d50316253182952267046a5964fe
Profissões

Síndrome de burnout: o que é, sintomas e como tratar

por Natália Plascak Jorge em 20/07/17 120 mil visualizações


Muita gente já deve ter ouvido sobre a síndrome de burnout e até sentido na pele seus efeitos. Sabe aquele cansaço excessivo e estresse prolongado no trabalho? Eles podem ser muito mais do que isso. Podem ser os sintomas dessa síndrome do esgotamento profissional, que, segundo pesquisas realizadas pela Isma-BR (International Stress Management Association no Brasil), atinge 30% dos profissionais brasileiros.

O termo burnout vem do inglês to burn out, queimar por completo. Ou seja, um desgaste que prejudica os aspectos físicos e emocionais da pessoa. Ele foi criado pelo psicanalista americano Herbert Freudenberger, em 1974, para descrever o problema que ele mesmo enfrentava junto com seus colegas.

Profissões mais afetadas

A síndrome de burnout pode afetar qualquer profissão. Grandes candidatos a desenvolver o problema são os famosos workaholics, aquelas pessoas que vivem para o trabalho e possuem níveis de exigência muito altos com ideias perfeccionistas. Profissões que apresentam um impacto direto na vida de outras pessoas podem ser mais afetadas.

Veja se a sua área está na lista:

  • Profissionais da saúde em geral, principalmente, médicos e enfermeiros;
  • Jornalistas;
  • Advogados;
  • Professores;
  • Psicólogos;
  • Policiais;
  • Bombeiros;
  • Carcereiros;
  • Oficiais de Justiça;
  • Assistentes sociais;
  • Atendentes de telemarketing;
  • Bancários;
  • Executivos.

Sintomas da síndrome de burnout

Geralmente, as pessoas que possuem a síndrome sentem fadiga e cansaço constante. Apresentam também distúrbios do sono, dores musculares e de cabeça, irritabilidade,alterações de humor, falhas de memória, dificuldade de concentração,falta de apetite, agressividade, isolamento, depressão, pessimismo e baixa autoestima.

Tratamento

O tratamento da síndrome de burnout envolve antidepressivos e psicoterapia. A recomendação dos especialistas é de que a pessoa repense suas rotinas para melhorar a qualidade de vida com a prática de atividade física regular, exercícios de relaxamento, alimentação saudável, manutenção de hobbies e contato maior com amigos e familiares.

Para controlar a síndrome de burnout

O Dr. Travis Bradberry, co-autor do livro Inteligência Emocional 2.0, tem algumas dicas interessantes para você conseguir superar a síndrome de burnout.

Desconecte-se
Tente não ficar conectado ao trabalho o tempo todo. Estar disponível e ligado 24 horas por dia nos sete dias da semana pode trazer muitos problemas para você.

Preste atenção nos sinais do seu corpo
Muitas vezes, as dores são grandes sinais que o seu corpo está emitindo. Ele está sempre falando alguma coisa, por isso, ouça!

Programe o relaxamento
Planeje-se até mesmo para as horas de descanso. Isso vai contribuir para que esse tempo realmente aconteça e você espere por ele.

Fique longe dos remédios para dormir
O efeito desse tipo de substância pode interferir e alterar os processos do seu cérebro. Por isso, evite o uso desses remédios.

Organize-se
Quando você consegue se organizar, fica mais fácil de lidar com as coisas.

Faça intervalos regulares durante o trabalho
Se você esperar para fazer o intervalo quando já estiver cansado, pode ser tarde demais. Faça pausas de 15 minutos a cada hora focada no trabalho.

Apoie-se no seu sistema de suporte
Momentos com a família e os amigos podem ser ótimos aliados nessa batalha. Eles ajudam você a viver melhor e a se divertir.

E aí? Você já sofreu com a síndrome de burnout? O que ajudou você a superá-la? Compartilhe com a gente nos comentários.

77d3618ff415044f19bb19338727d71e69001001 F195eea9d588d50316253182952267046a5964fe

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
ALERTA DE VAGAS i-close
Para se dedicar integralmente aos estudos é sempre bom economizar.Money c94fde8014ac9b0d5ad05d244e1821fb246018cdc3570b09f72c25fde99f7b1a

Gostaria de ser avisado sempre que uma vaga estiver disponível aqui no site Quero Bolsa?

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você encontra as melhores vagas em diversos turnos, até mesmo ensino a distância.

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Você pretende trabalhar e estudar ao mesmo tempo?
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Basta entrar em contato conosco em até 6 meses após o pagamento, informando seus dados e o motivo da devolução.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2019 CNPJ: 10.542.212/0001-54