Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

Caravaggio

Gabriela Costa Costa
Publicado por Gabriela Costa Costa
Última atualização: 1/6/2019

Introdução

Caravaggio teve seu trabalho mundialmente reconhecido por ter sido um dos nomes pioneiros que deram origem ao o que, hoje, chamamos de Barroco: uma das grandes vanguardas artísticas do final do século XVII e começo do século XVIII.

Caravaggio (1571 – 1609), um dos maiores representantes da arte barroca.

Conhecido por seu jogo de luz e sombra, Caravaggio marcaria a história da arte com suas técnicas e quadros com temas religiosos.

Trajetória

Em setembro de 1571, na Itália, nascia Michelangelo Merisi, também conhecido como Caravaggio, devido à cidade onde viveu. Ele viria a se tornar um dos maiores e mais notáveis artistas atuantes no século XVII.

Mais especificamente, Caravaggio nasceu no Ducado de Milão, onde seu pai atuava como administrador e arquiteto-decorador do Marquês de Caravaggio.

Aos 6 anos, seu pai, bem como grande parte de sua família, morreu em função da peste bubônica (que veio a dizimar 1/3 da Europa). Ainda criança, o artista dava sinais de temperamento forte e violento.

Aos 12 anos, entrou em contato com a arte no ateliê de Simone Peterzano, pintor italiano. Após a morte de sua mãe, foi para Roma viver como pintor. Ali, Caravaggio teve muitas dificuldades, chegando, até mesmo, a passar fome.

Em 1600, o artista obteve grande êxito em obras como “A Captura de Cristo”, de 1602.

Vivendo na boemia, Caravaggio era peculiarmente conhecido pelos problemas que arranjava com a polícia na época.

Dentre outras desavenças que acumulou nas cidades pelas quais percorreu em sua trajetória, estaria o sério caso da morte de um jovem que ele teria assassinado. Isso culminou em sua fuga de Roma para Nápoles. 

A pintura de Caravaggio

Havia uma grande preocupação em retratar o realismo, causando um impacto à maneira como o artista representava figuras bíblicas em meio a aspectos mundanos, tomando como referência os indivíduos de seu cotidiano: pescadores, camponeses e prostitutas.

Em suas obras, como “Flagelação de Cristo”, “A Morte da Virgem” e “João Batista no Deserto”, também se nota um grande contraste entre os ângulos de luz e sombra.

Passou por Nápoles, Malta e Sílica, onde reverberou com maestria, em obras de lirismo transfigurado, abordando temas como a ressurreição de Lázaro.

Caravaggio, de fato, traçava seu estilo artístico em relações íntimas com os principais conceitos que constituiriam o chamado movimento Barroco.

O Barroco sugeria forte noção de profundidade, ligados aos contrastes entre luz e sombra e às paletas de cores fortes. As figuras eram retratadas em detalhes ornamentais.

Nas obras, estava presente o dualismo de conceitos primários entre temas fundamentalmente religiosos.

Caravaggio morreu em circunstâncias desconhecidas aos 38 anos de idade, porém, somente séculos depois, em 2010, seus restos mortais foram encontrados. Em 2018, a causa de sua morte foi desvendada: infecção em ferimentos vitais.


Exercícios

Exercício 1
(UFPR)

 Sobre o Barroco, pode-se afirmar que

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...