Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

Claude Monet

Gabriela Costa Costa
Publicado por Gabriela Costa Costa
Última atualização: 13/5/2019

Introdução

Claude Monet (1840-1926) é um dos mais importantes representantes do movimento Impressionista na França.

Hoje é pintor de renome, mas na França do século XIX, Monet enfrentou muitas críticas até consolidar-se, devido sua proposta estilística oposta àquela da representação da realidade, vigente na época.

Auto-retrato Monet (1886)

Os quadros “Impressão, Nascer do Sol” (1872) e “Ninfeias” (1899) são de sua autoria. Além destes, outras importantes obras foram produzidas por ele, tornando-o um dos pintores mais relevantes da História da Arte.

Trajetória

Oscar-Claude Monet nasceu em Paris, em 1840. Aos cinco anos, deixou a capital francesa com a família, apenas para retornar em sua juventude. Instalados na Normandia, perto de um porto, seu pai, Claude-Auguste, exercia atividades de comerciante.

Ao demonstrar interesse pela pintura, ainda novo, teve em sua tia Marie-Jeanne Lacadre todo o apoio digno de uma amante da arte.

Embora o pai preferisse que seu filho continuasse os negócios familiares, Monet passou a praticar o ofício de pintor e, aos 15 anos, fazia caricaturas pela cidade. Logo se tornou conhecido.

Em 1956, Monet conheceu Eugène Boudin, em uma das praias da Normandia em que fazia caricaturas. Boudin trabalhava extensivamente com pintura ao ar livre e lhe ensinou algumas técnicas.

Em 1959, mudou-se de volta para Paris, onde frequentava religiosamente o Museu do Louvre. Ali, entrou em contato com grandes nomes da pintura e de outras artes, desenvolvendo cada vez mais um estilo próprio.

Em 1861, foi chamado para o Exército na Argélia, o que, claro, não lhe agradou. Desse modo, sua tia Lecadre fez um acordo com Monet: conseguiria sua dispensa do serviço caso ele concordasse cursar Artes na universidade.

Monet, no entanto, não se adaptou ao tradicionalismo acadêmico. Sua formação se daria nos ateliês de outros pintores. E, nesse período, conheceria vários artistas, como Renoir, Fréderic Bazille e Alfred Sisley.

Impressionismo e as obras de Monet

Próximo de Renoir, Claude Monet se instalaria com ele em uma pequena comunidade localizada na margem esquerda do rio Sena, o balneário de Bougival.

Ali, produziram uma série de telas que, posteriormente, foram consideradas como os primeiros exemplos do estilo que seria denominado de impressionista. 

O surgimento do Impressionismo ocorreu na Belle Epóque, período de grandes transformações culturais e surgimento de novos modos de pensar e viver.

Em meio a essa efervescência artística, o Impressionismo ia contra o rigor acadêmico dos artistas da época, que pregavam o realismo (Realismo), a perfeição (Neoclassicismo), ou o subjetivismo (Romantismo).

As fortes e esparramadas pinceladas, que brincavam com a luz e o movimento do cenário, dos quadros pintados ao ar livre não agradaram os críticos da época à primeira vista.

Entre os principais expoentes do Impressionismo estão Edouard Manet, Edgar Degas, Auguste Renoir, Alfred Sisley, Camille Pissarro e, claro, Claude Monet, considerado seu grande representante.

Aliás, foi a partir do título de uma das obras de Monet que o Impressionismo seria nomeado: o quadro “Impressão, Nascer do Sol” (1872).

Casamento e Morte

Em 1870, Claude Monet casou-se com Camille Doncieux. Em 1867, nasce seu primeiro filho, Jean. Devido à guerra franco-prussiana, a família refugiou-se em Londres, como o fez à maioria dos artistas.

Em 1872, retornou novamente à França e instalou-se em um pequeno povoado no subúrbio de Paris, cercado de campos e nas margens do Sena, onde as belas paisagens serviram de inspiração para várias pinturas.

Apesar do sucesso de algumas obras, Monet vivia em dificuldade financeira.

Em 1878, nasceu seu filho Michel. Um ano depois, sua esposa morre. Então, Monet e seus filhos se mudam para a casa de Alice Hoschedé, esposa de um de seus patrocinadores, em Poissy.

Em 1892, casou-se novamente, com a viúva Alice Hoschedé, com quem viveu até o momento de sua morte, que ocorreria em dezembro de 1926. Claude Monet morreu com graves problemas na visão.


Exercícios

Exercício 1
(UFMS/2009)

O termo “Impressionismo” surgiu em função da obra abaixo, que foi um dos primeiros quadros de um importante artista francês, "Impressão, nascer do sol", quando de uma crítica feita ao quadro pelo pintor e escritor Louis Leroy. A expressão foi usada originalmente de forma pejorativa, mas o artista e os demais artistas desse movimento artístico adotaram a denominação, sabendo da revolução que estavam iniciando na pintura.

Assinale a alternativa que indica o nome do artista autor da obra citada.

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...