Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

Diego Rivera

Gabriela Costa Costa
Publicado por Gabriela Costa Costa
Última atualização: 1/6/2019

Introdução

Diego Rivera é um dos maiores representantes do movimento artístico denominado “Muralismo mexicano”. 

Diego Rivera (1886 – 1957), pintor mexicano e ativista socialista.

Apostando em uma concepção distinta de arte, não elitizada e a qual o povo tivesse acesso, Diego Rivera dispensou os cavaletes e pintou grandes murais, inspirado em críticas sociais e históricas.

Foi companheiro da pintora mexicana Frida Kahlo. Os dois eram engajados com ideais da esquerda e chegaram a abrigar Leon Tortsky em sua casa quando este fugia da perseguição imposta no governo de Stálin.

Trajetória

O nome completo do nosso biografado é longo: Diego María de la Concepción Juan Nepomuceno Estanislao de la Rivera y Barrientos Acosta y Rodríguez, uma versão ampliada daquele que livros, jornais, blogs usam para se referir a ele: Diego Rivera.

Ele nasceu em Guanajuato, no México, no dia 8 de dezembro de 1886. E, segundo seus biógrafos, desde pequeno mostrou interesse pelas artes. Sua família era de origem judaica, portanto, valorizava o mundo artístico. 

Diego Rivera frequentou a Academia de Bellas Artes de San Carlos e a Academia de San Pedro Alvez. Dos estudos em terras mexicanas, foi para a Europa após ganhar uma bolsa de estudos.

Era começo do século XIX, de modo que Rivera pode entrar em contato com artistas e também com suas ideias vanguardistas, o que viria a inspirá-lo a pensar a sua própria arte. 

Depois de uma temporada de 14 anos na Europa, Rivera iria para os Estados Unidos. Seu retorno ao México aconteceria em 1934, quando ele funda o “Sindicato dos Pintores”, junto com outros artistas mexicanos.

Este Sindicato seria uma semente da qual germinaria, depois, os ideais do Muralismo

Muralismo e ideologia

Muralismo foi um movimento artístico pelo qual a Revolução Mexicana perpetuou seu legado. 

O Muralismo trazia uma arte engajada, que chegava ao povo através das pinturas nos muros e grandes murais públicos, ao invés de ficar em telas nos ateliês particulares dos artistas.

As obras dos artistas muralistas traziam temas com profundas raízes indigenistas, eram carregadas de religiosidaderevelavam desigualdades sociais, a exploração dos camponeses, a miséria e a luta contra o imperialismo, em especial dos Estados Unidos.

Diego Rivera e Frida Kahlo

Frida Kahlo e Diego Rivera são considerados os maiores nomes do mundo artístico, no México.

Quando se conheceram, no México, em 1922, Kahlo tinha 15 anos e Diego estava em seu segundo casamento. Também estava pintando um mural na Escola Preparatória Nacional do México.

O envolvimento amoroso entre os dois aconteceria seis anos depois, quando Frida Kahlo passa a levar suas obras para Rivera analisar, pedindo orientação profissional para o pintor. 

O relacionamento dos dois foi extremamente tempestuoso. Diego traiu Kahlo várias vezes. Quando estabeleceram um relacionamento aberto, Diego repreendia Kahlo quando ela se envolvia com outros homens.

Separaram-se após Kahlo descobrir que ele e sua irmã Cristina tinham se tornado amantes. Algum tempo depois Kahlo e Diego se reconciliaram, mas passaram a morar em casas separadas.

Diego morreu em 24 de novembro de 1957, três anos depois da morte de Frida Kahlo, e dois anos depois de se casar pela quarta vez.


Exercícios

Exercício 1
(Quero Bolsa)

O Muralismo foi um movimento artístico pelo qual a Revolução Mexicana perpetuou seu legado. Um de seus principais representantes é o artista:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...