Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Psicologia na CBM - Barão de Mauá

  • 80 disciplinas
  • Bolsas a partir de R$ 14,00
5

Excelente

(6)

Neste momento essa faculdade não é parceira
Desculpe, não temos bolsas disponíveis para esta universidade em nosso site atualmente.

Como é o curso de Psicologia na CBM - Barão de Mauá?

Psicologia é a área de conhecimento que estuda os processos mentais dos seres humanos. Os psicólogos analisam emoções, percepções, desenvolvimento, personalidade e relações sociais. Aplicando teorias e métodos científicos, a psicologia ajuda a resolver problemas individuais e sociais, promove a saúde mental e o bem-estar, e contribui para a melhoria das práticas educacionais e organizacionais.

Resumo do curso

  • Área de conhecimento: Ciências Humanas e Sociais

  • Duração: em média, 5 anos

Qual a grade curricular de Psicologia?

  • Administração de Recursos Humanos I

  • Análise de Dados

  • Análise Experimental do Comportamento

  • Clínica Psicanalítica

Ver 30 disciplinas da grade curricular

Como é a faculdade CBM - Barão de Mauá

Avaliação dos Alunos

5

Excelente

6 avaliações

  • Empregabilidade
    5
  • Estrutura
    5
  • Professores
    5
  • localização
    5

Resumo da faculdade

  • mais de 4.000 alunos matriculados
  • mais de 370 docentes
  • 12 cursos de graduação e 18 de pós-graduação
  • 80 unidades

Dúvidas mais frequentes

A Barão de Mauá tem uma infraestrutura completa, formada por dezenas de laboratórios próprios e também pelo uso, em parceria, de unidades de saúde que são referência em Ribeirão Preto.

O curso de Psicologia forma profissionais aptos a intervir no comportamento humano, com base em conhecimentos teóricos e práticos.

Durante o curso, os estudantes aprendem a analisar o comportamento humano, entender as emoções, identificar transtornos psicológicos e aplicar técnicas terapêuticas para ajudar os indivíduos a lidar com seus problemas.

O curso tem uma duração média de 5 anos e é dividido em disciplinas teóricas e práticas, que abrangem diferentes áreas da psicologia, como psicologia clínica, social, do desenvolvimento, organizacional, entre outras.

As disciplinas teóricas fornecem as bases conceituais e metodológicas necessárias para o entendimento da psicologia, enquanto as disciplinas práticas proporcionam a vivência e a aplicação dos conhecimentos em situações reais.

Além disso, os estudantes de Psicologia têm a oportunidade de realizar estágios em instituições públicas ou privadas, como clínicas, hospitais, escolas e empresas, onde podem aplicar os conhecimentos adquiridos em situações reais de trabalho.

Ao final do curso, os alunos se formam como bacharéis em Psicologia e estão aptos a atuar em diferentes áreas, como clínica, educacional, organizacional, entre outras, seja como profissionais autônomos ou em instituições públicas ou privadas.

No Brasil, a idade mínima para fazer faculdade de Psicologia é de 18 anos. A partir dessa faixa etária, os estudantes podem optar pela realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e outros vestibulares, como forma de ingresso na graduação.

De acordo com as informações do Censo da Educação Superior 2022, o curso de Psicologia está entre os que mais acolhem beneficiários de programas do governo de acesso ao ensino superior, como Fies e Prouni. Em 2022, a área teve 12.639 matrículas de beneficiários do Fies. Além disso, a formação teve 28.115 matrículas dos beneficiários do Prouni no mesmo período. O número corresponde a 6,2% e concede o quinto maior número de matrículas para essa modalidade, atrás de Direito (57.851), Administração (38.166) e Enfermagem (29.778), Pedagogia (29.613).

Quanto tempo dura a faculdade de Psicologia?

A faculdade de Psicologia dura cinco anos, seguindo as diretrizes curriculares do Ministério da Educação (MEC). O curso inclui disciplinas teóricas e atividades práticas que se intensificam a partir do segundo ano.

Confira as últimas notícias sobre Psicologia

Comissão aprova projeto que prevê programa de saúde mental específico para pessoas idosas:

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que prevê a implantação, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de um programa de saúde mental voltado especialmente para a população idosa.

Essas informações foram divulgadas inicialmente pela Agência Câmara de Notícias.

De acordo com a proposta, o programa deverá ser implementado em conformidade com a Lei da Reforma Psiquiátrica e a Lei 8.080/90, que rege o SUS. A iniciativa deve priorizar a população idosa de baixa renda e incluir ações voltadas também para os cuidadores.

O texto determina a realização de campanhas de conscientização e a capacitação de profissionais de saúde, de assistência social e de familiares, visando melhorar o acolhimento e o cuidado de pessoas idosas com transtornos mentais. Os gestores de saúde deverão elaborar um relatório anual das atividades.

A proposta tramita em regime de urgência e ainda será analisada pelas comissões de Saúde; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário da Câmara.

CFP reafirma na Câmara dos Deputados que psicólogas e psicólogos são profissionais da Educação:

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) reiterou seu apoio, na Câmara dos Deputados, à inclusão das(os) psicólogas(os) como parte integrante da equipe educacional da educação básica. Em uma audiência pública realizada na quinta-feira (9/5) pela Comissão de Educação, discutiu-se a inserção de profissionais da Psicologia e do Serviço Social na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), conforme proposto no Projeto de Lei 3.599/2023 em análise na Casa.

A conselheira Raquel Guzzo, representante do CFP, enfatizou a importância de fortalecer a educação pública através da formação de equipes multifuncionais de apoio e acompanhamento nas escolas. Ela destacou que essa medida possibilitaria uma compreensão mais ampla do desenvolvimento escolar das crianças, promovendo uma relação mais próxima com suas famílias, sem recorrer à patologização ou medicalização.

Raquel Guzzo, que também é professora titular e pesquisadora na área da Psicologia Escolar na PUC-Campinas, ressaltou que a educação brasileira enfrenta diversos desafios, e que a presença de profissionais da Psicologia e do Serviço Social, em conjunto com gestores e educadores, pode trazer mudanças significativas para o ambiente escolar.

Ela enfatizou: "Por isso, é fundamental que profissionais da Psicologia e do Serviço Social estejam presentes diariamente na escola, compreendendo os conflitos e a dinâmica escolar. Sem essa participação, a compreensão do contexto escolar fica incompleta".

Comissão de Saúde aprova política de assistência à saúde na rede pública de ensino:

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou um projeto que estabelece a Política Nacional de Saúde na Escola (PNSE). Essa medida visa contribuir para a formação completa dos alunos da rede pública de ensino básico por meio de ações voltadas para prevenção, promoção e atenção à saúde. As informações foram divulgadas pela Agência Câmara de Notícias.

De acordo com o projeto, os objetivos da PNSE incluem proporcionar condições para a formação completa dos alunos, contribuir para a construção de um sistema de cuidado e desenvolvimento social focado na promoção da cidadania e dos direitos humanos, fortalecer o enfrentamento de vulnerabilidades na saúde, cultura, esporte e lazer, e garantir a comunicação e troca de informações entre escolas públicas e os serviços de saúde, cultura, esporte e medidas socioeducativas.

As ações de promoção da saúde podem abranger avaliações diagnósticas, como clínica, nutricional, oftalmológica, auditiva e odontológica, atualização e controle do calendário de vacinação e medidas de peso e altura. Propõe também a educação permanente em saúde com foco em alimentação saudável, prevenção do tabagismo e do consumo de álcool e drogas, redução da morbimortalidade por acidentes e violência, promoção de atividades físicas e controle de fatores de risco de câncer.

Este projeto será agora analisado, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

Psicologia é a área de conhecimento que estuda os processos mentais dos seres humanos. Os psicólogos analisam emoções, percepções, desenvolvimento, personalidade e relações sociais. Aplicando teorias e métodos científicos, a psicologia ajuda a resolver problemas individuais e sociais, promove a saúde mental e o bem-estar, e contribui para a melhoria das práticas educacionais e organizacionais.

A faculdade de Psicologia é uma área acadêmica que estuda aspectos do comportamento humano e das relações interpessoais. Ao longo do curso, os alunos aprendem os principais conceitos do desenvolvimento humano, como a teoria da personalidade, a psicopatologia e a psicoterapia.

Além disso, o programa abrange diferentes áreas de análise, incluindo a psicologia clínica, a psicologia social, a psicologia educacional e a psicopatologia, bem como o desenvolvimento infantil, neuropsicologia e dinâmicas de grupo.

Ao decorrer do curso, os alunos também são ensinados sobre técnicas de avaliação, diagnóstico e tratamento de pacientes, por meio de atividades práticas que permitem a aplicação dos conceitos aprendidos, como a realização de testes psicológicos e o aconselhamento durante o atendimento.

Para complementar o currículo formativo, os alunos cumprem, ainda, uma carga horária destinada ao estágio, adquirindo experiência prática. Os estudantes também são incentivados a participar de atividades de extensão para aprimorar suas habilidades e conhecimentos. A realização de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) também é obrigatória para a obtenção do diploma.

Além da graduação, o campo da Psicologia oferece oportunidades de aprofundamento por meio de programas de pós-graduação, incluindo a especialização em Psicologia e o mestrado em Psicologia, tanto na modalidade presencial quanto à distância (EaD).

A pós-graduação em Psicologia permite que os profissionais já formados expandam seus conhecimentos em áreas específicas, como Psicologia Clínica, Educacional ou Social. Esses cursos geralmente têm duração variável, dependendo da instituição e do tipo de programa.

Existe curso de Psicologia EaD?

A modalidade EaD para o curso de Psicologia é disponibilizada exclusivamente para programas de pós-graduação. Atualmente, a formação em Psicologia está sendo alvo de debates em relação à legalidade do modelo à distância para o nível de graduação. O tema encontra resistência por parte dos conselhos regionais e federal, que participam ativamente da discussão e prezam pela seguridade do modelo presencial de ensino. Para analisar o tema, o Ministério da Educação (MEC) formulou uma série de medidas, como consulta pública. Além disso, no dia 29 de novembro, o órgão suspendeu, por 90 dias, a processo de autorização de graduação em Psicologia à distância, por meio da Portaria Nº 2.041.

Quais são as áreas da Psicologia?

O Conselho Federal de Psicologia reconhece, atualmente, 13 especialidades da Psicologia. São elas:

  • Psicologia Escolar e Educacional: Foca na compreensão e melhoria dos processos de aprendizagem e desenvolvimento em ambientes educacionais.
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho: Examina o comportamento humano no contexto ocupacional, melhorando a produtividade e selecionando os melhores candidatos para determinados cargos.
  • Psicologia de Tráfego: Estuda comportamentos seguros no trânsito, analisando fatores psicológicos que influenciam motoristas e pedestres.
  • Psicologia Jurídica: Aplica princípios psicológicos em contextos legais. Isso inclui avaliações de competência, testemunho em tribunal, perfil criminal e consultoria em casos de custódia.
  • Psicologia do Esporte: Visa otimizar o desempenho de atletas e equipes, abordando aspectos mentais e emocionais.
  • Psicologia Clínica: Foca no diagnóstico, tratamento e prevenção de distúrbios mentais. Os psicólogos clínicos trabalham em vários contextos, incluindo consultórios privados, hospitais e clínicas.
  • Psicologia Hospitalar: Voltada ao apoio psicológico a pacientes hospitalizados, ajudando-os a lidar com doenças, tratamentos e a recuperação.
  • Psicopedagogia: Integra os conhecimentos da psicologia e da educação para entender e intervir nos processos de aprendizagem e desenvolvimento.
  • Psicomotricidade: Estuda a relação entre os movimentos do corpo e a mente, focando no desenvolvimento motor, cognitivo e emocional, principalmente em crianças.
  • Psicologia Social: Investiga como os indivíduos influenciam e são influenciados por outras pessoas e pelo ambiente social.
  • Neuropsicologia: Explora a relação entre o cérebro e o comportamento, investigando como lesões, transtornos e diferenças na estrutura cerebral afetam a cognição e o comportamento.
  • Psicologia em Saúde: Foca na promoção da saúde e no bem-estar, prevenindo doenças e lidando com a psicologia da doença, abordando tanto fatores físicos quanto mentais que podem afetar a saúde.
  • Avaliação Psicológica: Refere-se ao uso de testes e outras ferramentas de avaliação para compreender o comportamento individual, habilidades, traços de personalidade e funcionamento cognitivo.

Caso você tenha dúvidas se o curso de Psicologia é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional para Psicologia da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

Com o Quero Bolsa, entrar na faculdade é muito mais fácilCadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp assim que chegarem novas vagas do seu interesse.
Busque sua vaga
Compare preços e escolha a vaga que cabe no seu bolso
Garanta sua vaga
Pague a taxa de serviço, chamada de pré-matrícula
Estude pagando menos
Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade