Logo da Quero Bolsa
Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Enem 2024: Tudo que você precisa saber

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a principal forma de ingresso no ensino superior brasileiro, substituindo, em muitos casos, o vestibular.

O dia da prova e todos os outros de preparação que o antecedem são cruciais para o futuro do candidato. Pensando em ajudá-lo, criamos este guia completo sobre o Enem 2024, trazendo todas as informações disponíveis sobre o exame.

Se você deseja conferir informações sobre o resultado da prova, funcionamento, as notas do programa ou como solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem, veja os tópicos disponibilizados no Guia da Quero Bolsa.

Os resultados do exame possibilitam que os estudantes participem de processos seletivos no ensino superior, tanto em instituições públicas quanto privadas, através de iniciativas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Veja o passo a passo para conferir o resultado do Enem na matéria “Resultado Enem: como consultar”, feita pela Revista Quero.

Neste guia, você encontrará:

Encontre a faculdade certa com a gente

Somos serviço que te ajuda a encontrar a sua faculdade ideal e a economizar nas mensalidades. Por meio do nosso site, você consegue vagas em mais de 1100 faculdades.

  • Você encontra sua vaga
  • A bolsa vale até o final do curso
  • Bolsa garantida ou seu dinheiro de volta

Até quanto pode pagar?

R$ 5.000
Ver bolsas disponíveis

Confira as últimas notícias sobre o Enem

PL sobre isenção da taxa do Enem está pronto para ser votado no Senado

Na Comissão de Educação e Cultura (CE) do Senado, 27 projetos estão aguardando votação, incluindo o PL 3.215/2021, que propõe alterações nos critérios para isenção da taxa do Enem. As informações foram divulgadas antecipadamente pela Agência Senado.

De acordo com o texto, estarão isentos da taxa os estudantes que tenham concluído o ensino médio em escolas públicas ou como bolsistas em instituições privadas, aqueles com renda familiar per capita inferior a dois salários mínimos, e os que tenham realizado doações de sangue ou medula óssea nos doze meses anteriores à realização do exame.

O autor do projeto justifica a iniciativa destacando que a matéria é atualmente regulada por normas infralegais. Ele defende a necessidade de que a regulação seja feita por lei, visando garantir maior estabilidade nas normas relativas à isenção. Atualmente, portarias e editais emitidos pelo Ministério da Educação asseguram a concessão da gratuidade a graduados do ensino médio público e a candidatos com baixa renda familiar.

6 de cada 10 participantes do Enem poderiam estar no ensino superior, afirma Inep

Ao apresentar os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2023, o Ministério da Educação (MEC) ressaltou a significativa oportunidade de acesso ao ensino superior proporcionada pelas pontuações obtidas no exame. As informações foram veiculadas durante a coletiva do MEC e Inep sobre a divulgação dos dados e resultados do Enem 2023. 

Uma análise inovadora do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entidade vinculada ao MEC responsável pela realização do exame, revelou que seis em cada dez participantes do Enem teriam a possibilidade de ingressar no ensino superior mesmo com notas inferiores à média nacional.

A realização do Enem abre, pelo menos, três portas para a busca da graduação. A primeira delas é por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que realiza a seleção para universidades, institutos federais e outras instituições públicas estaduais e municipais. 

Aqueles que não conseguem uma vaga nessas instituições públicas ainda têm a oportunidade de concorrer a bolsas integrais ou parciais (50%) em instituições particulares através do Programa Universidade para Todos (Prouni). Nesse processo seletivo, os candidatos são pré-selecionados em duas chamadas, aumentando as chances de ingresso. 

Caso não obtenham a bolsa nessas etapas, ainda há a opção de participar da lista de espera. Além disso, existe uma terceira alternativa, que consiste em frequentar uma faculdade privada com financiamento do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Para que serve o Enem?

A primeira edição do Enem foi aplicada em 1998, com o objetivo de medir os conhecimentos adquiridos durante o Ensino Médio.

A partir de 2004, o exame começou a ser utilizado como método de ingresso em faculdades e, em 2010, com a implementação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Enem passou a ser mais importante que vestibulares tradicionais.

Estudantes do Enem
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Desta forma, o Enem 2024 já não serve apenas como um vestibular moderno, mas também é parte do processo seletivo para a aquisição de financiamento estudantil pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) e para o ingresso em faculdades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Além disso, oferece a possibilidade de bolsas de estudo parciais e integrais em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) e em cursos técnicos pelo Sisutec.

Veja também: O Simulador de Notas de Corte Enem e Sisu da Quero Bolsa. Você calcula sua nota do Enem e descobre as melhores opções de cursos e faculdades para você. A simulação é gratuita e rápida de realizar! Não deixe de conferir!

Quem pode participar do Enem?

O Enem 2024 é voltado àqueles que já concluíram o ensino médio ou estão prestes a concluir. Assim, eles podem utilizar o exame para entrar no ensino superior por meio do Sisu e do Prouni.

Também é possível realizar o exame como treineiro, para estudantes que ainda não concluíram o ensino médio.

Como funciona a prova do Enem?

A prova do Enem 2024 é realizada em dois domingos consecutivos. No primeiro domingo, são realizadas as provas de:

  • Linguagens, Códigos e suas tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia
  • Redação

Nas duas primeiras provas, o candidato tem que responder 45 questões objetivas de múltipla escolha. Sobre a redação do Enem 2024, o formato escolhido é de dissertação-argumentativa, com uma situação problema, normalmente, envolvendo algum assunto em pauta no ano da realização do exame.

Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

No segundo dia do Enem 2024, são realizadas as provas de:

  • Matemática;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Em cada prova, 45 questões objetivas de múltipla escolha são disponibilizadas aos participantes, que devem desenvolvê-las em dois dias, o primeiro tendo duração máxima de 5h30, e o segundo, duração máxima de 5h.

Como ver o local de prova do Enem 2024?

De acordo com o site do Inep, para obter informações sobre o local de realização das provas do Enem 2024, é necessário acessar a Página do Participante do Enem com suas credenciais (login e senha), dirigir-se ao menu lateral e selecionar a opção "Aplicação". Em seguida, no chat, clique no botão "Local de prova" de cor azul.

Veja a seguir o passo a passo de como ver o local de prova do Enem 2024:

1º Passo a Passo Local De Prova Enem

  • Entre com seu login e senha da conta gov.br;

2º Passo a Passo Local De Prova Enem

  • No menu lateral, clique em "Aplicação" e depois em "Local de Prova";

Passo a Passo Local De Porva 3

  • Dentro do chat, clique no botão azul "Local de Prova".

Passo a Passo Local De Prova 4

  • O sistema abrirá o Cartão de Confirmação de Inscrição. 

Passo a Passo Local De Prova 5

 

Veja: Como recuperar a senha do gov.br?

Quando sai o resultado do Enem 2024?

O resultado do Enem 2024 será divulgado entre janeiro e fevereiro de 2025. Os candidatos podem acessar suas notas por meio da página do participante do exame. 

Para os inscritos treineiros, as notas serão divulgadas em março. Já o espelho de correção das redações estará disponível em um prazo de 90 dias após a divulgação dos resultados. 

Como saber o resultado do Enem 2024?

Para visualizar as notas, é necessário acessar a Página do Participante com o login único da plataforma gov.br.

Caso o participante não lembre a senha cadastrada, é possível recuperá-la. Basta acessar a página acesso.gov.br, digitar o CPF e clicar em “Avançar”.

Em seguida, é necessário clicar em “Esqueci minha senha”, selecionar uma das formas de recuperação, preencher os campos solicitados e gerar uma nova senha.

Veja também: Como se inscrever no Sisu?

Como ver o gabarito oficial do Enem?

 
Você poderá checar suas respostas no Gabarito Oficial do Enem do site da Quero Bolsa. A Quero divulga as respostas de todos os cadernos, logo após o encerramento de cada dia de avaliação. Nas últimas edições, a Quero Bolsa também realizou lives com professores que fizeram a explicação das perguntas que mais causaram dúvidas nos candidatos do Enem. 

Qual o calendário do Enem 2024?

O calendário do Enem 2024 ainda não foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). A expectativa é que o edital seja publicado durante os próximos meses.

Enem 2024:

  • Inscrições do Enem - ainda não divulgado;
  • Pagamento da taxa de inscrição do Enem - ainda não divulgado;
  • Solicitação de Atendimento Especializado e Tratamento pelo Nome Social - ainda não divulgado;
  • Resultado da Solicitação de Atendimento Especializado e Tratamento pelo Nome Social - ainda não divulgado;
  • Recurso da Solicitação de Atendimento Especializado e Tratamento pelo Nome Social - ainda não divulgado;
  • Resultado do recurso a Solicitação de Atendimento Especializado e Tratamento pelo Nome Social - ainda não divulgado;
  • Aplicação do Enem 2024 - ainda não divulgado;
  • Divulgação do Gabarito do Enem 2024 - ainda não divulgado;
  • Divulgação do resultado - ainda não divulgado.

Enem 2024 - Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) e Reaplicação do Enem Regular:

  • Inscrições: ainda não divulgado;
  • Aplicação: ainda não divulgado;
  • Divulgação do gabarito: ainda não divulgado;
  • Divulgação dos resultados: ainda não divulgado.

O que mais cai no Enem?

Essa pergunta é realizada por muitos estudantes e, por isso, separamos um Top 3 de assuntos que são mais recorrentes na avaliação, de acordo com a página Descubra o que mais cai no Enem, feita pela Quero Bolsa em parceria com o Poliedro. Além dos três principais temas, o material possui uma lista complementar de assuntos que caíram nas últimas edições da prova e pode ajudar os candidatos na priorização de conteúdos para a prova do Enem.

Como começar a estudar para o Enem do zero?

 
Plano de Estudos Enem De Boa vai te ajudar no dia a dia de preparação para o Enem. Para acessar os conteúdos, basta preencher o formulário e pronto! Você vai baixar o plano completo e receber dicas extras direto no seu e-mail! Vale lembrar que o material é totalmente gratuito. 
 
O Plano foi elaborado pelo professor Sérgio Vinícius Corrêa, que organizou todo o conteúdo do Plano de Estudos Enem de Boa. Um roteiro de estudo completo e com indicações sobre o que deve ser estudado em cada dia.

Como se inscrever no Enem 2024?

A inscrição no Enem 2024 é feita totalmente online e realizada em poucos minutos. Para isso, no site oficial do exame, o candidato deve informar o número de seu CPF e a sua data de nascimento. Os dados pessoais informados devem ser iguais aos cadastrados na Receita Federal para não impossibilitar a checagem/conferência das informações.

Além disso, o aluno deverá criar um cadastro e a senha de acesso para a Página do Participante, que deverá ser memorizada pelo próprio candidato

A senha será solicitada para alteração de dados cadastrais, acompanhamento da inscrição, consulta de local de provas, consulta e impressão do Cartão de Confirmação e obtenção dos resultados do processo seletivo.

Prova do Enem
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Qual a taxa de inscrição para o Enem 2024?

O valor da taxa de inscrição do Enem 2024 é de R$ 85,00 e pode ser paga até a data estipulada pelo edital. Caso contrário, a inscrição será dada como indeferida e o candidato ficará fora do exame.

Taxa De Inscrição Enem 2023

A GRU (Guia de Recolhimento da União), cobrança utilizada para o pagamento da taxa de inscrição do Enem 2024, deverá ser gerada neste endereço. No Enem 2024, o candidato poderá realizar o pagamento da taxa de inscrição via boleto, cartão de crédito e PIX.

Como conseguir isenção da taxa de inscrição do Enem?

De acordo com o site do Inep, o candidato deverá:

  • Acessar a Página do Participante e clicar no botão "Justificativa de ausência/isenção”;
  • Informar os dados pessoais (data de nascimento e CPF, por exemplo);
  • A próxima tela apontará os critérios para realizar o pedido de isenção da taxa de inscrição. Caso o participante se encaixe nos requisitos, o candidato deve clicar em "Li e concordo" e, posteriormente, em "Próximo"

Para mais informações sobre o CadÚnico, você pode acessar o site da Caixa ou o nosso guia sobre como conseguir isenção de taxa no Enem.

Enem 2024: as mudanças foram suspensas?

Em abril de 2023, o Ministério da Educação (MEC) decidiu suspender o cronograma de implementação do Novo Ensino Médio e, consequentemente, as alterações previstas para o Enem 2024. De acordo com a Portaria nº 627, que foi publicada no dia 5 de abril, a suspensão tem prazo de 60 dias, a partir do término da Consulta Pública instituída pelo MEC, no mês de março (8).

A suspensão do cronograma do novo Ensino Médio foi realizada após uma série de manifestações de professores, educadores e estudantes, que demonstraram contrariedade ao novo modelo proposto para o Ensino Médio.

Caso a suspensão seja cancelada e o cronograma do Novo Ensino Médio seja restabelecido, o Enem 2024 ocorrerá com todas as mudanças propostas, com questões discursivas e com os estudantes optando pela prova de determinada área do conhecimento que desejam fazer.

Quais são as mudanças previstas no Enem 2024?

Seguindo as mudanças do Novo Ensino Médio, o Enem também passaria por mudanças a partir da edição de 2024, com a inclusão de questões dissertativas. 

Além disso, as questões seriam divididas em duas etapas. A primeira seria obrigatória para todos, com questões interdisciplinares, principalmente focando em conteúdos de Linguagens e Matemática. 

Já a segunda parte da prova seria composta de quatro áreas: 

  • Linguagens, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
  • Matemática, Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Matemática, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
  • Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

 A maior diferença é que, em vez de realizar a prova das quatro áreas, o estudante escolhe uma das áreas para fazer a avaliação. 

Leia mais sobre o Novo Ensino Médio e o Enem 2024 na Revista Quero.

Descubra em quais faculdades você consegue usar a sua nota do Enem

Faça uma simulação com a sua nota do Enem e veja onde entrar com o Sisu, Prouni ou Fies.

Ir para o simulador binóculos azul

Quais são as matérias que mais caem no Enem em Ciências Humanas?

O que mais cai em História no Enem?

  • Segunda Guerra Mundial - 16,9%
  • 2º Reinado - 10,4%
  • Baixa Idade Média - 10,4%

O que mais cai em Filosofia no Enem?

  • Racionalismo moderno 24,3%
  • Filosofia contemporânea 24,3%
  • Escola sofística, Sócrates e Platão 8,1%

O que mais cai em Sociologia no Enem?

  • Sociologia contemporânea 34,4%
  • Cidadania 15,6%
  • O mundo globalizado 9,4%

O que mais cai em Geografia no Enem?

  • Questões ambientais 13,9%
  • Globalização 10,1%
  • Climatologia 8,9%

Veja a lista completa dos assuntos de Ciências Humanas que mais caem no Enem.

Quais são as matérias que mais caem no Enem em Ciências da Natureza?

O que mais cai em Biologia no Enem?

  • Fundamentos da Ecologia 9,5%
  • Ecossistema 9,5%
  • Sistema imunitário 9,4%

O que mais cai em Química no Enem?

  • Ligações químicas, polaridade e forças 13,8%
  • Reações orgânicas 11,3%
  • Eletroquímica 10,0%

O que mais cai em Física no Enem?

  • Energia, trabalho e potência 9,7%
  • Acústica 9,6%
  • Resistores 8,3%

Confira a lista completa de matérias de Ciências da Natureza que mais caem no Enem.

Quais são as matérias que mais caem no Enem em Linguagens e Códigos?

O que mais cai em Português/Literatura no Enem?

  • Tendências contemporâneas 25,0%
  • Estrutura e formação das palavras 21,4%
  • Preceitos básicos dos estudos literários 17,9%

O que mais cai em Interpretação de Texto no Enem?

  • Aspectos do texto 32,4%
  • Tipos de texto 16,6%
  • Funções de linguagem 11,7%

O que mais cai no Enem sobre Educação Física?

  • Influência da mídia no corpo 33,3%
  • Esportes adaptados 22,3%
  • Esporte e espetáculo 22,2%

O que mais cai em Artes no Enem?

  • Arte Contemporânea 61%
  • Vanguardas europeias 11,1%
  • Elementos básicos das Artes Plásticas 11,1%

Saiba outros assuntos de Linguagens e Códigos que mais caem no Enem.

Quais são as matérias que mais caem em Matemática e Suas Tecnologias no Enem?

O que mais cai em Matemática no Enem?

  • Grandezas proporcionais e Médias algébricas 17,3%
  • Problemas de 1º e 2º graus 15,1%
  • Porcentagem e Matemática Financeira 8,0%

Clique e veja todas as matérias de Matemática que mais caem no Enem.

O Enem Digital vai acabar?

De acordo com o recente veredito do MEC, a versão digital do Enem foi cancelada, ou seja, não estará presente nesta e nem nas próximas edições do exame. A decisão foi embasada na baixa adesão ao modelo, nos últimos anos. Além disso, a prova digital ocasiona mais custos ao governo, tendo em vista os equipamentos demandados para a aplicação da prova.

Aluno entrando nas dependencias de IES para realizar Enem Digital
Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Leia mais: "Enem Digital vai acabar? Entenda" na Revista Quero. 

Quais os horários das provas do Enem 2024?

Nos dias das provas do Enem 2024, também é importante se atentar aos horários para não se perder ou se atrasar. É sempre bom manter um cronograma do dia para conseguir se programar. Confira:

  • 12h: Abertura dos portões
  • 13h: Fechamento dos portões
  • 13h às 13h30: Realização dos procedimentos de segurança e identificação
  • 13h30: Início das provas do Enem 2024
  • 19h: Término das provas no primeiro dia do Enem 2024
  • 18h30: Término das provas no segundo dia do Enem 2024

O candidato que quiser sair com o caderno de provas do Enem 2024 precisa esperar até 30 minutos antes do fim da prova. Ou seja, 18h no primeiro dia e 18h30 no segundo dia de provas.

O que levar no dia da prova do Enem 2024?

Os itens obrigatórios para que os candidatos possam fazer a prova são:

  • Documento de identidade com foto
  • Caneta preta feita de material transparente
  • Número de inscrição de senha (decorado ou anotado)
  • Máscara facial (exceto nos estados ou municípios onde o uso da máscara para prevenção à covid-19 em local fechado esteja liberado por decreto ou ato administrativo)
  • Declaração de comparecimento impressa, caso você precise justificar ausência no trabalho

Outros itens que são essenciais para você fazer uma boa prova, porém não obrigatórios são:

  • Garrafa d’água
  • Álcool em gel
  • Lanche (frutas, barra de cereais, salgadinho, barras de chocolate etc)

Vale lembrar que, de acordo com o edital do Enem, os lanches poderão ser revistados pelo fiscal de prova.

O que não é permitido levar na prova do Enem 2024?

Alguns itens são proibidos na prova e usá-los durante a realização do Enem 2024 pode acarretar na eliminação do candidato:

  • Caneta de outra cor que não seja preta ou com tubo não transparente
  • Relógio de qualquer tipo
  • Lápis, borracha, lapiseira, corretivo e afins
  • Armas de qualquer tipo
  • Toucas, bonés ou outro acessório que cubra a cabeça ou o rosto
  • Óculos escuros
  • Celulares, tablets, calculadoras e outros aparelhos eletrônicos
  • Livros, apostilas e qualquer outro conteúdo, impresso ou não

O que fazer no dia da prova do Enem 2024?

Passada a etapa de preparação, chega o dia tão importante e, mesmo sabendo todo o conteúdo, é comum se sentir nervoso diante de um evento tão esperado. Para evitar ao máximo que a ansiedade te atrapalhe nesta etapa essencial, separamos as melhores dicas de como se preparar para a prova do Enem.

  1. Confira o local de prova
    Conhecer previamente o local onde irá realizar a prova te garante maior segurança ao escolher o caminho e calcular o horário para sair de casa. Você pode conferir seu local de realização da prova por meio do site do exame.
  2. Durma cedo
    Um cérebro cansado levará mais tempo para processar as mesmas informações do que o de uma pessoa que dormiu 8 horas durante a noite.
  3. Não se preocupe com matéria antes da prova
    O período de estudar para o Enem 2024 já acabou, e o melhor que você pode fazer às vésperas da prova é se concentrar no que já sabe e relaxar.
  4. Acorde cedo
    Tão importante quanto ir dormir no horário adequado e ter horas suficientes de sono, é acordar cedo para poder se programar e organizar o dia com calma.
  5. Separe os documentos
    É importante lembrar que sem um documento oficial de identificação com foto, o candidato não poderá entrar na sala de prova. Confira quais são os documentos aceitos:
    • RG
    • Carteira de Trabalho e Previdência Social
    • CNH com foto
    • Passaporte
    • Cédula de Identidade de Estrangeiro
    • Carteira de Registro Nacional Migratório
    • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório
    • Carteira de Ordem ou Conselho de Classe
  6. Confira novamente o que é permitido levar
    Por questões de segurança, alguns objetos não são permitidos nas salas de prova do Enem 2024. Para evitar maiores transtornos nos dias de prova, separamos para você quais itens são ou não são permitidos.
  7. Cuide da alimentação
    Tome cuidado com a sua alimentação. Para o almoço, prefira alimentos leves e que vão garantir sua saciedade por um longo período de tempo, demandando menos energia para digestão e evitando a sonolência.
  8. Não se esqueça do gabarito
    A única resposta válida para a correção do exame, e posterior atribuição da nota, é a contida no gabarito. Assim sendo, dedique tempo suficiente para marcar a resposta escolhida no gabarito com calma e evitando erros, uma vez que não é possível solicitar uma nova folha de respostas.

Precisa de ajuda para se organizar e não esquecer de nenhuma dica? Confira o nosso Checklist para o Enem, com o que você precisa fazer antes e depois da prova, e o que é, ou não, permitido levar.

Quando sai o Gabarito do Enem 2024?

A expectativa é que o gabarito do Enem 2024 seja divulgado cerca de uma semana após a aplicação da prova.

Logo após o término das provas, a Quero Bolsa realiza a publicação das respostas de todos os cadernos na página do Gabarito do Enem e, além disso, a QB também realiza uma live com a participação de professores no canal do YouTube.

Desta forma, os candidatos podem acompanhar as resoluções de perguntas que caíram na avaliação e checar quais foram os temas mais surpreendentes que apareceram no Exame.

Quantos estudantes participam do Enem?

De acordo com o Inep, 4.018.414 estudantes se inscreveram no Enem 2023. Isso representa um aumento percentual de 13% em relação à última edição do exame, que contou com 3.476.226 inscritos.

Já o número de inscritos que participaram da aplicação totalizou 2.734.100 alunos, resultando em 68% de adesão à prova.

Em relação ao número de inscritos concluintes do ensino médio, a edição contou com cerca de 1.400.000 participantes desse grupo, sendo 1.181.000 da rede pública de ensino.

Para incentivar a participação dos estudantes que estão concluindo o ensino médio e combater a evasão escolar, o Governo Federal sancionou um decreto que cria um incentivo financeiro destinado aos alunos dos três anos da educação média. O programa pode ser aderido por estudantes de baixa renda inscritos no Bolsa Família ou em situação de vulnerabilidade social. Os outros critérios elegíveis serão estipulados na regulamentação.

Participantes Enem

Confira o número de inscritos do Enem ano a ano, de acordo com as informações do Ministério da Educação (MEC):

  • 2023: 4.018.414 inscritos
  • 2022: 3.476.226 inscritos
  • 2021: 3.444.171 inscritos
  • 2020: 5.616.115 inscritos
  • 2019: 5.095.308 inscritos
  • 2018: 5.513.662 inscritos
  • 2017: 7.603.290 inscritos
  • 2016: 9.276.328 inscritos
  • 2015: 7.746.057 inscritos
  • 2014: 8.721.946 inscritos
  • 2013: 7.834.024 inscritos
  • 2012: 6.497.466 inscritos
  • 2011: 5.366.780 inscritos
  • 2010: 4.611.441 inscritos
  • 2009: 4.576.126 inscritos
  • 2008: 4.004.715 inscritos
  • 2007: 3.568.592 inscritos
  • 2006: 3.731.925 inscritos
  • 2005: 2.998.083 inscritos

O que é o Enem PPL?

O Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) é a versão do exame tradicional destinado aos participantes privados de liberdade. Por esse motivo, a prova é aplicada em unidades prisionais de todo o país.

Podem participar desta versão do exame, concluintes do ensino médio que integrem uma unidade prisional, além de jovens, na mesma situação, que se encontrem no último ano da formação. Para isso, o participante deve manifestar interesse para o responsável pedagógico da unidade em questão.

A prova acontece nos mesmos moldes do exame tradicional, contando com 45 questões em cada caderno, além da redação com tema escolhido propriamente para a modalidade. Por meio da nota do exame, o participante pode conseguir bolsas, vagas e descontos em universidades públicas e privadas.

O Enem PPL teve início em 2010. Desde então, o número de participantes tem alcançado, em média, 30 mil inscritos anualmente. Como exemplo, de acordo com dados do Inep, mais de 45 mil reclusos participaram da edição do exame no ano de 2019.

Como funciona a TRI no Enem?

A Teoria de Resposta ao Item (TRI) é o método de avaliação utilizado para calcular as notas do Enem 2024.

Trata-se de um sistema capaz de analisar as questões que o estudante respondeu corretamente e dar um peso específico para cada acerto, levando em consideração os diferentes níveis de dificuldade das questões - separadas em fáceis, médias e difíceis. Isso é alcançado através de pré-testes dos itens, nos quais alguns alunos respondem a uma prova experimental para avaliar o nível de conhecimento necessário para responder às questões. 

Essas questões são então incorporadas a um banco de itens na escala de proficiência desejada, a partir do qual é possível criar um ou mais testes conforme necessário. Dessa forma, as proficiências são avaliadas na mesma escala e podem ser comparadas.

Em resumo, a Teoria de Resposta ao Item (TRI) leva em consideração não apenas o número de respostas corretas, mas também o padrão de respostas do participante no teste.

Quando a TRI começou a ser usada?

A utilização da TRI foi iniciada no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), em 1995. 

Para obter mais informações sobre a Teoria de Resposta ao Item (TRI), acesse o site da Revista Quero com todos os detalhes sobre a TRI. 

Como é feita a correção da redação do Enem?

A correção da redação do Enem 2024 é feita com base em 5 competências:

  • Competência 1: estrutura sintática e desvios gramaticais
  • Competência 2: abordagem do tema, tipo textual e repertório
  • Competência 3: selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista
  • Competência 4: demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação
  • Competência 5: elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

A nota máxima é 1000, sendo assim, cada competência tem valor de 200 pontos.

A nota é atribuída pelo corretor, que confere a cada competência uma nota que pode ser de 0, 40, 80, 120, 160 ou 200. Após a conclusão da correção, as notas de cada competência são somadas, determinando a nota final do candidato.

Em seguida, a redação é reexaminada por um segundo corretor, obedecendo aos mesmos critérios, que não possui acesso às notas atribuídas na primeira correção.

Se houver discrepância entre as notas, superior a 100 pontos no total, ou de 80 pontos em alguma das categorias, a redação é corrigida novamente por uma terceira pessoa.

Se não houver discrepância, a nota final será dada por meio da média aritmética das duas primeiras notas.

Quantos participantes conseguiram nota 1000 na redação do Enem?

No Enem 2023, 60 participantes obtiveram conceito máximo na redação. O número representa um avanço em relação ao último ano, no qual apenas 18 estudantes performaram com a nota 1000.

O resultado é superior aos registrados nos últimos quatro anos. Em 2021, por exemplo, foram 22 notas máximas, 28, em 2020, e 53, em 2019.

Redações nota mil do Enem

Para saber mais sobre as competências avaliadas e ver dicas de como mandar bem na redação, dê uma olhada nesse post da Revista Quero: Redação do Enem nota 1000.

Quais foram os temas da redação do Enem?

Confira os temas da redação do Enem de 2009 até 2023.

Enem 2009

O indivíduo frente à ética nacional (Enem regular)

Enem 2010

O trabalho na construção da dignidade humana (Enem regular) e Ajuda humanitária (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2011

Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado (Enem regular) e Cultura e mudança social (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2012

O movimento imigratório para o Brasil no século XXI (Enem regular) e O grupo fortalece o indivíduo? (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2013

Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil (Enem regular) e Cooperativismo como alternativa social (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2014

Publicidade infantil em questão no Brasil (Enem regular), O que o fenômeno social dos “rolezinhos” representa? (Enem PPL e reaplicação), Alternativas para a escassez de água no Brasil” (Terceira aplicação)

Enem 2015

A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira (Enem regular) e O histórico desafio de se valorizar o professor (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2016

Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil (Enem regular primeira aplicação), Caminhos para combater o racismo no Brasil (Enem regular segunda aplicação) e Alternativas para a diminuição do desperdício de alimentos no Brasil (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2017

Desafios para formação educacional de surdos no Brasil (Enem regular) e Consequências da busca padrões de beleza idealizados (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2018

Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet (Enem regular) e Formas de organização da sociedade para o enfrentamento de problemas econômicos no Brasil (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2019

Democratização do acesso ao cinema no Brasil (Enem regular) e Combate ao uso indiscriminado das tecnologias digitais de informação por crianças (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2020

O Estigma Associado às Doenças Mentais na Sociedade Brasileira (Enem impresso), O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil (Enem digital) e A falta de empatia nas relações sociais no Brasil (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2021

Invisibilidade e Registro Civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil (Enem regular) e Reconhecimento da contribuição das mulheres nas ciências da saúde no Brasil (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2022

Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil (Enem regular) e Medidas para o enfrentamento da recorrência da insegurança alimentar no Brasil (Enem PPL e reaplicação)

Enem 2023

Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil (Enem regular) e Desafios para a (re)inserção socioeconômica da população em situação de rua no Brasil (realpicação Enem regular)

Como são elaboradas as questões do Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma avaliação fundamental para milhões de estudantes em todo o Brasil e uma das dúvidas mais comuns, entre os alunos ou candidatos, é saber como são elaboradas as questões da prova. 

Em novembro de 2023, a Agência Brasil fez um passo a passo das etapas desde a definição das questões até a aplicação da prova. 

1. Definição das Questões

No final do primeiro semestre, as questões que compõem o Enem são meticulosamente elaboradas. Este processo inicia-se com a publicação de um edital para a seleção de colaboradores responsáveis pela criação dos itens da prova.

2. Elaboração das Questões

Os itens, também conhecidos como questões, são criados de acordo com os parâmetros estabelecidos pelo ENEM e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Todas as informações são previamente divulgadas pela Agência Brasil.

3. Avaliação e Classificação

Cada questão é submetida a uma avaliação rigorosa por parte de revisores e especialistas. Em seguida, é testada por um grupo de estudantes para determinar seu nível de dificuldade. Isso possibilita a composição de diversas versões da prova, com diferentes temas, mas mantendo o mesmo grau de complexidade. 

Os estudantes não têm conhecimento de que estão respondendo a possíveis questões do Enem, garantindo assim a integridade do processo.

4. Integração no Banco Nacional de Itens (BNI)

As questões aprovadas são incluídas no Banco Nacional de Itens (BNI), um repositório de perguntas disponível para o Inep para utilização em futuras edições do Enem. O acesso ao BNI é estritamente regulamentado por um protocolo de segurança. Todos os servidores e colaboradores autorizados a acessar os itens assinam termos de sigilo e confidencialidade.

5. Produção e Segurança na Gráfica

Uma vez finalizada a seleção das questões, a prova é encaminhada para uma gráfica que opera com máxima segurança. A diagramação é realizada por colaboradores em uma sala de alta segurança. A videoprova em libras é gravada em um estúdio instalado no ambiente Físico Integrado Seguro, situado no Inep.

6. Distribuição e Logística

A distribuição das provas para todas as capitais inicia-se no começo do quarto trimestre, sempre acompanhada por escoltas da Polícia Federal ou da Polícia Rodoviária Federal. As provas são encaminhadas para galpões logísticos de segurança máxima, permanecendo sob vigilância até o dia da aplicação.

7. Aplicação

Os malotes contendo as provas, previamente separados por sala e local de aplicação, são lacrados ainda na gráfica e só podem ser abertos após o fechamento dos portões.

Este guia oferece uma visão abrangente e esclarecedora do processo meticuloso e seguro pelo qual a prova do Enem é elaborada e administrada, garantindo a integridade e confiabilidade deste importante exame educacional.

Como ver a nota do Enem?

A nota oficial do Enem é calculada e disponibilizada no site oficial do Enem após alguns meses, contendo o resultado das provas e a nota da redação.

Para consultar, basta acessar o portal do candidato pelo site do Enem ou por meio do aplicativo oficial. Para informações adicionais, confira a matéria da Revista Quero sobre verificação de notas do Enem 2024.

Como justificar a ausência do Enem?

O participante que conseguiu a isenção da taxa de inscrição do Enem do ano anterior, não compareceu para fazer as provas nos dois dias de aplicação e deseja solicitar isenção da taxa de inscrição para o Enem 2024 deve justificar sua ausência. Saiba como fazer a justificativa de ausência para o Enem

O participante que obtiver a isenção da taxa de inscrição do Enem 2024 e não comparecer às provas nos dois dias de aplicação deverá justificar sua ausência no sistema de isenção do Enem, caso queira solicitar nova isenção para o Exame.

Como se preparar para o Enem?

Passada a etapa de inscrição para o Enem 2024, é momento de focar na parte mais importante do Enem: as provas. Confira algumas dicas para organizar seus estudos e manter a matéria em dia.

  1. Informe-se o máximo possível
    Busque todas as informações que puder sobre o Enem, leia o edital e converse com pessoas que participaram de edições anteriores do processo avaliativo. Além disso, fique antenado nas principais notícias do Brasil e do mundo.
  2. Organize seu tempo e o conteúdo a ser estudado
    Apesar de o Enem ser um exame geral que abrange todo o conteúdo do ensino médio, existem algumas matérias que são mais recorrentes que outras. Observando tudo o que foi abordado nos últimos anos, confira um guia com os principais temas abordados dentro de cada área de conhecimento.
  3. Tenha um plano de estudos para o Enem
    Nós preparamos, anualmente, um plano de estudos para ajudar os alunos a se prepararem para o exame. Use-o para ajudá-lo nos estudos!
  4. Não se limite apenas ao conteúdo
    Estudar não é o bastante, é importante também praticar. Um ótimo exercício a ser praticado é produzir textos nos moldes do Enem. Quanto mais exercitar, mais fácil será articular suas ideias e opiniões para convencer o leitor.
  5. Coloque em prática o que aprendeu
    Seja no conteúdo objetivo do Enem ou na redação, treine o máximo que puder. Só é possível descobrir se aprendeu a matéria colocando em prática e testando seus conhecimentos.
  6. Estude de forma descontraída e interativa
    Na hora de estudar para o Enem 2024, nem tudo tem que ser puro suor e exaustão. Os modos tradicionais de estudo têm se tornado obsoletos e vêm sendo substituídos por formas de aprendizado mais dinâmicas e que resultam em uma maior produtividade.

Leia também: Redação do Enem: tudo o que você precisa saber 

Quais são os recursos de acessibilidade do Enem?

Na última edição do Enem, o Ministério da Educação (MEC), por intermédio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), deferiu 38.101 pedidos de atendimento especializado e atendeu a 70.411 requisições para recursos de acessibilidade. 

No que diz respeito ao atendimento pelo nome social, foram contempladas 1.526 solicitações. Essas informações foram divulgadas no portal do MEC.

O tempo adicional foi o recurso mais solicitado pelos participantes, com 18.173 requisições aprovadas. Em seguida, figuram o auxílio para leitura, com 10.271 pedidos, a correção diferenciada, com 8.703; o auxílio para transcrição, com 7.507; e a disponibilidade de sala de fácil acesso, com 6.449 pedidos.

No âmbito dos atendimentos especializados, as solicitações de pessoas com déficit de atenção lideram em número de pedidos aprovados, totalizando 13.686, seguidas pelos inscritos com baixa visão, que alcançaram um total de 6.504.

Quando posso pedir reaplicação do Enem?

Confira quais são as situações que possibilitam a solicitação de reaplicação ao candidato. A lista foi veiculada pela Agência Brasil.

Doenças Infectocontagiosas:

    • Participantes ausentes devido a doenças infectocontagiosas têm a opção de solicitar a reaplicação das provas em casos de:

      • Tuberculose

      • Coqueluche

      • Difteria

      • Doença invasiva por Haemophilus influenzae

      • Doença meningocócica e outras formas de meningite

      • Varíola

      • Varíola dos macacos (monkeypox)

      • Influenza humana A e B

      • Poliomielite causada por poliovírus selvagem

      • Sarampo

      • Rubéola

      • Varicela

      • Covid-19

Candidatos que se sentiram indispostos ou tiveram problemas de saúde durante a aplicação do exame, e por isso precisaram deixar o local, sem retornar ou concluir as provas, não têm direito à solicitação de reaplicação.

Problemas Logísticos

Os seguintes problemas logísticos podem justificar a reaplicação da prova:

        • Desastres naturais que afetam a infraestrutura do local de provas

        • Falta de energia elétrica que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural

        • Falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante

        • Erro na execução do procedimento de aplicação que resulte em prejuízo comprovado ao participante

      • O participante afetado por problemas logísticos no primeiro dia de aplicação das provas deve comparecer no segundo dia, em 12 de novembro, e solicitar a reaplicação apenas para o primeiro dia.

Local de Prova Distante:

  • Pessoas alocadas em locais de prova com distância superior a 30 quilômetros da residência indicada na inscrição têm o direito de solicitar a reaplicação da prova.

Para solicitar a reaplicação, o candidato deve acessar a Página do Participante e apresentar um documento comprovante da necessidade da reaplicação do exame, conforme especificado no item 4.2.3 do edital, como um diagnóstico médico. Os dados inseridos no pedido não podem ser alterados após o envio. 

O que é ser um certificador do Enem?

De acordo com o Inep, o responsável pela certificação realiza verificações presenciais para certificar os procedimentos de aplicação do Enem, incluindo:

  • Verificar a entrega, guarda e abertura dos envelopes contendo os cadernos de questões;
  • Supervisionar a chegada, treinamento e atuação dos membros da equipe de aplicação durante os dias de exame;
  • Garantir o adequado processo de abertura e fechamento dos portões do local de provas, assim como o início e término das provas conforme os horários estipulados;
  • Assegurar que os Cartões-Resposta, Folhas de Redação e materiais administrativos sejam devolvidos e acondicionados corretamente nos envelopes;
  • Monitorar o uso de salas extras, se necessário;
  • Verificar a identificação adequada dos participantes;
  • Coordenar eventuais substituições de provas e Cartões-Resposta.

Além disso, o responsável pela certificação também é encarregado de preencher e enviar as informações pertinentes por meio do sistema RNC nos dias de atuação.

Resultados do Enem

De acordo com as informações divulgadas pelo Inep, a nota média dos participantes do Enem 2023 totalizou 516 pontos em Linguagens, 522 em Ciências Humanas, 497 em Ciências da Natureza e 534 em Matemática. Além disso, a média da redação foi de 641 pontos, com 60 estudantes performando com a nota máxima.

Nota média do Enem

Onde usar a nota do Enem?

Com a nota do Enem, é possível ingressar em universidades e faculdades públicas e privadas; conseguir bolsas de estudo para cursos de nível superior e técnico; fazer financiamento estudantil para cursos superiores de instituição privada; e, até mesmo, ingressar em uma universidade em Portugal.

Para informações adicionais, confira a matéria da Revista Quero sobre 6 maneiras de usar a nota do Enem para ingressar na faculdade.

Como usar a nota do Enem aqui na Quero Bolsa?

Adicione sua nota do Enem no nosso site e descubra na hora sua Nota Quero. Veja os benefícios de ter a sua Nota Quero:

  • 100% online

    Entre na faculdade sem sair de casa.

  • É grátis!

    Garanta sua aprovação antes de escolher sua bolsa.

  • A Nota é aceita em mais de 100 faculdades

Como usar a nota do Enem 2024 no Sisu?

Por meio do Sisu, é possível concorrer a vagas de cursos de graduação em universidades públicas de todo o país. A inscrição ocorre todos os anos, no início de cada semestre.

Para participar, é necessário ter participado da edição do Enem 2024 e ter obtido nota superior a zero na redação. Além disso, também é necessário atingir a nota de corte do curso desejado.

Confira as Notas de Corte do Sisu nas edições anteriores. Para obter mais informações sobre o Sisu, acesse nosso Guia do Sisu.

Como usar a nota do Enem 2024 no Prouni?

Por meio do Prouni, o estudante pode concorrer a bolsas integrais ou parciais em diversas instituições privadas no país. Para isso, o candidato deve realizar sua inscrição dentro do prazo estabelecido pelo MEC e seguir as normas requisitadas.

Diferente dos demais programas, no Prouni o candidato deve estar adequado a um perfil socioeconômico, o que envolve o padrão de até um salário mínimo por residente para bolsas integrais, ou três salários mínimos para bolsas parciais.

Confira as Notas de Corte do Prouni nas edições anteriores. Para obter mais informações sobre o Prouni, acesse nosso Guia do Prouni

Como usar a nota do Enem 2024 no Fies?

Com o Fies, é possível conseguir financiamento estudantil para cursar o ensino superior, de forma facilitada, utilizando apenas a sua nota do Enem.

Para isso, é necessário ter realizado alguma edição do Enem desde 2010, comprovar renda familiar inferior a 3 salários mínimos per capita, estar matriculado em uma instituição de ensino superior cadastrada no programa, ter obtido nota superior a zero na redação e totalizar 450 pontos na média das provas do Enem 2024.

Confira as Notas de Corte do Fies nas edições anteriores. Para obter mais informações sobre o Fies, acesse nosso Guia do Fies.

Como usar a nota do Enem para estudar em Portugal?

Com o acordo firmado entre Brasil e Portugal em 2014, é possível estudar em Portugal utilizando apenas a nota do Enem.

Para se candidatar a uma vaga, é necessário consultar os requisitos de cada universidade participante no site das instituições.

Quais instituições de Portugal aceitam a nota do Enem?

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), confira as instituições lusitanas que aceitam a nota do Enem:

  • Universidade de Coimbra (UC) 

  • Universidade do Algarve (UAlg)

  • Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) 

  • Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)

  • Instituto Politécnico do Porto (P.Porto) 

  • Instituto Politécnico Portalegre (IPP)

  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)

  • Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)

  • Universidade de Aveiro (UA)

  • Instituto Politécnico da Guarda (IPG) 

  • Universidade de Lisboa (ULisboa) 

  • Universidade do Porto (U.Porto)

  • Universidade da Madeira (UMa) 

  • Instituto Politécnico de Viseu (IPV)

  • Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)

  • Universidade dos Açores (UAc)

  • Universidade da Beira Interior (UBI)

  • Universidade do Minho

  • Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)

  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona)

  • Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)

  • Instituto Politécnico de Bragança (IPB)

  • Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) 

  • Universidade Lusófona do Porto (ULP) 

  • Universidade Portucalense (UPT) 

  • Instituto Universitário da Maia (Ismai) 

  • Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia) 

  • Universidade Católica Portuguesa (UCP) 

  • Universidade Fernando Pessoa (UFP) 

  • Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (Ispa) 

  • Instituto Leonardo da Vinci (ILV)

  • Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa)

  • Universidade Lusíada – Norte 

  • Universidade Lusíada 

  • Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)

  • Escola Superior Artística do Porto (Esap) 

  • Universidade Europeia 

  • Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL)

  • Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP) 

  • Universidade Autônoma de Lisboa (UAL) 

  • Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso) 

  • Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)

  • Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat) 

  • Instituto Superior Dom Dinis (Isdom) 

  • Instituto Superior de Gestão (ISG)

  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém)

  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia) 

  • Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de Lisboa 

  • Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) 

  • Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do Porto 

  • Universidade Nova de Lisboa

Para mais informações e depoimentos sobre estudantes que conseguiram o benefício, acesse a matéria publicada na Revista QueroComo estudar em Portugal com o Enem.

Como simular a nota para o Enem 2024?

Se você já sabe sua nota do Enem 2024 e quer ter uma ideia dos benefícios que poderia conseguir, acesse nosso simulador de notas de corte do Enem. É possível descobrir quais as notas de corte (de anos anteriores) exigidas por cursos e faculdades participantes do Sisu, Fies e Prouni.

Para mais informações e novidades sobre o Enem 2024, acesse a Revista Quero e o Manual do Enem.