Logo da Quero Bolsa
Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Prouni 2024 - Guia Completo

O Prouni (Programa Universidade Para Todos) é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC) que fornece bolsas de estudo parciais e integrais em instituições de ensino particulares, para estudantes de baixa renda e sem diploma de nível superior. A finalidade do projeto é ampliar o acesso à educação de nível superior para a população.

Podem participar do Prouni os estudantes que tenham realizado uma das duas últimas edições do Enem, obtido nota igual ou superior a 450 na prova e não tenham zerado a redação. Além disso, é necessário atender ao critério socioeconômico, que é de um salário mínimo e meio para bolsas integrais e até três salários mínimos para bolsas parciais.

De acordo com o MEC, o  processo seletivo do primeiro Prouni de 2024 será constituído por duas chamadas sucessivas. Os resultados com a lista dos candidatos pré-selecionados estarão disponíveis no Portal Único de Acesso em 6 de fevereiro (primeira chamada) e 27 de fevereiro (segunda chamada).

Neste guia, você vai encontrar:

Confira as últimas notícias sobre o Prouni

MEC adia divulgação dos resultados da 2ª chamada do Prouni para quarta-feira

O Ministério da Educação adiou para esta quarta-feira, 28 de fevereiro, a divulgação dos nomes dos candidatos pré-selecionados para a segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni), referente ao processo de 2024. O portal Exame veiculou primeiramente o ocorrido

Anteriormente, a liberação da lista estava prevista para terça-feira, 27. Nas redes sociais, estudantes reclamaram do atraso e questionaram que o MEC não divulgou nenhum aviso oficial sobre o adiamento.

A primeira chamada do Prouni foi realizada em 6 de fevereiro.

Paraná teve mais de 13 mil pré-selecionados no Prouni; segunda chamada sai no dia 27 de fevereiro

Na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) do primeiro semestre de 2024, o estado do Paraná teve 13.684 estudantes pré-selecionados. O Programa recebeu 31.042 inscrições de 66.032 inscritos no Paraná, pois cada candidato podia escolher até dois cursos para concorrer às 36.055 bolsas ofertadas no estado. Esses números foram divulgados em 8 de fevereiro pelo Ministério da Educação (MEC).

As instituições tinham até 23 de fevereiro para registrar a aprovação ou reprovação dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada no Sistema do Prouni (SisProuni). Durante o mesmo período, também devem emitir os respectivos Termos de Concessão de Bolsa ou Termos de Reprovação.

O processo seletivo do Prouni 2024/1 consiste em duas chamadas sucessivas, sendo que a segunda está programada para o dia 27 de fevereiro.

Como funciona o Prouni?

O Prouni abre inscrições duas vezes ao ano, normalmente, no início de cada semestre letivo. A seleção dos candidatos leva em consideração os cursos desejados, a nota obtida no Enem e a renda familiar per capita de cada concorrente. Os candidatos selecionados recebem bolsas de estudo de 50% ou 100% em universidades privadas, durante todo o curso.

Os estudantes que desejam participar do programa, poderão aplicar as notas do Enem referente às duas últimas edições da prova (2022 e 2023), em busca de bolsas e descontos em instituições de ensino superior particulares.

O processo seletivo do Prouni segue o mesmo padrão já conhecido no Sisu e Sisutec. Para participar basta realizar a inscrição em uma única etapa, inteiramente online e gratuita, selecionar duas opções de curso em ordem de preferência e acompanhar a evolução da classificação parcial do candidato, que é atualizada nos dias de inscrição.

Prouni inscrições

Foto: Agência Brasil

Leia também: Mudanças no Prouni: entenda tudo sobre a nova lei

O que é a nota de corte do Prouni?

nota de corte é igual à nota do último candidato que seria aprovado naquele curso. Essa nota é calculada automaticamente pelo sistema todos os dias, levando em consideração o número de vagas por categoria de concorrência e a nota dos candidatos que se inscreveram.

Sabendo a nota de corte, é possível ter uma ideia da nota mínima para tentar conseguir uma bolsa naquela modalidade, naquele curso.

É muito provável que a nota de corte apresente variações entre o primeiro e último dia de inscrição, por isso, é importante estar sempre atento em sua classificação geral. Assim, caso haja uma alteração e a nota de corte se torne superior à sua nota, é possível trocar de curso e garantir a sua bolsa.

É possível ter uma ideia de qual será a nota de corte de um curso com base na média dos anos anteriores. Para simplificar, nós da Quero Bolsa disponibilizamos um simulador de notas de corte inteiramente gratuito.

Para utilizar esse recurso basta inserir a nota obtida no Enem, o curso desejado e a sua localidade. Você também pode pesquisar algum curso específico acessando a página de Notas de Corte do Prouni.

Veja também: O Simulador de Notas de Corte Enem e Sisu da Quero Bolsa. Você calcula sua nota do Enem e descobre as melhores opções de cursos e faculdades para você. A simulação é gratuita e rápida de realizar! Não deixe de conferir!

Quem pode participar do Prouni?

Para concorrer às bolsas disponíveis pelo Prouni, é necessário estar de acordo com algumas condições estabelecidas pelo programa. O candidato deve cumprir um dos requisitos abaixo:

  • Para participar do processo seletivo do Prouni, é necessário que o candidato: 

    • tenha participado da edição de 2022 ou de 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); 

    • tenha, cumulativamente, obtido nota igual ou superior a 450 pontos na média das cinco provas do Enem; 

    • tenha tirado nota acima de zero na prova de redação; 

    • e não tenha participado do referido exame na condição de treineiro (candidato que não concluiu o ensino médio e participa do exame para fins de autoavaliação).  

     Além disso, é preciso atender a pelo menos uma das seguintes condições: 

    • ser pessoa com deficiência, na forma prevista na legislação; 

    • ser professor da rede pública de ensino, exclusivamente para os cursos de licenciatura e pedagogia destinados à formação do magistério da educação básica, conforme disposto no Decreto n. 5.493/2005; ou 

    • ter cursado o ensino médio integralmente em escola da rede pública;

    • ou ter estudado o ensino médio integralmente em instituição privada na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

    • ou ter realizado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

    • ou ter estudado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada na condição de bolsista parcial da respectiva instituição ou sem a condição de bolsista;

    • ou ter feito o ensino médio integralmente em instituição privada na condição de bolsista parcial da respectiva instituição ou sem a condição de bolsista. 

Atender ao critério socioeconômico

Para se inscrever no Prouni não basta apenas cumprir um dos requisitos citados acima - nos casos em que a condição é determinada pelo Ensino Médio ou por ser portador de deficiência. Também é necessário comprovar a renda familiar bruta per capita.

Se o valor for inferior a 1,5 salário mínimo, você está elegível para a modalidade de bolsas 100% (integrais), se o valor for superior a 1,5 e inferior a 3 salários mínimos, você pode aplicar para bolsas parciais de 50%.

Leia também: Cotas Raciais: entenda tudo sobre o tema 

Como calcular a renda familiar bruta per capita?

Primeiramente, é calculada a renda familiar total, em que se soma a renda individual de todas as pessoas que moram na mesma casa. Em seguida, é só dividir o valor pelo total de moradores da residência.

Se o valor obtido for inferior a 3 salários mínimos, e se os outros critérios forem cumpridos, você está elegível para participar do processo seletivo.

Para mais informações veja: Quem pode participar do Prouni?

Encontre a faculdade certa com a gente

Somos serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e a economizar nas mensalidades. Por meio do nosso site, você consegue vagas em mais de 1100 faculdades.

  • Você encontra sua vaga
  • A bolsa vale até o final do curso
  • Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta

Até quanto pode pagar?

R$ 5.000
Ver bolsas disponíveis

Quais são os tipos de bolsa oferecidos?

São oferecidas bolsas integrais e parciais para todos os cursos de graduação disponíveis nas faculdades participantes do Prouni. As parciais são destinadas aos candidatos com renda superior a 1,5 salário mínimo e inferior a 3; as bolsas integrais são exclusivas para candidatos com renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo.

  • integrais, no caso em que a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 1,5 (um vírgula cinco) salário-mínimo; ou
  • parciais, no caso em que a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 (três) salários mínimos.

Aos professores do ensino público, que participam do Prouni, também são oferecidas bolsas de 50% e 100%. Entretanto essas são válidas apenas para cursos de Pedagogia e Licenciaturas.

Apoio complementar pelo Fies

Para os alunos de faculdades privadas que já utilizam o benefício do Prouni de 50% e, que não possuem condições de custear a outra metade da mensalidade, é permitida a participação no Fies para aquisição de um financiamento estudantil de 50%.

Para saber mais sobre como realizar a inscrição nesta modalidade, acesse o site oficial do Fies.

Como se inscrever no Prouni?

Para se inscrever, o participante precisa ter o cadastro no login único do governo federal e criar uma conta no gov.br.

O prazo para os interessados em participar do processo seletivo do primeiro semestre de 2024 do Prouni será ampliado em um dia. As inscrições vão terminar às 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira, 2 de fevereiro, pelo Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Caso já esteja cadastrado, basta realizar o login com o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a senha. As inscrições no Prouni são gratuitas e devem ser efetuadas, exclusivamente, pela internet, no Portal Acesso Único. 

No momento da inscrição, é preciso: 

  • informar endereço de e-mail e número de telefone válidos; preencher dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar;
  • e selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis, conforme a renda familiar bruta mensal per capita do candidato 
  • e a adequação aos critérios da Portaria Normativa MEC n. 1, de 2015. 

Posteriormente, o candidato preencherá dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar. Por fim, ele vai selecionar, em ordem de preferência, até 2 (duas) opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis

Para garantir que todos os interessados possam se inscrever no Prouni, é assegurado pelo programa que todas as instituições participantes devem oferecer acesso gratuito à internet para que o candidato possa realizar a inscrição.

Vale relembrar que somente poderá se inscrever no processo seletivo do Prouni, referente ao ano de 2024, o candidato que:

  1. Tenha participado da edição de 2022 ou de 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem
  2. Tenha obtido nota igual ou superior a 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos na média das cinco provas do Enem e nota acima de zero na prova de redação
  3. Não tenha participado do referido Exame na condição de "treineiro".

Calendário do Prouni 2024

O cronograma do Prouni é liberado no site e no aplicativo oficial. Por meio dele, é possível acompanhar as principais datas e o período de inscrição, a data da divulgação dos resultados e o prazo para a pré-matrícula e confirmação dos dados fornecidos no ato da inscrição.

De acordo com a Revista Quero, confira o calendário do Prouni 2024:

  • Divulgação do edital: 17 de janeiro de 2024
  • Consulta de bolsas: 19 de janeiro de 2024
  • Inscrições: 29 de janeiro até 2 de fevereiro de 2024
  • Resultado da primeira chamada: 6 de fevereiro de 2024
  • Resultado da segunda chamada: 27 de fevereiro de 2024
  • Entrega da documentação na Instituição de Ensino Superior (1ª chamada): 6 a 20 de fevereiro de 2024
  • Entrega da documentação na Instituição de Ensino Superior (2ª chamada): 27 de fevereiro a 7 de março de 2024
  • Manifestação de interesse na lista de espera: 14 e 15 de março de 2024
  • Resultado da lista de espera: 18 de março de 2024

Quais faculdades participam do Prouni?

A cada ano, cresce o número de instituições participantes do Prouni, por isso não há uma lista fixa. O site oficial libera uma lista de participantes durante o período de inscrição, basta acessar a aba “faculdades participantes” para ficar por dentro.

Como saber a nota de corte do Prouni?

Para saber a nota de corte do curso, acesse o site do programa e consulte essa informação no quadro onde estão descritas as suas duas opções de curso. A nota de corte aparece em vermelho, logo abaixo dos dados de cada curso. Essa nota é calculada uma vez ao dia pelo sistema, durante o período de inscrições, e considera o número de bolsas disponíveis e o total de inscritos no curso, por modalidade de concorrência.

É importante lembrar que a nota de corte é a menor nota para ficar entre os possíveis pré-selecionados a uma vaga.

Se você está ansioso e quer ter uma estimativa de nota de corte do Prouni o quanto antes, a Quero Bolsa tem uma ferramenta gratuita que simula em quais cursos e faculdades você conseguiria entrar, levando em conta as notas de corte dos anos anteriores.

Para isso, acesse o Simulador de Nota de Corte do Enem. Se preferir fazer pesquisas por curso ou faculdade específica, utilize a página de Notas de Corte do Prouni.

O Prouni não terá mais notas parciais?

Desde a edição 2022.2 do Prouni, a divulgação da nota de corte parcial foi substituída pela classiificação geral do candidato em relação aos concorrentes diretos do mesmo. Ou seja, a plataforma do Prouni aponta a classificação de candidatos de igual perfil, que selecionaram as mesmas opções no ato da inscrição.

A Revista Quero publicou uma matéria explicando a alteração das notas de corte do Prouni. Confira!

Quais são os cursos com a menor nota de corte no Prouni?

Com base em dados do Ministério da Educação (MEC), preparamos uma lista com alguns cursos que tiveram as menores notas de corte do Prouni da edição de 2019. A média das notas de corte de cada um deles não ultrapassou os 550 pontos.

Lembrando que as notas podem variar de acordo com o tipo de bolsa escolhida (parcial ou integral), instituição, turno, modalidade e concorrência (ampla ou cotas).

Cursos com as notas de corte mais baixas em Ampla Concorrência:

  • Bacharelado: Administração Pública; Comunicação Social - Radialismo; Dança; Engenharia Cartográfica e de Agrimensura; Teologia; Ontopsicologia.

  • Licenciatura: Ciências da Religião; Educação Artística; Educação Especial; Pedagogia; Sociologia.

  • Tecnológico: Agroindústria; Mídias Sociais; Serviços Penais; Sistemas Biomédicos; Viticultura e Enologia;

Cursos com as notas de corte mais baixas em Cotas:

  • Bacharelado: Engenharia de Automação e Sistemas; Engenharia de Pesca; Engenharia de Petróleo e Gás; Gerontologia.

  • Licenciatura: Educação Especial; Geografia; Letras; Pedagogia; Psicopedagogia.

  • Tecnológico: Agroindústria; Gestão de Agronegócios; Gestão de Turismo Receptivo; Gestão em Logística; Paisagismo.

Para consultar a nota de corte desses e de outros cursos, acesse a ferramenta gratuita Notas de Corte do Prouni do Quero Bolsa.

Quais são os cursos com mais beneficiários no Prouni na rede privada?

De acordo com o Censo da Educação Superior 2022, confira os 20 cursos com mais beneficiários no Prouni na rede privada. Veja as informações sobre os cursos, grau e número de matrículas, de acordo com o levantamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Número de alunos matriculados na rede privada de educação superior que possuem Prouni 

O Censo da Educação Superior 2022, realizado anualmente pelo Inep, divulgou o número de alunos matriculados na rede privada de educação superior que possuem Prouni, além do comparativo com os anos anteriores. Confira os dados do instituto educacional: 

Fies E Prouni   Ies Privadas   2022

  • 2012 - 398.409
  • 2013 - 384.698
  • 2014 - 437.275
  • 2015 - 517.161
  • 2016 - 580.592
  • 2017 - 609.434
  • 2018 - 575.099
  • 2019 - 615.623
  • 2020 - 566.636
  • 2021 - 478.651
  • 2022 - 451.299

 

Quantas bolsas o Prouni oferece por ano?

Na segunda seleção de 2021, o Prouni ofertou 134.329 bolsas, sendo 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais, para 10.821 cursos em 952 instituições de ensino superior da rede privada. Por outro lado, na primeira edição, o Programa ofertou 162.022 vagas, sendo 76.855 bolsas integrais e 85.167 parciais.

Prouni vagas

Instituições do Sudeste têm 42,8% das bolsas do Prouni, afirma MEC

A região do Sudeste do Brasil destaca-se no processo seletivo do primeiro semestre de 2024 do Programa Universidade para Todos (Prouni), oferecendo o maior número de bolsas. São 172.715 bolsas disponíveis, das quais 133.679 são integrais (100%) e 39.036 parciais (50%).

Conforme divulgado pelo Ministério da Educação, essa quantidade representa 42,8% do total de bolsas oferecidas em todo o programa, que soma 403.711 (306.908 bolsas integrais e 96.803 parciais). É importante ressaltar que os números de bolsas são preliminares e estão sujeitos a alterações antes do início das inscrições.

Quantitativo de bolsas ofertadas por região 

Região 
Bolsa integral (100%) 
Bolsa parcial (50%) 
Total 
Percentual (%) 
Sudeste 
133.679 
39.036 
172.715 
42,8% 
Sul 
67.792 
15.420 
83.212 
20,6% 
Nordeste 
43.270 
16.406 
69.016 
17,1% 
Centro-Oeste 
30.012 
12.688 
42.700 
10,57% 
Norte 
24.141 
11.927 
36.068 
8,93% 

Quantitativo de bolsas ofertadas por unidade da Federação (UF) 

# 
UF 
Bolsa integral (100%) 
Bolsa parcial (50%) 
Total 
1 
SP 
82.680  
22.213  
104.893  
2 
MG 
27.559  
12.351  
39.910  
3 
PR 
24.382  
11.248  
35.630  
4 
RS 
23.267  
3.131  
26.398  
5 
BA 
16.857  
5.194  
22.051  
6 
SC 
20.143  
1.041  
21.184  
7 
RJ 
18.518  
1.713  
20.231  
8 
GO 
10.150  
 8.598  
18.748  
9 
AM 
5.501  
9.035  
14.536  
10 
PE 
8.470  
3.133  
11.603  
11 
MA 
5.374  
4.716  
10.090  
12 
PA 
8.599  
1.180  
9.779  
13 
CE 
8.014  
1.326  
9.340  
14 
MT 
7.642  
871  
8.513  
15 
DF 
5.889  
2.370  
8.259  
16 
ES 
4.922  
2.759  
7.681  
17 
MS 
6.331  
849  
7.180  
18 
TO 
3.424  
780  
4.204  
19 
PB 
3.148  
717  
3.865  
20 
PI 
2.603  
1.069  
3.672  
21 
RO 
2.985  
497  
3.482  
22 
AL 
2.884  
253  
3.137  
23 
SE 
1.833  
809  
2.642  
24 
RN 
2.101  
515  
2.616  
25 
AP 
1.521  
130  
1.651  
26 
AC 
1.158  
170  
1.328  
27 
RR 
953  
135  
1.088 

Fonte: Sesu/MEC  23/1/24. 

Saiba quais são os 20 cursos com mais bolsas no Prouni 2024/1º

O Ministério da Educação (MEC) dará início às inscrições para o processo seletivo do primeiro semestre de 2024 do Programa Universidade para Todos (Prouni) por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. 

O Prouni 2024/1 disponibilizará um total de 403.711 bolsas (306.908 integrais e 96.803 parciais). É importante ressaltar que os números de bolsas são provisórios e estão sujeitos a alterações até o início das inscrições.

Nesta edição do programa, o curso de graduação em administração lidera a oferta de bolsas, com 36.963 vagas. Em seguida, vêm pedagogia (25.753), ciências contábeis (21.745) e direito (19.113).

Confira a lista dos 20 cursos com o maior quantitativo de bolsas ofertadas: 

 
 
 
 
 
 

# 

 
 
 
 
 

Curso 

 
 
 
 
 

Bolsa Integral 

 
 
 
 
 

Bolsa Parcial 

 
 
 
 
 

Total Geral 

 
 
 
 
 

                1  

 
 
 
 
 
 
 
 

30.605  

 
 
 
 

6.358  

 
 
 
 

36.963 

 
 
 
 
 

                2  

 
 
 
 
 
 
 
 

20.460  

 
 
 
 

5.113  

 
 
 
 

25.573  

 
 
 
 
 

                3  

 
 
 
 
 
 
 
 

16.985  

 
 
 
 

4.760  

 
 
 
 

21.745  

 
 
 
 
 

                4  

 
 
 
 
 
 
 
 

10.647  

 
 
 
 

8.466  

 
 
 
 

19.113  

 
 
 
 
 

                5  

 
 
 
 
 
 
 
 

9.707  

 
 
 
 

3.728  

 
 
 
 

13.435  

 
 
 
 
 

                6  

 
 
 
 
 
 
 
 

10.135  

 
 
 
 

2.423  

 
 
 
 

12.558  

 
 
 
 
 

                7  

 
 
 
 
 
 
 
 

9.713  

 
 
 
 

2.642  

 
 
 
 

12.355  

 
 
 
 
 

                8  

 
 
 
 
 
 
 
 

6.706  

 
 
 
 

4.589  

 
 
 
 

11.295  

 
 
 
 
 

                9  

 
 
 
 
 
 
 
 

4.841  

 
 
 
 

6.035  

 
 
 
 

10.876  

 
 
 
 
 

              10  

 
 
 
 
 
 
 
 

5.419  

 
 
 
 

1.069  

 
 
 
 

6.488  

 
 
 
 
 

              11  

 
 
 
 
 
 
 
 

3.259  

 
 
 
 

2.649  

 
 
 
 

5.908  

 
 
 
 
 

              12  

 
 
 
 
 
 
 
 

2.868  

 
 
 
 

3.019  

 
 
 
 

5.887  

 
 
 
 
 

              13  

 
 
 
 
 
 
 
 

3.980  

 
 
 
 

1.810  

 
 
 
 

5.790  

 
 
 
 
 

              14  

 
 
 
 
 
 
 
 

5.255  

 
 
 
 

495  

 
 
 
 

5.750  

 
 
 
 
 

              15  

 
 
 
 
 
 
 
 

3.266  

 
 
 
 

2.391  

 
 
 
 

5.657  

 
 
 
 
 

              16  

 
 
 
 
 
 
 
 

3.359  

 
 
 
 

2.289  

 
 
 
 

5.648  

 
 
 
 
 

              17  

 
 
 
 
 
 
 
 

5.453  

 
 
 
 

42  

 
 
 
 

5.495  

 
 
 
 
 

              18  

 
 
 
 
 
 
 
 

2.797  

 
 
 
 

2.381  

 
 
 
 

5.178  

 
 
 
 
 

              19  

 
 
 
 
 
 
 
 

3.771  

 
 
 
 

1.331  

 
 
 
 

5.102  

 
 
 
 
 

              20  

 
 
 
 
 
 
 
 

4.867  

 
 
 
 

- 

 
 
 
 

4.867  

Como é a concorrência do Prouni 2024?

A concorrência do Prouni 2024 só acontece entre os candidatos que optaram pelas mesmas definições, sejam elas sobre curso, faculdade, campus ou modalidade. Dessa forma, a nota de corte de um mesmo curso (por exemplo, Psicologia) pode ser diferente até dentro da mesma faculdade.

Sistema de cotas no Prouni

O sistema de reserva de vagas do Prouni garante o acesso de pretos, pardos e indígenas (nomenclaturas utilizadas pelo MEC) às bolsas, tendo um número selecionado de vagas equivalente ao número de pretos, pardos e indígenas registrado no último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no município.

Para concorrer na modalidade de reserva de vagas, também é necessário atender aos outros critérios estipulados pelo programa. A Revista Quero publicou artigo que explica como saber se você tem direito às cotas.

Quem tem curso superior pode concorrer às cotas?

Não. Um dos requisitos para o candidato concorrer às cotas é não ter diploma de nível superior. Além disso, o candidato deve ter participado de uma das duas edições mais recentes do Enem, com pelo menos 450 pontos na média das provas e nota superior a zero na redação. O candidato deve prestar atenção aos demais critérios do edital como, por exemplo, os critérios socioeconômicos.

Resultados do Prouni

O resultado do Prouni começa a ser calculado logo após o encerramento do prazo de inscrição. Os candidatos são colocados em ordem de acordo com a nota do Enem obtida. As vagas são preenchidas em ordem decrescente, em que a nota mais alta obtém o primeiro lugar, até que a última vaga seja preenchida.

Além disso, o programa estabelece a ordem classificatória com base em critérios enumerados no edital do Prouni. São eles (em ordem decrescente):

  • Professor da rede pública de ensino (exclusivamente para cursos de licenciatura e pedagogia);
  • Estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em escola pública;
  • Estudante que tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola particular na condição de bolsista integral
  • Estudante que tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola particular na condição de bolsista parcial ou sem a condição de bolsista;
  • Estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em escola particular na condição de bolsista integral;
  • Estudante que tenha cursado o ensino médio integralmente em escola particular na condição de bolsista parcial ou sem a condição de bolsista.

Assim como no Sisu, os candidatos que optarem pela reserva de vagas irão concorrer apenas com as pessoas da mesma modalidade.

Os candidatos que forem aprovados na primeira opção de curso não poderão concorrer à segunda opção. Só podem concorrer para a segunda opção de curso os candidatos que não foram selecionados para a primeira.

Qual a nota para conseguir uma bolsa no Prouni?

Para saber uma nota específica de um curso ou de uma instituição, confira a página de Notas de Corte do Prouni na Quero Bolsa. Sobre concorrer a uma das bolsas do Prouni, além de ter obtido nota maior do que zero na prova de redação, o candidato deve obter 450 pontos na média das notas das provas do Enem. Essa nota é calculada com a divisão da somatória de todas as notas obtidas nas provas do Enem (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação).

Como funciona a segunda chamada do Prouni?

O processo seletivo do Prouni compreende uma única etapa de inscrição, seguida por duas chamadas consecutivas. Nessa etapa, as vagas remanescentes são preenchidas por candidatos que não foram selecionados na primeira chamada ou que foram selecionados mas não realizaram a matrícula dentro do prazo estabelecido.

Resultado Prouni Primeira Chamada
Imagem: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Após a conclusão das duas chamadas, os candidatos ainda têm a opção de manifestar interesse em participar da lista de espera. Essa lista será utilizada pelas instituições de ensino para convocar candidatos e preencher eventuais bolsas não ocupadas.

O resultado da segunda chamada do Prouni 2024 está previsto para o dia 27 de fevereiro de 2024. 

Segunda chamada do Prouni

O resultado da 1ª chamada será informado no dia 6 de fevereiro de 2024, enquanto o resultado da segunda chamada será divulgado no dia 27 de fevereiro. 

A segunda chamada é liberada após o período de matrícula dos selecionados na primeira chamada do Prouni. Nessa, a convocação de candidatos é menor por ofertar apenas vagas remanescentes da primeira matrícula.

O candidato selecionado na segunda chamada pode realizar a matrícula na instituição em que foi selecionado no período indicado pelo cronograma. Os que não foram selecionados podem optar por manifestar interesse na Lista de Espera e aguardar o resultado.

Lista de espera do Prouni

A convocação da Lista de Espera do Prouni é a última que ocorre. Ela seleciona os candidatos que não foram aprovados nas chamadas regulares. Para manifestar interesse em participar, o candidato deve acessar a página do Prouni dentro do prazo estipulado no cronograma e no edital.

Para participar da lista de espera da primeira opção de curso, o candidato não pode ter sido selecionado nas chamadas regulares, ou deve ter sido rejeitado por falta de turma no período de pré-matrícula.

Já no processo seletivo para a segunda opção de curso, o candidato deve ter sido rejeitado nas chamadas regulares por falta de bolsas disponíveis ou pela não formação de turmas para a primeira e segunda opção de curso.

Quando sai o resultado da lista de espera do Prouni 2024?

A lista de espera do Prouni 2024 será divulgado no dia 18 de março de 2024, enquanto a manifestação de interesse na lista de espera deve ser feita pelos candidatos entre os dias 14 e 15 de março. 

Os candidatos que tenham manifestado interesse em participar da lista de espera do Prouni deverão comparecer às IES e entregar a documentação pertinente ou encaminhá-la por meio virtual/eletrônico para comprovação das informações prestadas na inscrição no período de 19 a 27 de março de 2024

Como ver o resultado do Prouni?

O resultado da 1ª chamada será informado no dia 6 de fevereiro de 2024, enquanto o resultado da segunda chamada será divulgado no dia 27 de fevereiro. 

Para saber se foi selecionado, basta acessar o site oficial na data estipulada no cronograma ou no edital do programa e clicar na aba “ver resultado”. O candidato será redirecionado para uma lista com todos os classificados. É possível adicionar filtros e buscar por curso, município, turno e tipo de bolsa. Lembre-se de conferir suas duas opções de curso.

As instituições participantes do Prouni também divulgam o resultado da seleção. É preciso entrar em contato com a secretaria da faculdade para verificar se foi um dos selecionados para bolsa.

Também é possível conferir o resultado por telefone, ligando para 0800 616161.

 

Quais os critérios de desempate do Prouni?

O Prouni utiliza a nota do Enem para selecionar os bolsistas e, por isso, o principal método de desempate se dá pela nota nas diferentes áreas de conhecimento avaliadas .

O primeiro critério é a maior nota na prova de redação. Em seguida, a maior nota na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Se ainda houver empate, o próximo critério é a maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias, seguida pela nota de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Por último, a maior nota da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Quem já é formado pode participar do Prouni?

Prouni não é destinado a quem já tem diploma de Ensino Superior. A exceção, de acordo com o edital, são os professores da rede pública que podem concorrer estando no exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro permanente da instituição.

Por outro lado, se o estudante possui formação superior em andamento e deseja concorrer a uma vaga no Prouni, a inscrição é válida. Entretanto, ele deverá estar ciente sobre os requisitos do edital e, caso seja aprovado, deverá optar pela atual instituição de ensino ou pelo opção feita no Prouni.

Documentos necessários para a matrícula

Após conferir o resultado da seleção, seja pelas chamadas regulares ou pela lista de espera, o candidato deve dirigir-se à instituição na qual foi aprovado portando os documentos para realizar a pré-matrícula.

Algumas instituições restringem o período de matrícula a um dia por curso, a fim de organizar melhor o processo. Por isso, é importante ligar na secretaria da faculdade e conferir o período para não perder o prazo.

Outra dica valiosa é estar ciente de que a instituição pode exigir documentos complementares para comprovação de renda, deficiência, escolaridade ou de cotas. Adiante-se e tente conseguir todos os documentos possíveis.

No caso do candidato que não entregar a documentação completa antes do prazo de encerramento da pré-matrícula, o benefício da bolsa é cancelado e passado para outra pessoa na próxima chamada.

Para mais informações, acesse nossa página de Documentos Necessários para o Prouni

Quem é aprovado no Prouni tem que pagar matrícula?

A inscrição é gratuita e não há taxa de matrícula no Prouni. A diferença das bolsas abrange o pagamento das mensalidades. Se o candidato conseguir a bolsa integral do Prouni, as mensalidades saem de graça. Se conseguir a bolsa parcial, o programa atua como uma bolsa de descontos e o aluno terá que pagar o restante.

Sisprouni

Ao ser aceito como bolsista pela instituição e pelo Prouni, o candidato é cadastrado no Sisprouni, o Sistema informatizado do Prouni, que contém todas as informações sobre os bolsistas e as instituições participantes do programa.

Por meio deste recurso, o MEC pode ter acesso a todos os dados em tempo real. É possível, por exemplo, verificar se os estudantes cadastrados têm frequentado as aulas, o histórico do aluno e se tem sido aprovado em pelo menos 75% das matérias do período letivo.

É pelo Sisprouni que o coordenador da instituição faz a atualização do cadastro do bolsista, garantindo a permanência da bolsa.

De acordo com o edital do Prouni 2024

O registro da aprovação ou reprovação dos candidatos no Sisprouni e a emissão dos respectivos Termos (de Concessão de Bolsa ou Termos de Reprovação pelas IES) deverão ser realizados nas seguintes datas:

  • Primeira chamada: 6 a 23 de fevereiro de 2024.
  • Segunda chamada: 27 de fevereiro a 11 de março de 2024

O Sisprouni ficará disponível para lançamento, pelas IES, do registro da aprovação ou da reprovação dos candidatos até às 23 horas e 59 minutos do último dia de cada chamada, observado o horário oficial de Brasília-DF.

Cancelamento da bolsa pelo Prouni

Caso o aluno não cumpra com seus deveres, está sujeito ao cancelamento de sua bolsa de estudo. Como em casos de:

  • Abandono do período letivo;

  • Aproveitamento inferior a 75% das matérias cursadas por período letivo;

  • Não pagamento da parcela não coberta pela bolsa no caso de bolsistas parciais;

  • Afastamento não justificado.

Estas e outras informações sobre a bolsa do Prouni podem ser conferidas no site do Prouni.

Quem tem 50% de bolsa no Prouni pode tentar 100%?

Não, o Prouni disponibiliza dois tipos de bolsas: integral (50%) e parcial (100%). A concessão das bolsas ocorre mediante apresentação de renda do candidato. Logo, não existe a possibilidade de acúmulo de bolsas ou progressão de uma bolsa parcial. Entretanto, os alunos que recebem bolsa parcial do ProUni podem complementar o pagamento da outra metade da mensalidade por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Bolsa permanência

A bolsa permanência é um benefício concedido aos alunos com bolsa integral no Prouni, no valor de uma bolsa de iniciação científica. O auxílio tem como objetivo ajudar os alunos a custear as despesas do curso, como com transporte e material didático.

Para consultar o valor da bolsa permanência e informações sobre participação, consulte o SISBP, Sistema de Gestão da Bolsa Permanência, do Ministério da Educação.

Quem tem direito à bolsa permanência?

A bolsa permanência é concedida aos bolsistas integrais do Prouni que estejam matriculados em cursos de ensino superior com carga horária média superior a 6 horas diárias, presenciais e com período mínimo de 6 meses.

Como calcular a carga horária média?

A carga horária média é calculada utilizando a carga horária mínima (em horas) para completar o curso, o número de dias letivos (em dias) e o tempo mínimo para concluir o curso (em anos).

Para realizar o cálculo, basta dividir a carga horária mínima pela multiplicação do tempo mínimo pelo número de dias letivos. Se o resultado for superior ou igual a 6, você tem direito à bolsa permanência.

Como conseguir a bolsa permanência?

Para conseguir a bolsa permanência, é necessário estar atento ao edital disponibilizado no site do MEC e cumprir as exigências. A seleção é feita todos os meses, no início do mês. Para mais informações, busque a secretaria ou a coordenação da sua instituição de ensino.

Encerramento da bolsa permanência

Assim como a bolsa do Prouni, a bolsa permanência depende de alguns requisitos dos candidatos para continuar sendo distribuída. A bolsa pode ser cortada a qualquer momento pelo MEC ou pela instituição de ensino caso:

    • O aluno solicite transferência para um curso que não tenha carga horária média diária igual ou superior a 6 horas;

    • A bolsa do Prouni seja encerrada;

    • Seja comprovado que o dinheiro do auxílio está sendo utilizado com outra finalidade que não custear as despesas educacionais;

    • Comprove-se que o estudante mentiu e/ou omitiu informações para conseguir a bolsa;

    • O estudante bolsista solicite o desligamento.

Quem não pode participar do Prouni?

  • Quem tem renda familiar acima de 3 salários mínimos por pessoa;
  • Quem já possui uma graduação;

  • Candidatos que não realizaram uma das duas últimas edições do Enem;

  • Participantes que obtiveram nota abaixo de 450 no Enem.

Diferenças entre Sisu e Prouni

Apesar de o Sisu e o Prouni terem métodos de seleção muito parecidos, eles são completamente diferentes. Enquanto o Sisu seleciona candidatos para ocuparem vagas em cursos de graduação em instituições públicas, o Prouni oferece bolsas de estudo para candidatos que queiram ingressar em uma instituição de ensino superior privada.

Além disso, Sisu não apresenta restrição de renda, diferentemente do Prouni que seleciona candidatos com renda de até 3 salários mínimos por pessoa.

Para obter mais informações acesse nosso Guia do Sisu.

Como começar a estudar para o Enem do zero?

 
Plano de Estudos Enem De Boa vai te ajudar no dia a dia de preparação para o Enem. Para acessar os conteúdos, basta preencher o formulário e pronto! Você vai baixar o plano completo e receber dicas extras direto no seu e-mail! Vale lembrar que o material é totalmente gratuito. 
 
O Plano foi elaborado pelo professor Sérgio Vinícius Corrêa, que organizou todo o conteúdo do Plano de Estudos Enem de Boa. Um roteiro de estudo completo e com indicações sobre o que deve ser estudado em cada dia.

Diferenças entre Fies e Prouni

Assim como o Prouni e o Sisu, o Fies também é um programa do governo. No entanto, o modelo de seleção é um pouco diferente, bem como o objetivo do programa.

Tanto o Fies quanto o Prouni são destinados ao público com baixa renda e, enquanto o segundo oferece bolsas de estudo, o primeiro trabalha oferecendo financiamento estudantil, para custear os gastos com o curso superior.

Com o financiamento do Fies, o estudante passa toda a graduação com a mensalidade paga pelo governo e só paga os juros do financiamento a cada 3 meses. Sendo que o valor dos juros não ultrapassa R$ 150,00.

Após formado pelo Fies, o aluno passa os primeiros anos pagando apenas os juros e pode parcelar o valor das mensalidades em até 3 anos.

Já o Prouni é inteiramente gratuito e o bolsista não precisa retribuir o valor das mensalidades ao governo.

Para obter mais informações, acesse nosso Guia do Fies.

Diferenças entre Quero Bolsa e Prouni

Quero Bolsa é uma iniciativa privada que oferece bolsas de estudo, enquanto o Prouni é um programa do governo com a mesma finalidade.

Para conseguir uma bolsa na Quero Bolsa não é necessário participar de um processo seletivo, não é necessário ter realizado o Enem do ano anterior e não é preciso comprovar renda. Basta escolher a bolsa que você deseja e realizar sua pré-matrícula online.

Para o Prouni é necessário realizar o Enem, obter uma boa pontuação, passar pelo processo seletivo e comprovar renda. As bolsas da Quero Bolsa são garantidas até o final do curso.

Acesse o site da Quero Bolsa e confira as bolsas de estudo para o curso que você deseja. Ao final desta página, você ainda pode conferir mais vantagens da Quero Bolsa.

Mais vantagens da Quero Bolsa

Nosso objetivo é conseguir levar cada vez mais alunos para as salas de aula de cursos superiores e, por isso, sempre criamos um novo jeito de te ajudar. Foi com este intuito que criamos o Quero Pontos. Com esse programa, você acumula pontos que podem ser trocados por mensalidades.

Para ganhar pontos, basta indicar a Quero Bolsa aos seus amigos. Você pontua a cada pré-matrícula realizada. Saiba mais sobre o programa aqui: Quero Pontos.

Fui mal no Enem. E agora?

Se você foi mal no Enem ou perdeu a prova, você não precisa esperar mais um ano para começar a faculdade. Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC, que oferecem bolsas de estudo com descontos de até 75% nas mensalidades, no site a Quero Bolsa: