Concorra a Bolsas de Estudo 100%
logo
Lista de faculdades Lista de cursos Lista de profissões Revista Quero Central de ajuda

banner image banner image
Universidades

Uninassau conta com 82% de professores negros, quarta maior taxa do Brasil

por Aurilene Candida em 26/11/19

A semana da consciência negra é um período de conscientização sobre a força, resistência e o sofrimento que a população negra viveu no Brasil desde a colonização. A luta que existe em movimentos negros funciona até hoje e tem como um dos objetivos  reeducar a sociedade para que entendam que todos devem ter os mesmos direitos, independentemente da cor da pele.

Mesmo em processo lento, a população negra tem sido inserida e criado seu espaço em universidades e no mercado de trabalho. De acordo com dados do Censo da Educação Superior de 2018, divulgado este ano pelo Ministério da Educação (MEC) e consultados pela Revista Quero, o Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) de Recife conta com representa 82% de professores pretos ou pardos em atividade.

Veja a listaUniversidades com maior representatividade de professores negros do país

Quarta maior taxa do Brasil, o cenário representa o resultado de uma luta diária e que o grito por igualdade racial está sendo cada vez mais ouvido. É importante ver boa parte da sociedade negra sendo incluída em cargos de nível superior. É o momento em que outras pessoas irão se inspirar e se identificar com a conquista que antes era menos possível.

A inclusão da sociedade negra nos espaços acadêmicos, principalmente ocupando cargos de docentes, tem sido nítida mesmo que em processo lento. 

“Eu como negra e professora, servir como inspiração para a população que mais represento é de grande satisfação, mas gostaria que fosse comum. Acredito que a tecnologia tem contribuído para que a sociedade entenda melhor do que se trata os movimentos e a luta e resistência que tanto se fala e permanece até hoje”,  relata a professora de Nutrição da Uninassau, Rebeca Melo.

(Foto: Aurilene Candida)
uninassau
Rebeca Melo, professora do curso de Nutrição da Uninassau

A esperança de não ser julgado ou ter menos direito por causa do tom de pele fica cada vez mais forte. Estudantes enxergam isso e veem seus professores como exemplos.

“Sonho em um dia olhar ao meu redor e ver mais  pessoas negras ocupando cargos que antes não havia tantas possibilidades. Fico triste em saber que um fato histórico permanece até hoje, mas percebo que aos poucos a nossa população tem ganhado voz e ficando resistente a cada dia”, relata Fabiana Maria, estudante de Gastronomia da Uninassau.

Fabiana Maria, estudante de gastronomia da Universidade Maurício de Nassau (Foto: Aurilene Candida)

A Uninassau tem acolhido professores  através de avaliações voltadas para especialidades e habilidades. Os dados divulgados impressionam pela quantidade de docentes negros em atividade na universidade. Essa população por muitas vezes é julgada antes mesmo de poder demonstrar o potencial. A visão da instituição é que a capacidade do profissional é possível e que a cor da pele não interfere no grau da educação.

Mostrando cursos em Veja mais vagas

  • Mensalidades a partir de

    R$ 270,00
    Ver Bolsas

  • {course} {university}

    Mensalidades a partir de R$ 2400/mês

Veja mais cursos

Tags relacionadas:

banner image banner image

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2022 CNPJ: 10.542.212/0001-54