Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua bolsa

    Escolha um curso e encontre a melhor opção pra você.


  2. Garanta sua bolsa

    Faça a sua adesão e siga os passos para o processo seletivo.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só realizar a matrícula e mandar ver nos estudos.


Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

Antropologia

Saiba tudo sobre o curso de Antropologia e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

Ilustração de uma garota fazendo uma pesquisa do curso de Antropologia no notebook
Média Salarial: R$ 5.406,54
Duração: até 4 anos
Bolsas: a partir de R$ 153,00
Ver bolsas de até 87%

Sobre o curso de Antropologia

O curso de Antropologia é uma disciplina acadêmica que se dedica ao estudo da cultura, sociedade e comportamento humano. Ele busca compreender a diversidade cultural e as formas de organização social ao redor do mundo, bem como as mudanças ao longo do tempo.

Durante o curso, os estudantes são introduzidos a uma ampla gama de temas, incluindo etnografia, teoria antropológica, arqueologia, antropologia linguística e antropologia biológica. Através de métodos de pesquisa como observação participante, entrevistas e análise de documentos, os alunos aprendem a analisar e interpretar as complexidades das diferentes culturas e sociedades.

Além disso, a Antropologia muitas vezes aborda questões contemporâneas, como globalização, migração, identidade, gênero, raça e poder. Esses temas são fundamentais para a compreensão dos desafios sociais e culturais enfrentados em um mundo cada vez mais interconectado.

O curso de Antropologia também estimula o pensamento crítico e a capacidade de analisar diferentes perspectivas e interpretações culturais. Os alunos são incentivados a questionar preconceitos e a considerar as múltiplas maneiras de compreender e interagir com o mundo ao seu redor.

Após a conclusão do curso, os graduados em Antropologia têm a oportunidade de seguir diversas carreiras, tanto dentro do meio acadêmico como em áreas práticas. Podem trabalhar em pesquisa, ensino, consultoria em organizações não-governamentais, setor público e privado, além de atuar em projetos de desenvolvimento comunitário e políticas culturais.

Veja bolsas de estudo para o curso de Antropologia

Os tipos de formação para o curso de Antropologia são: bacharelado e pós-graduação .

Como é o curso de Antropologia?

O curso de Antropologia oferece uma exploração aprofundada e abrangente da disciplina, proporcionando aos estudantes uma compreensão ampla da diversidade cultural, social e biológica da humanidade. Normalmente, o curso é dividido em diferentes áreas, permitindo que os alunos adquiram conhecimentos em diversas abordagens da Antropologia.

Durante os primeiros anos, os estudantes geralmente são introduzidos aos fundamentos da disciplina, incluindo teorias antropológicas, métodos de pesquisa e conceitos-chave. Isso pode envolver o estudo de antropologia cultural, social, arqueologia e antropologia biológica.

À medida que avançam nos estudos, os alunos têm a oportunidade de se aprofundar em áreas específicas de interesse. A pesquisa de campo é uma parte crucial do curso de Antropologia, permitindo que os estudantes apliquem na prática os métodos aprendidos em sala de aula. Eles podem realizar estudos etnográficos, participar de escavações arqueológicas ou realizar pesquisas biológicas em laboratórios.

A interdisciplinaridade é uma característica comum nos cursos de Antropologia, pois os alunos podem explorar conexões com outras disciplinas, como sociologia, história, geografia, biologia e até mesmo áreas mais específicas, como antropologia médica.

Além das aulas teóricas e da pesquisa de campo, muitos cursos de Antropologia incentivam a participação em estágios práticos, promovendo a aplicação dos conhecimentos adquiridos em contextos do mundo real. Os estudantes também têm a oportunidade de desenvolver habilidades críticas, analíticas e de comunicação, fundamentais para o sucesso na prática antropológica.

Ao longo do curso, os alunos são desafiados a questionar preconceitos, a compreender a relatividade cultural e a explorar a complexidade das interações humanas. O objetivo é formar profissionais capazes de contribuir para a compreensão da condição humana e para a promoção da tolerância e respeito à diversidade.

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), a proposta do curso de Antropologia deve preparar o aluno para, entre outros itens:

  • Identificar as fronteiras que demarcam o campo de conhecimento;

  • Gerar produtos a partir dos conhecimentos adquiridos e divulgá-los;

  • Elaborar, coordenar, executar e avaliar planos, programas e projetos;

  • Desenvolver atividades profissionais autônomas, de modo a orientar, dirigir, assessorar, prestar consultoria, realizar perícias e emitir laudos técnicos e pareceres;

  • Responder a demandas de informação produzidas pelas transformações que caracterizam o mundo contemporâneo.

A grade curricular pode incluir disciplinas como Antropologia e Gênero, Cultura e Ambiente, Antropologia Brasileira, História do Pensamento Arqueológico e Filosofia das Ciências Sociais.

O curso tem duração média de quatro anos. Há universidades que oferecem Antropologia como habilitação do curso de Ciências Sociais.

Qual a grade curricular de Antropologia?

Grade Curricular é o conjunto de matérias que o aluno estudará durante o curso. Veja abaixo um exemplo de grade curricular para o curso de Antropologia em uma de nossas faculdades parceiras:

    Ver a grade curricular

    O que se aprende na faculdade de Antropologia?

    No curso de Antropologia, os estudantes aprendem a analisar e compreender a complexidade da cultura, sociedade e comportamento humano. A disciplina abrange uma ampla gama de tópicos, incluindo etnografia, teoria antropológica, arqueologia, antropologia linguística e antropologia biológica.

    Ao longo do curso, os alunos são introduzidos a métodos de pesquisa como observação participante, entrevistas e análise de documentos, que são fundamentais para a coleta de dados e o entendimento das diferentes práticas culturais ao redor do mundo. Além disso, os estudantes aprendem a interpretar essas informações de forma crítica, considerando o contexto social, histórico e político em que estão inseridas.

    A Antropologia também aborda temas contemporâneos, como globalização, migração, identidade, gênero, raça e poder. Isso proporciona aos alunos uma compreensão mais profunda das questões sociais e culturais que afetam a sociedade atual.

    Além do aspecto teórico, o curso de Antropologia também estimula o desenvolvimento de habilidades práticas, como o trabalho de campo e a produção de relatórios de pesquisa. Isso permite aos alunos aplicar os conhecimentos adquiridos em situações reais e desenvolver uma abordagem crítica e reflexiva em relação às diferentes culturas e sociedades.

    Ao final do curso, os graduados em Antropologia estão preparados para seguir diversas carreiras, tanto no meio acadêmico quanto em setores práticos. Podem atuar em pesquisa, ensino, consultoria em organizações não-governamentais, setor público e privado, além de se envolver em projetos de desenvolvimento comunitário e políticas culturais.

    Por fim, para exemplificar conteúdos de Antropologia em cursos de pós-graduação, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) possui linhas de pesquisa sobre:

    • Imagens, Patrimônio, Museus e Contemporaneidade;
    • Etnologia, Etnicidade e Processos Identitários;
    • Família, Gênero e Saúde;
    • Religião, Sociedade e Cultura;
    • Poder, Desigualdade e Educação;

    Veja também: Tudo sobre o curso de Sociologia no site da Quero Bolsa.

    Se você deseja descobrir se o curso de Antropologia é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

    Quanto custa uma faculdade de Antropologia?

    A Quero Bolsa possui diversas oportunidades para cursos de Antropologia. Algumas faculdades/universidades oferecem bolsas com até 89% de desconto, mas os preços e as características da oferta variam para cada instituição de ensino superior.

    Confira as bolsas de estudo para Antropologia no site da Quero Bolsa.

    Procure o curso de Antropologia ideal para você!

    Com mensalidades a partir de R$ 153,00 entre as 1.406 instituições parceiras do Quero Bolsa.

    Veja como é simples começar a estudar

    1. Encontre seu curso
    2. Garanta sua bolsa
    3. Economize até se formar

    Sobre a carreira de Antropologia

    O que faz o profissional de Antropologia?

    Um antropólogo é um profissional que estuda a humanidade em sua totalidade, buscando compreender as diversas formas de vida, culturas, sociedades e práticas sociais ao redor do mundo. Seu trabalho envolve a observação, análise e interpretação das interações humanas, das crenças, dos costumes, das instituições e das estruturas sociais.

    Os antropólogos realizam pesquisa de campo, imergindo-se em comunidades e contextos culturais específicos para coletar dados etnográficos, que podem incluir entrevistas, observação participante, análise de documentos e registros históricos. Eles procuram entender as dinâmicas sociais, os sistemas de parentesco, as formas de organização política, as práticas religiosas, as manifestações artísticas e as concepções de mundo presentes em cada cultura estudada.

    Além disso, os antropólogos também analisam as relações de poder, os processos de mudança social, os impactos da globalização e das migrações, bem como as questões relacionadas à identidade, gênero, etnia, classe social e meio ambiente. Seu objetivo é não apenas descrever e interpretar as culturas humanas, mas também contribuir para a compreensão das complexidades e diversidades do mundo contemporâneo.

    Com base em suas pesquisas e análises, os antropólogos podem trabalhar em diversas áreas, incluindo academia, pesquisa científica, organizações não governamentais, agências governamentais, empresas, mídia e desenvolvimento comunitário. Eles podem atuar como professores, consultores, analistas culturais, mediadores interculturais, planejadores de políticas públicas, entre outras funções, contribuindo para a promoção do diálogo intercultural, o respeito à diversidade e a construção de sociedades mais justas e inclusivas. Em resumo, o trabalho do antropólogo é fundamental para ampliar nossa compreensão da condição humana e das múltiplas formas de existência e expressão cultural ao redor do mundo.

    Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

    Onde o profissional de Antropologia pode trabalhar?

    Um antropólogo pode atuar em uma variedade de contextos e setores, dada a natureza abrangente da disciplina. Abaixo estão algumas das áreas onde um antropólogo pode trabalhar:

    Academia e Pesquisa: Muitos antropólogos trabalham em universidades e instituições de pesquisa. Eles conduzem estudos acadêmicos, escrevem artigos e livros, além de lecionar em cursos de graduação e pós-graduação em Antropologia.

    Organizações Não-Governamentais (ONGs): Antropólogos podem ser contratados por ONGs para conduzir pesquisas e avaliações em comunidades locais, especialmente em projetos relacionados a desenvolvimento, direitos humanos, saúde e educação.

    Agências Governamentais: Órgãos governamentais, como ministérios de cultura, meio ambiente, saúde ou educação, podem empregar antropólogos para fornecer insights sobre questões sociais e culturais que afetam políticas e programas governamentais.

    Empresas e Consultorias: Empresas privadas e consultorias contratam antropólogos para pesquisar e compreender os hábitos e comportamentos dos consumidores. Isso ajuda na concepção de produtos, estratégias de marketing e políticas de gestão de recursos humanos sensíveis à cultura.

    Arqueologia: Os antropólogos especializados em arqueologia trabalham em escavações, análise de artefatos e estudo de sítios históricos. Podem ser empregados por agências governamentais, museus ou empresas especializadas.

    Museus e Instituições Culturais: Antropólogos podem trabalhar em museus, centros culturais e instituições dedicadas à preservação e divulgação do patrimônio cultural. Eles podem atuar na curadoria de exposições, pesquisa e interpretação de coleções.

    Meios de Comunicação e Jornalismo: Alguns antropólogos colaboram com meios de comunicação, escrevendo artigos, produzindo documentários ou fornecendo expertise cultural para programas de televisão, filmes e projetos editoriais.

    Desenvolvimento Internacional: Organizações e agências de desenvolvimento, como o Banco Mundial ou a ONU, contratam antropólogos para trabalhar em projetos que visam melhorar as condições sociais e econômicas em comunidades ao redor do mundo.

    Saúde e Serviços Sociais: Antropólogos podem ser empregados em setores de saúde pública, ONGs de saúde, hospitais e clínicas, para compreender e abordar questões culturais relacionadas a práticas de saúde, doenças e cuidados.

    Esses são apenas alguns exemplos, e a versatilidade da formação em Antropologia permite que os profissionais atuem em uma ampla gama de setores, contribuindo para a compreensão e resolução de questões sociais e culturais em diferentes contextos.

    Dica importante: Confira o Guia Completo sobre a Redação do Enem. Veja dicas incríveis para você arrasar e conseguir uma boa nota nesta parte importante da prova. Tenha acesso aos critérios de avaliação, dicas de especialistas e exemplos nota 1000! Tudo gratuito para você!

    Quanto ganha um profissional de Antropologia?

    O salário médio de um Antropólogo no Brasil é de R$ 5.406,54 . Os estados onde a profissão de Antropólogo têm os melhores salários são SP, DF e AM.

    Quer saber o salário das demais especialidades? Veja aqui

    Ver salários dessa profissão
    Sino de ofertas
    Receba um alerta quando a vaga ideal chegar!

    Como ingressar na profissão de Antropologia?

    Quais são as exigências do mercado de trabalho para o profissional de Antropologia?

    O mercado de trabalho para antropólogos demanda um conjunto de habilidades e conhecimentos específicos. Abaixo estão algumas das exigências mais comuns:

    Formação Acadêmica em Antropologia: É essencial possuir pelo menos uma graduação em Antropologia, e em muitos casos, uma pós-graduação (mestrado ou doutorado) pode ser exigida para cargos mais especializados ou acadêmicos.

    Habilidades de Pesquisa e Análise: Os antropólogos devem ser proficientes em métodos de pesquisa, incluindo coleta de dados, entrevistas, observação participante e análise qualitativa. Além disso, a capacidade de interpretar e analisar dados é crucial.

    Conhecimento Teórico e Conceitual: Ter uma compreensão sólida das teorias e conceitos fundamentais da Antropologia é crucial para aplicar esses conhecimentos na prática.

    Compreensão Cultural Sensível: Um antropólogo deve ser capaz de compreender e respeitar as diversas perspectivas culturais, demonstrando sensibilidade e ética ao lidar com comunidades e grupos sociais diferentes.

    Habilidades de Comunicação: A capacidade de comunicar de forma clara e eficaz, tanto por escrito quanto verbalmente, é essencial. Isso inclui a redação de relatórios de pesquisa, apresentações e a capacidade de explicar conceitos complexos de forma acessível.

    Trabalho em Equipe e Colaboração: Em muitos cenários, os antropólogos trabalham em equipes interdisciplinares, o que requer habilidades de colaboração e cooperação com profissionais de diferentes áreas.

    Adaptação e Flexibilidade: O mercado de trabalho para antropólogos pode variar bastante, e a capacidade de se adaptar a diferentes contextos, desafios e ambientes é uma qualidade valorizada.

    Conhecimentos em Métodos de Pesquisa Quantitativa: Embora a pesquisa qualitativa seja uma parte fundamental da disciplina, ter habilidades em métodos de pesquisa quantitativa pode ser uma vantagem em determinados contextos de trabalho.

    Caso você tenha dúvidas se esse curso é a escolha certa para você, não deixe de conferir o Teste Vocacional da Quero Bolsa. É rápido, gratuito e pode te ajudar nessa importante escolha profissional.

    Quais são as principais competências pessoais do profissional de Antropologia?

    As principais características do profissional de Antropologia, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

    Capacidade de síntese;
    Rigor científico;
    Capacidade analítica;
    Capacidade de formulação teórica;
    Mediar conflitos;
    Trabalhar em equipe;
    Trabalhar em situações adversas;
    Capacidade de observação, descrição e registro;
    Sensibilidade na compreensão de valores e motivações.

    Nota de corte para Antropologia

    Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

    Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte . O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

    No último ano, as notas de corte registradas para o curso de Antropologia foram:

    Quais cidades têm cursos de Antropologia?

    Balões de Conversa - Dúvidas sobre Antropologia
    Está com dúvidas sobre Antropologia? Os alunos e ex-alunos do curso estão prontos para tirar suas dúvidas. Ver perguntas e respostas

    Perguntas e Respostas - Antropologia

    Tipo de Pergunta
    Recentes