Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

Galileu Galilei

Miguel Bertelli
Publicado por Miguel Bertelli
Última atualização: 27/6/2019

Introdução

Galileu Galilei (1564 - 1642), nascido em Pisa, foi um físico, matemático, astrônomo e filósofo. era filho do músico Vincenzo Galilei e de Giulia Ammannati. Ele foi extremamente importante na revolução científica.

Teve contribuições nos estudos do movimento uniformemente acelerado e no movimento do pêndulo, enunciou a lei dos corpos e o princípio da inércia. Além disso, melhorou o telescópio e fez descobertas científicas com ele. E também, em sua vida, defendeu o heliocentrismo

Galileu também desenvolveu alguns instrumentos, como a balança hidrostática. Mas o método científico foi sua principal contribuição.

Trajetória

O pai de Galileu o matriculou na Universidade de Pisa para estudar Medicina. Durante o curso, descobriu que o período do pêndulo não dependia de sua massa, e sim do comprimento do fio. 

Dois anos depois, desistiu de Medicina para estudar Matemática. Seu pai não queria que o mesmo seguisse para essa área, e Galileu acabou abandonando a universidade, mas continuou com seus estudos em Matemática, Mecânica e Hidrostática. Nessa época, Galileu inventou a balança hidrostática.

Em 1588, foi nomeado para a Cátedra de Matemática na Universidade de Pisa, onde fez seus experimentos de queda de corpos em planos inclinados. Ele demonstrou que a velocidade de queda não dependia da massa.

Em 1592, foi nomeado, também, para a Cátedra de Matemática na Universidade de Pádua, onde lecionou Geometria, Mecânica e Astronomia. Passou 18 anos lá, e, para ele, foram “os mais felizes da sua vida”. Na Universidade de Pádua, ele descobriu as leis do movimento parabólico.

Em 1609, descobriu a existência do telescópio e o aperfeiçoou, construindo um capaz de aumentar até 30 vezes o objeto. É válido notar que Galileu Galilei não inventou o telescópio, mas foi o primeiro a utilizá-lo para a ciência, fazendo observações astronômicas. Em suas observações, descobriu que a Via Láctea é composta de milhares de estrelas, descobriu os satélites de Saturno e as montanhas e crateras existentes na Lua.

Além disso, Galileu também observou as manchas solares e, devida à resolução do telescópio, confundiu os anéis de Saturno com dois satélites. Ele também observou as fases do planeta Vênus e as utilizou como uma prova a mais para defender o heliocentrismo.

Quando se mudou para Florença, outros cientistas o acusaram de ter roubado a invenção do telescópio e não acreditaram em suas descobertas. Porém, Kepler (1571 - 1630) o apoiou para que isso não acontecesse.

Em 1612, Galileu escreveu um artigo contrário à teoria de Aristóteles, chamado de  "Discurso sobre as coisas que estão sobre a água, ou que nela se movem", onde utilizou a teoria de Arquimedes, dizendo que os corpos vão afundar ou flutuar na água segundo seu peso específico, e não ao seu formato.

Em Florença, também escreveu um artigo sobre as manchas solares, já observadas em Pádua, chamado de “História e demonstração sobre as manchas solares e seus acidentes”.

Os estudiosos da época acreditavam que o ar não tinha peso algum, mas, em 1614, Galileu mostrou que o ar possuia um peso diferente de zero, e também apresentou um método para calculá-lo.

Entre 1613 e 1615, Galileu escreveu as cartas copérnicas, contendo ideias inovadoras que geraram polêmicas nos meios mais conservadores. A parte mais polêmica é quando ele defende o sistema heliocêntrico.

Em 1616, a inquisição se manifesta sobre o heliocentrismo, proibindo os livros que falam sobre o assunto e também proibindo a população de falar sobre o mesmo. Galileu foi convocado a defender suas ideias no Tribunal do Santo Ofício, onde foi proibido de divulgar e ensinar suas teorias.

Galileu foi chamado, novamente, em 6 audiências no Vaticano. Porém, o papa não aceitou o pedido de Galileu para retirar o decreto contra o heliocentrismo de 1616. Galileu volta a defender o heliocentrismo e até publica um livro sobre o assunto, fazendo com que a inquisição ficasse contra ele.

Mesmo doente, Galileu foi convocado à Roma para ser julgado. Foi condenado à prisão por tempo indeterminado e seus livros foram incluídos no index.

Em 1632, Galileu publica outro livro defendendo o heliocentrismo e, em 1633, é declarado como suspeito de heresia. Galileu morreu cego, em Arcetri, no ano de 1642.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2014)

A filosofia encontra-se escrita neste grande livro que continuamente se abre perante nossos olhos (isto é, o universo), que não se pode compreender antes de entender a língua e conhecer os caracteres com os quais está escrito. Ele está escrito em língua matemática, os caracteres são triângulos, circunferências geométricas e outras figuras, sem cujos meios é impossível entender humanamente as palavras; sem eles, vagamos perdidos dentro de um obscuro labirinto.

(GALILEI, G. O ensaiador. Os pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1978)

No contexto da revolução científica do século XVII, assumir a posição de Galileu significava defender a:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...