Ajuda
Como funciona
0800 123 2222

0800 123 2222

Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h

Aceitamos ligação de celular.

Prouni 2017 - Guia completo


O Prouni (Programa Universidade Para Todos) é um programa criado pelo MEC que fornece bolsas de estudo parciais e integrais em instituições de ensino particulares, para estudantes de baixa renda, sem diploma de nível superior. A finalidade do projeto é ampliar o acesso à educação de nível superior para a população de baixa renda.


Como funciona o Prouni?

O Prouni abre inscrições duas vezes ao ano, comumente no início de cada semestre letivo, e seleciona os candidatos levando em consideração os cursos desejados, a nota obtida no Enem e a renda familiar per capita. Os candidatos selecionados recebem bolsas de estudo de 50% ou 100% em universidades privadas, durante todo o curso.

O processo seletivo do Prouni segue o mesmo padrão já conhecido no Sisu e Sisutec. Para participar basta realizar a inscrição em uma única etapa, inteiramente online e gratuita, selecionar duas opções de curso em ordem de preferência e acompanhar nos dias de inscrição a evolução da nota de corte, que é atualizada sempre às 9 horas da manhã.

É possível alterar os cursos desejados todos os dias até o fim do prazo de inscrição, procurando aqueles em que sua nota seja superior à nota de corte.


Quem pode participar do Prouni?

A participação no Prouni é limitada aos candidatos que se encaixam no perfil socioeconômico de baixa renda, público-alvo do programa. Para participar é necessário se enquadrar em alguma dessas condições:

  • Ter cursado todo o Ensino Médio em Escola Pública;

Para se enquadrar nessa categoria é necessário ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública, ou privada em condição de bolsista integral, ou ainda, ter cursado parte do Ensino Médio em escola pública e parte em instituição privada com bolsa de 100%. Além disso, é necessário comprovação de renda familiar bruta per capita que atenda ao critério socioeconômico.

  • Possuir alguma deficiência;

No caso dos candidatos com alguma deficiência, é necessário apresentar comprovação no ato da matrícula, juntamente com um comprovante de que atende ao critério socioeconômico do programa.

  • Ser professor da rede pública de ensino.

A participação de professores da rede pública é assegurada pelo programa, e não necessita da comprovação de renda. Entretanto, só é permitida a inscrição nesta modalidade para os cursos de licenciatura (matemática, química, física, biologia, história, geografia, português) e pedagogia, para professores no exercício do magistério e que componham o quadro de funcionários efetivos da escola.


Além destes critérios, é necessário atingir a nota mínima exigida pelo MEC de 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento da prova do Enem, com pontuação superior a zero na redação.

Critério socioeconômico

Para se inscrever no Prouni não basta apenas cumprir um dos requisitos citados acima - nos casos em que a condição era determinada pelo Ensino Médio ou por ser portador de deficiência - também é necessário comprovar a renda familiar bruta per capita.

Se o valor for inferior a 1,5 salário mínimo, você é elegível para a modalidade de bolsas 100% (integrais), se o valor for superior a 1,5 e inferior a 3 salários mínimos, você pode aplicar para bolsas parciais de 50%.

Como calcular a renda familiar bruta per capita?

Primeiramente, é calculada a renda familiar total, em que se soma a renda individual de todas as pessoas que moram na mesma casa. Em seguida, é só dividir o valor pelo total de moradores da residência.

Se o valor obtido for inferior a 3 salários mínimos, e se os outros critérios forem cumpridos, você é elegível para participar do processo seletivo.

Para mais informações veja: Quem pode participar do Prouni?


Quais os tipos de bolsa oferecidos?

São oferecidas bolsas integrais e parciais para todos os cursos de graduação disponíveis nas faculdades participantes do Prouni. Sendo que as parciais são destinadas aos candidatos com renda superior a 1,5 salário mínimo, e inferior a 3; e as bolsas integrais para candidatos com renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo.

Aos professores do ensino público que participam do Prouni, também são oferecidas bolsas de 50% e 100%, entretanto essas são válidas apenas para cursos de pedagogia e licenciaturas.

Apoio complementar pelo Fies

Para os alunos de faculdades privadas que já utilizam o benefício do Prouni de 50% e que não possuem condições de custear a outra metade da mensalidade, é permitida a participação no Fies para aquisição de um financiamento estudantil de 50%.

Para saber mais sobre como realizar a inscrição nesta modalidade, acesse o site oficial do Fies.


Como se inscrever no Prouni?

A inscrição do Prouni é realizada em uma única etapa, online, no site oficial do programa. Para participar, basta acessar o site nos dias estabelecidos pelo edital e efetuar o cadastro.

É importante ter em mãos o seu CPF e senha de inscrição do Enem do ano anterior, além de algum tempo disponível para responder o questionário sobre sua situação socioeconômica.

Para garantir que todos os interessados possam se inscrever no Prouni, é assegurado pelo programa que todas as instituições participantes devem oferecer acesso gratuito à internet para que o candidato possa realizar sua inscrição.

Caso precise de ajuda para concluir o cadastro, você pode acessar o nosso manual passo-a-passo sobre como realizar sua inscrição do Prouni.


Cronograma do Prouni

O cronograma do Prouni é liberado no site e no aplicativo oficial. Por meio dele é possível acompanhar as principais datas e evitar perder o período de inscrição, a data da divulgação dos resultados e o prazo para a pré-matrícula e confirmação dos dados fornecidos no ato da inscrição.


Aplicativo oficial Prouni

Com o aplicativo do Prouni é possível receber notificações quando as datas importantes se aproximarem, ou quando as notas de corte do seu curso forem atualizadas. Além disso é possível simular a sua nota com base na pontuação obtida no Enem, e até mesmo verificar todas as bolsas disponíveis por modalidade, curso, nota de corte e município.

É importante lembrar que este aplicativo serve apenas para realizar consultas sobre a situação de inscrição, mas que a mesma deve ser realizada somente no site oficial no período estipulado no edital do ano vigente.

Para ter toda esta comodidade no seu smartphone ou tablet basta baixar o aplicativo, que já está disponível nas lojas de aplicativo da Apple, Android e Windows.


Quais faculdades participam do Prouni?

A cada ano, cresce o número de instituições participantes do Prouni, e por isso não há uma lista fixa. O site oficial libera uma lista de participantes durante o período de inscrição, basta acessar a aba “faculdades participantes” para ficar por dentro.

Uma outra opção é verificar no aplicativo oficial do Prouni, lá você pode procurar por município, curso, nota de corte e turno.


O que é a nota de corte do Prouni?

A nota de corte é igual à nota do último candidato que seria aprovado naquele curso. Essa nota é calculada automaticamente pelo sistema todos os dias, levando em consideração o número de vagas por categoria de concorrência e a nota dos candidatos que se inscreveram.

Sabendo a nota de corte, é possível ter uma ideia da nota mínima para tentar conseguir uma bolsa naquela modalidade, naquele curso.

É muito provável que a nota de corte mude drasticamente entre o primeiro e último dia de inscrição, por isso é importante estar sempre atento e ficar de olho nas atualizações que são lançadas no início de cada dia. Assim, caso haja uma alteração e a nota de corte se torne superior à sua nota, é possível trocar de curso e garantir a sua bolsa.

É possível ter uma ideia de qual será a nota de corte de um curso com base na média dos anos anteriores. Para simplificar isso nós do Quero Bolsa disponibilizamos um simulador de notas de corte inteiramente gratuito.

Para utilizar esse recurso basta inserir a nota obtida no Enem, o curso desejado e a sua localidade. Você também pode pesquisar algum curso específico acessando a página de Notas de Corte do Prouni.


Sistema de cotas no Prouni

O sistema de reserva de vagas do Prouni garante o acesso de pretos, pardos e indígenas (nomenclaturas utilizadas pelo MEC) às bolsas, tendo um número selecionado de vagas equivalente ao número de pretos, pardos e indígenas registrado no último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no município.

Para concorrer na modalidade de reserva de vagas, também é necessário atender aos outros critérios estipulados pelo programa.


Resultados do Prouni

O resultado do Prouni começa a ser calculado logo após o encerramento do prazo de inscrição. Os candidatos são colocados em ordem de acordo com a nota do Enem obtida. As vagas são preenchidas em ordem decrescente, em que a nota mais alta obtém o primeiro lugar, até que a última vaga seja preenchida.

Assim como no Sisu, os candidatos que optarem pela reserva de vagas irão concorrer apenas com as pessoas da mesma modalidade.

Os candidatos que forem aprovados na primeira opção de curso não poderão concorrer à segunda opção. Só podem concorrer para a segunda opção de curso os candidatos que não foram selecionados para a primeira.

Segunda chamada do Prouni

A segunda chamada é liberada após o período de matrícula dos selecionados na primeira chamada do Prouni. Nesta, a convocação de candidatos é menor por ofertar apenas vagas remanescentes da primeira matrícula.

O candidato selecionado na segunda chamada pode realizar a matrícula na instituição em que foi selecionado no período indicado pelo cronograma. Os que não foram selecionados podem optar por manifestar interesse na Lista de Espera e aguardar o resultado.

Lista de espera do Prouni

A convocação da Lista de Espera do Prouni é a última que ocorre, e seleciona os candidatos que não foram selecionados nas chamadas regulares. Para manifestar interesse em participar, o candidato deve acessar a página do Prouni dentro do prazo estipulado no cronograma e no edital.

Para participar da lista de espera da primeira opção de curso, o candidato não pode ter sido selecionado nas chamadas regulares, ou deve ter sido rejeitado por falta de turma no período de pré-matrícula.

Já no processo seletivo para a segunda opção de curso, o candidato deve ter sido rejeitado nas chamadas regulares por falta de bolsas disponíveis ou pela não formação de turmas para a primeira e segunda opção de curso.

Como ver o resultado do Prouni?

Para saber se foi selecionado, basta acessar o site oficial na data estipulada no cronograma ou no edital do programa, e clicar na aba “ver resultado”. O candidato será redirecionado para uma lista com todos os classificados. É possível adicionar filtros e buscar por curso, município, turno e tipo de bolsa. Lembre-se de conferir suas duas opções de curso.

As instituições participantes do Prouni também divulgam o resultado da seleção. Basta entrar em contato com a secretaria da instituição para verificar se foi um dos selecionados para bolsa.

Também é possível conferir o resultado por telefone, ligando para 0800-616161.


Quais os critérios de desempate do Prouni?

O Prouni utiliza a nota do Enem para selecionar os bolsistas e, por isso, o principal método de desempate se dá pela nota nas diferentes áreas de conhecimento avaliadas.

O primeiro critério é a maior nota na prova de redação e em seguida a maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias. Se ainda houver empate, o próximo critério é a maior nota na prova de matemática e suas tecnologias, seguida pela nota de ciências da natureza e suas tecnologias, e, por último, a maior nota da prova de ciências humanas e suas tecnologias.


Documentos necessários para a matrícula

Após conferir o resultado da seleção, seja pelas chamadas regulares ou pela lista de espera, o candidato deve dirigir-se à instituição na qual foi aprovado portando os documentos para realizar a pré-matrícula.

Algumas instituições restringem o período de matrícula a um dia por curso, a fim de organizar melhor o processo. Por isso, é importante ligar na secretaria da faculdade e conferir o período para não perder o prazo.

Outra dica valiosa é estar ciente de que a instituição pode exigir documentos complementares para comprovação de renda, deficiência, escolaridade ou de cotas, por isso se adiante e tente conseguir todos os documentos possíveis.

No caso do candidato que não entregar a documentação completa antes do prazo de encerramento da pré-matrícula, o benefício da bolsa é cancelado e passado para outra pessoa na próxima chamada.

Para mais informações acesse nossa página de Documentos Necessários para o Prouni


Sisprouni

Ao ser aceito como bolsista pela instituição e pelo Prouni, o candidato é cadastrado no Sisprouni, o Sistema informatizado do Prouni, que contém todas as informações sobre os bolsistas e as instituições participantes do programa.

Por meio deste recurso, o MEC pode ter acesso a todos os dados em tempo real. É possível, por exemplo, verificar se os estudantes cadastrados tem frequentado as aulas, o histórico do aluno e se tem sido aprovado em pelo menos 75% das matérias do período letivo.

É pelo Sisprouni que o coordenador da instituição faz a atualização do cadastro do bolsista, garantindo a permanência da bolsa.


Cancelamento da bolsa pelo Prouni

Caso o aluno não cumpra com seus deveres, está sujeito ao cancelamento de sua bolsa de estudos. Como em casos de:

  • Abandono do período letivo;

  • Aproveitamento inferior a 75% das matérias cursadas por período letivo;

  • Não pagamento da parcela não coberta pela bolsa no caso de bolsistas parciais;

  • Afastamento não justificado.

Estas e outras informações sobre a bolsa do Prouni, podem ser conferidas no manual do bolsista divulgado pelo MEC.


Bolsa permanência

A bolsa permanência é um benefício concedido aos alunos com bolsa integral no Prouni, no valor de uma bolsa de iniciação científica. O auxílio tem como objetivo ajudar os alunos a custear as despesas do curso, como com transporte e material didático.

Para consultar o valor da bolsa permanência, consulte o edital disponibilizado no site do Ministério da Educação.

Quem tem direito à bolsa permanência?

A bolsa permanência é concedida aos bolsistas integrais do Prouni que estejam matriculados em cursos de ensino superior com carga horária média superior a 6 horas diárias, presenciais e com período mínimo de 6 meses.

Como calcular a carga horária média?

A carga horária média é calculada utilizando a carga horária mínima (em horas) para completar o curso, o número de dias letivos (em dias), e o tempo mínimo para concluir o curso (em anos).

Para realizar o cálculo basta dividir a carga horária mínima pela multiplicação do tempo mínimo pelo número de dias letivos. Se o resultado for superior ou igual a 6, você tem direito à bolsa permanência.

Como conseguir a bolsa permanência?

Para conseguir a bolsa permanência é necessário estar atento ao edital disponibilizado no site do MEC e cumprir as exigências. A seleção é feita todos os meses, no início do mês. Para maiores informações, busque a secretaria ou a coordenação da sua instituição de ensino.

Encerramento da bolsa permanência

Assim como a bolsa do Prouni, a bolsa permanência depende de alguns requisitos dos candidatos para continuar sendo distribuída. A bolsa pode ser cortada a qualquer momento pelo MEC ou pela instituição de ensino caso:

    • O aluno solicite transferência para um curso que não tenha carga horária média diária igual ou superior a 6 horas;

    • A bolsa do Prouni seja encerrada;

    • Seja comprovado que o dinheiro do auxílio está sendo utilizado com outra finalidade que não custear as despesas educacionais;

    • Se comprove que o estudante mentiu e/ou omitiu informações para conseguir a bolsa;

    • O estudante bolsista solicite o desligamento.


Diferenças entre Sisu e Prouni

Apesar de o Sisu e o Prouni terem métodos de seleção muito parecidos, eles são completamente diferentes. Enquanto o Sisu seleciona candidatos para ocuparem vagas em cursos de graduação em instituições públicas, o Prouni oferece bolsas de estudo para candidatos que queiram ingressar em uma instituição de ensino superior privada.

Além disso, o Sisu não apresenta restrição de renda, diferentemente do Prouni que seleciona candidatos com renda de até 3 salários mínimos por pessoa.

Para obter mais informações acesse nosso Guia do Sisu.


Diferenças entre Fies e Prouni

Assim como o Prouni e o Sisu, o Fies também é um programa do governo. No entanto, o modelo de seleção é um pouco diferente, bem como o objetivo do programa.

Tanto o Fies quanto o Prouni são destinados ao público com baixa renda e, enquanto o segundo oferece bolsas de estudo, o primeiro trabalha oferecendo financiamento estudantil, para custear os gastos com o curso superior.

Com o financiamento do Fies, o estudante passa toda a graduação com a mensalidade paga pelo governo e só paga os juros do financiamento a cada 3 meses. Sendo que valor dos juros não ultrapassa R$ 150,00.

Após formado pelo Fies, o aluno passa os primeiros anos pagando apenas os juros e pode parcelar o valor das mensalidades em até 3 anos.

Já o Prouni é inteiramente gratuito e o bolsista não precisa retribuir o valor das mensalidades ao governo.

Para obter mais informações acesse nosso Guia do Fies.


Diferenças entre Quero Bolsa e Prouni

O Quero Bolsa é uma iniciativa privada que oferece bolsas de estudo, enquanto o Prouni é um programa do governo com a mesma finalidade.

Para conseguir uma bolsa pelo Quero Bolsa não é necessário participar de um processo seletivo, não é necessário ter realizado o Enem do ano anterior e não é preciso comprovar renda. Basta escolher a bolsa que você deseja, pagar uma taxa única e realizar sua pré-matrícula online.

Já para o Prouni é necessário realizar o Enem, obter uma boa pontuação, passar pelo processo seletivo e comprovar renda. As bolsas do Quero Bolsa são garantidas até o final do curso.

Acesse o Quero Bolsa e procure uma bolsa de estudos para o curso desejado.

Mais vantagens do Quero Bolsa

Nosso objetivo é conseguir levar cada vez mais alunos para as salas de aula de cursos superiores e, por isso, sempre criamos um novo jeito de te ajudar. Foi com este intuito que criamos o Quero Pontos. Com esse programa, você acumula pontos que podem ser trocados por mensalidades.

Para ganhar pontos, basta indicar o Quero Bolsa aos seus amigos. Você pontua a cada pré-matrícula realizada. Saiba mais sobre o programa aqui: Quero Pontos.

Além de indicar amigos, você pode participar como Guia da Faculdade, escrevendo posts para a nossa Revista QB. Você pode escrever sobre o seu curso ou faculdade e ganhar pontos. Saiba mais sobre o programa aqui: Guia da Faculdade.

O Quero Bolsa ajuda estudantes a encontrar e pagar sua faculdade

O Quero Bolsa é um serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e economizar nas mensalidades. Através do nosso site você consegue bolsas de estudos parciais em mais de 1200 universidades parceiras. Basta fazer a pré-matrícula no site para garantir um desconto até o fim do curso!
Você encontra sua bolsa e faz a pré-matrícula na hora
Sua Bolsa vale até o fim do curso
Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta