Ajuda
Envie mensagem ou ligue

0800 123 2222

Seg - Sex 8h-22h

Aceitamos ligação de celular.

Home57C77C78-8763-4FB7-A3CC-F103BFBA018E Lista de Cursos

Engenharia de Produção

Resumo do curso

*A classificação foi feita com base na Árvore do Conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Sobre o curso de Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção forma profissionais capazes de gerenciar os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com o objetivo de aumentar sua produtividade e rentabilidade.

Ao final do curso, o aluno terá uma sólida formação multidisciplinar que o capacitará a adaptar-se rapidamente às situações particulares que possa encontrar nas empresas.

O engenheiro de produção é um profissional muito importante para organizações e setores econômicos que buscam maior competitividade. Ele aponta, elabora e resolve questões dos sistemas de produção de bens e serviços.

No mercado de trabalho, o profissional de Engenharia de Produção pode atuar em quaisquer organizações produtivas, como hospitais, bancos e empresas industriais.

Estudante de Engenharia de Produção sentado na mesa

Quer saber tudo sobre Engenharia de Produção? Aqui no Quero Bolsa, você encontra todas as informações que precisa para escolher o curso que mais gosta. E ainda pode garantir uma bolsa de estudo de até 88% de desconto.

Mensalidades a partir de R$ 106,00 entre as 1.077 instituições parceiras do Quero Bolsa.

Garanta sua bolsa de estudo.

Veja como é simples:

1

Encontre sua bolsa de estudo abaixo

2

Faça sua pré-matrícula online

3

Economize até o fim do curso

Qual a sua localização?
Qual curso você está buscando?

Até quanto pode pagar?

Prefere alguma faculdade?

O que faz o Engenheiro de Produção?

O engenheiro de produção controla perdas de processos, produtos e serviços ao identificar, determinar e analisar suas causas.

A partir disso, ele estabelece um plano de ações preventivas e corretivas. Consegue ainda desenvolver, testar e supervisionar sistemas, processos e métodos produtivos.

As atividades do profissional de Engenharia de Produção também podem ser o gerenciamento de atividades de segurança no trabalho e do meio ambiente, se preocupando com fatores ocupacionais de risco à saúde do trabalhador.

O trabalhador da área ainda estará habilitado para planejar empreendimentos e atividades produtivas, com coordenação de equipes, treinamentos e atividades de trabalho.

Nota de corte para Engenharia de Produção

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidadesfederais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em umdos programas educacionais do governo.

No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Engenharia de Produção foram:

Menor nota de corte

450

Cesf

Maior nota de corte

719

Unaerp

Menor nota de corte

648

Ufcg

Maior nota de corte

812

Usp

Concorrência no curso de Engenharia de Produção

Segundo as estatísticas do Ministério da Educação, em 2016, 220 mil estudantes disputaram as 280 mil vagas de Engenharia de Produção disponíveis no país. Isto significa uma relação candidato vaga de 0,79.

0,79candidatos por vaga

Como é o curso de Engenharia de Produção?

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), todos os cursos de Engenharia devem ser compostos por núcleos de conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos.

Dentre os conteúdos básicos que devem ocupar pelo menos 30% da carga horária total, se destacam os seguintes tópicos na Engenharia de Produção:

  • Administração;

  • Ciências do Ambiente;

  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;

  • Economia;

  • Eletricidade Aplicada;

  • Expressão Gráfica;

  • Fenômenos de Transporte;

  • Física;

  • Informática;

  • Matemática e Estatística;

  • Mecânica dos Sólidos;

  • Metodologia Científica e Tecnológica;

  • Química.

Já os conteúdos profissionalizantes são obrigatórios em pelo menos 15% da grade do curso de Engenharia de Produção, sendo aplicados estes treze tópicos:

  • Engenharia do Produto;

  • Ergonomia e Segurança do Trabalho;

  • Estratégia e Organização;

  • Gerência de Produção;

  • Gestão Ambiental;

  • Gestão Econômica;

  • Gestão de Tecnologia;

  • Modelagem, Análise e Simulação de Sistemas;

  • Pesquisa Operacional;

  • Processos de Fabricação;

  • Qualidade;

  • Sistemas de Informação;

  • Transporte e Logística.

A instituição de ensino é livre para propor os conteúdos específicos restantes, com extensões e aprofundamentos da parte profissionalizante.

O aluno deve produzir um trabalho de conclusão de curso (TCC) que demonstre o seu aprendizado durante a graduação.

Quantos engenheiros de Produção se formam por ano no Brasil?

Segundo dados do Ministério da Educação (MEC), todos os anos 16 mil profissionais se formam em faculdades de todo o país.

16 milengenheiros se formam por ano no Brasil

Faça carreira em Engenharia de Produção

Onde o profissional pode trabalhar?

O profissional de Engenharia de Produção exerce sua atividade em diversos setores, mas é mais comum dentro do ramo industrial, como no setor metalúrgico, no de produtos alimentares e no de refino de petróleo.

Atua em equipe, em empresas dos mais diversos tamanhos e de natureza pública ou privada.

Em algumas atividades, pode ficar exposto a ruídos intensos ou a altas temperaturas.


Quanto ganha um Engenheiro de Produção?

O salário médio de um Engenheiro de Produção no Brasil é de R$ 6.199,22. Os estados onde a profissão deEngenheiro de Produção têm os melhores salários são Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.

Engenheiro de riscos

Salário médio: R$ 7.912,87

Engenheiro de segurança do trabalho

Salário médio: R$ 6.966,99

Engenheiro de controle de qualidade

Salário médio: R$ 6.665,13

Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui quanto ganha um Engenheiro de Produção.


Quais são as exigências do mercado de trabalho?

Para poder atuar profissionalmente, além do diploma em um curso reconhecido pelo MEC, o Engenheiro de Produção precisa estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

No mercado de trabalho, é comum encontrar profissionais com cursos de pós-graduação no currículo. O exercício pleno da atividade costuma acontecer, em média, após quatro anos de experiência na área.


Quais são as principais competências pessoais do Engenheiro de Produção?

As principais características do profissional deEngenharia de Produção, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

  • Capacidade de negociação;

  • Capacidade de antecipar problemas;

  • Raciocínio matemático;

  • Raciocínio lógico;

  • Capacidade de trabalhar em equipe;

  • Senso crítico;

  • Criatividade;

  • Liderança;

  • Atenção difusa;

  • Capacidade de agir sob pressão;

  • Capacidade de resolução de problemas;

  • Capacidade de contornar situações adversas;

  • Pró-atividade;

  • Persuasão;

  • Objetividade;

  • Tomar decisões;

  • Assumir riscos;

  • Capacidade de inferência.

Deixe suas dúvidas ou comentários sobre o curso de Engenharia de Produção