Informações
Informações
Envie mensagem ou ligue

Cursos Tecnólogos

Tudo que você precisa saber sobre cursos tecnólogos:
encontre cursos disponíveis, entenda como funcionam, veja as vantagens e desvantagens e solucione todas as suas dúvidas.

Buscar cursos tecnólogos
Digite o nome do curso
Digite as faculdades
Posso pagar até
Encontrar minha bolsa

O que é Curso Tecnólogo?

O curso tecnólogo, ou curso superior de tecnologia, é um tipo de graduação voltada para quem deseja ingressar rapidamente no mercado de trabalho - por isso, também é conhecido como graduação tecnológica. Esta modalidade prepara os estudantes para uma área específica de uma determinada profissão.

Para ingressar em um tecnólogo, o estudante precisa ter certificado de conclusão de Ensino Médio. O curso conta com disciplinas teóricas e práticas e atividades em laboratórios. Muitas vezes, exige estágio obrigatório e/ou apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O modelo de curso foi criado em 1970, em Sorocaba, pela Fatec, e hoje é responsável por mais de 13% das matrículas em graduações presenciais - sem contar EaD - segundo o Censo da Educação Superior do MEC. Como são cursos que se dirigem às necessidades do mercado de trabalho a curto prazo, focado na prática e na experiência, a taxa de empregabilidade dos profissionais formados tecnólogos é de 90%, de acordo com dados de pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Vantagens e Desvantagens

Vantagens
Desvantagens
Check positivo
Possibilidade de estudar a distância;
error
O salário de técnico e tecnólogo geralmente é menor do que um profissional formado em licenciatura ou bacharelado;
Check positivo
Alternativa rápida ingressar no mercado de trabalho;
error
Devido ao foco específico e menos generalista dos cursos, é mais difícil de encontrar emprego em outras áreas.
Check positivo
Diploma válido para todo Brasil;
Check positivo
Demanda menos investimento que uma graduação tradicional.

Diferença das formações

Muitas pessoas ainda confundem os cursos tecnólogos e técnicos. Confira abaixo as principais diferenças entre as duas modalidades e escolha a melhor opção de acordo com os seus objetivos:

Tecnólogo X Técnico

1. Requisitos de Ingresso

Uma diferença totalmente decisiva para os estudantes entre as duas modalidades é o requisito de ingresso. Para inscrever-se em um curso tecnólogo, é necessário que o estudante possua diploma do Ensino Médio. Já para ingressar no curso técnico, é preciso ter diploma do Ensino Fundamental e idade mínima de 16 anos. Sendo assim, o estudante pode fazer um curso técnico enquanto ainda cursa o Ensino Médio ou depois da conclusão.

2. Duração

Curso Tecnólogo: de 2 a 3 anos
Curso Técnico: de 2 meses a 3 anos

3. Nível de formação

O curso tecnólogo é uma modalidade do Ensino Superior, assim como as opções tradicionais de bacharelado e licenciatura. Seu diploma também é válido em todo o território nacional e o único requisito para isso é que o curso seja reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O curso técnico, por sua vez, não possui o peso de uma graduação. Essa modalidade é uma ótima opção para quem ainda tem dúvidas em relação ao curso que deseja fazer na faculdade, já que trata-se de um curso mais rápido, focado no conhecimento prático.

Tecnólogo X Bacharelado e Licenciatura

Outra dúvida bastante comum é a diferença entre o tecnólogo e os tradicionais cursos de bacharelado e licenciatura. As três modalidades possuem peso de nível superior, são reconhecidas pelo MEC e podem ser feitas no regime presencial ou EaD.

Entretanto, algumas características diferenciam esses cursos e uma delas é o tempo de duração. Enquanto o bacharelado e a licenciatura podem durar entre 4 e 6 anos, o tecnólogo tem entre 2 e 3 anos de duração.

Outra grande diferença pode ser encontrada na grade curricular. O bacharelado é um curso mais amplo e conta com disciplinas teóricas e práticas. Esta característica interfere, inclusive, na nomenclatura dos cursos. Um exemplo é o curso de Comunicação Social, que conta com diferentes habilitações, como Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

Já o curso tecnólogo apresenta uma grade mais objetiva e prática, direcionando o profissional para uma área de interesse específica. Neste caso, cursos relacionados à Comunicação Social seriam Fotografia e Produção Publicitária, por exemplo.

A licenciatura, por sua vez, é ideal para quem tem o objetivo de ensinar seu ofício, isto é, para quem deseja ser professor de Ensino Fundamental e/ou de Ensino Médio.


Afinal, tecnólogo é considerado graduação?

Mesmo com todas as diferenças citadas acima, o tecnólogo é considerado graduação e é reconhecido em todo território nacional e, assim como bacharelado e licenciatura, o tecnólogo pode ser feito de maneira presencial ou EaD.

Quem fez curso tecnológico pode fazer pós-Graduação e MBA?

Sim! Como o tecnólogo é considerado um curso de nível superior, o profissional formado pode cursar pós-graduação lato sensu (especialização) e stricto sensu (mestrado e doutorado), bem como um MBA.

Áreas de estudo

Atualmente, o Ministério da Educação divide os cursos tecnólogos em 13 áreas do conhecimento, também chamadas de ‘’eixos tecnológicos’’:

  1. Ambiente e Saúde
  2. Controle e Processos Industriais
  3. Desenvolvimento Educacional e Social
  4. Gestão e Negócios
  5. Informação e Comunicação
  6. Infraestrutura
  7. Militar
  8. Produção Alimentícia
  9. Produção Cultural e Design
  10. Produção Industrial
  11. Recursos Naturais
  12. Segurança
  13. Turismo, Hospitalidade e Lazer
Com o Quero Bolsa, estudar na faculdade é muito mais fácil!
Cadastre-se e receba alertas por e-mail e WhatsApp quando chegarem novas bolsas do seu interesse.
Com o Quero Bolsa, estudar na faculdade é muito mais fácil!

Encontre sua bolsa de estudo

1
Busque informações sobre cursos, faculdades e preços em um só lugar.
Você pode informar a sua localização e a gente mostra quais bolsas de estudo estão mais próximas a você.

Faça sua pré-matrícula online para garantir sua bolsa

2
Encontrou a melhor opção? Inscreva-se e garanta sua bolsa com o pagamento da pré-matrícula.
Você pode pagar no boleto ou parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito.

Economize até o fim do curso sem precisar renovar a bolsa!

3
É só passar no processo seletivo da faculdade e concluir a matrícula apresentando o seu CPF.
Fique atento às regras da bolsa e leve os documentos necessários para a matrícula.
Personagem Quero Bolsa