Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

René Magritte

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 15/5/2019

Introdução

René François Ghislain Magritte nasceu em Lessines, Bélgica, em 21 de novembro de 1898. Era filho caçula de Léopold e Regina Magritte. Aos 14 anos, René Magritte testemunhou o suicídio da mãe. Após o impacto da perda, René começou a pintar.

Aos 18 anos, Magritte foi aceito na Academia Real de Belas Artes de Bruxelas e entra em contato com o Impressionismo, bastante presente em suas primeiras obras.

No tempo em que dedicou-se aos estudos na academia, conheceu o Cubismo e o Surrealismo, que seriam usados em obras posteriores.

Em 1920, René Magritte realizou sua primeira exposição no Centro de Arte de Bruxelas. Nesse mesmo ano, trabalhou na criação de anúncios publicitários e inseriu elementos cubistas e surrealistas nas produções.

No ano de 1926, Magritte apresenta ao público sua primeira pintura surrealista: O Jóquei Perdido. A obra não teve boa aceitação do público e recebeu inúmeras críticas. No ano seguinte, Magritte muda-se para Paris para desenvolver as técnicas surrealistas e conhecer os artistas parisienses. 

Mais confiante, em 1929 Magritte produz O Falso Espelho. Na obra, o artista representa um  olho humano que reflete um céu repleto de nuvens. Ainda no mesmo ano, o belga produziu sua obra mais famosa, A Traição das Imagens, que representa um cachimbo com a inscrição Ceci n´est pas une pipe. A frase contradiz a figura representada, ao afirmar que o cachimbo representado não é um cachimbo.

Em 1930, Magritte retorna a Bruxelas, aprofunda e desenvolve as técnicas surrealistas, e produz diversas obras aclamadas pela crítica e pelo público. Diante de tantos elogios, em 1936 é convidado para expor seus quadros em Nova York.

O reconhecimento mundial acontece na década de 1960, quando Magritte é novamente convidado a ir a Nova York para expor uma retrospectiva de sua carreira no Museu de Arte Moderna.

Após o sucesso da exposição, algumas obras do belga foram transformadas em esculturas de bronze. Magritte inspecionou pessoalmente a confecção das obras. Nesse período, recebe o diagnóstico de câncer. O artista falece em Bruxelas, em 15 de agosto de 1967.

Cachimbo representado na obra A traição das Imagens, 1926

Surrealismo

O Surrealismo foi um dos movimentos das vanguardas européias do início do século XX. O movimento foi fundado em 1924, com a publicação do Manifesto Surrealista de André Breton.

No manifesto, são apresentadas algumas características do surrealismo. Os artistas rejeitavam os valores e padrões sociais e culturais impostos pela sociedade burguesa, e eram simpáticos a tudo que fosse subversivo, fantasioso, inconsciente e ilógico. O desprendimento do consciente é uma das maiores marcas do Surrealismo.

O movimento surrealista usa como base as teorias do psicanalista Sigmund Freud. A interpretação dos sonhos também é usada com frequência na produção das obras.

Muitas das características surrealistas atravessaram as décadas e são observadas em obras das décadas posteriores. 

Características das Obras

As obras da maturidade de René Magritte apresentam várias características que as aproxima do Surrealismo, dentre as quais merecem destaque:

  • Uso de elementos fantasiosos e mágicos juntamente com elementos reais;
  • Abandono dos padrões e das formas completamente reais;
  • Exploração do inconsciente, dos sonhos, devaneios e, de certa forma, das loucuras dos artistas;
  • Aproximação de elementos que representassem a falta de controle da lógica e razão;
  • Uso de elementos óticos e ilusões de imagem;
  • Uso de cores e jogos de luz que causam ilusão ótica;
  • Distorção e sobreposição de imagens e cores.

Principais Obras

Dentre as mais importantes e famosas obras de René Magritte estão:

  • O jóquei perdido - 1926
  • O espelho falso -1926
  • A traição das imagens - 1926
  • O retrato - 1935
  • Águas profundas - 1941
  • Golconda - 1953
  • Império das Luzes - 1954
  • O castelo dos Pirineus - 1959
  • O telescópio - 1959
  • A carta em branco - 1965

Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2015 - modificada)

O Surrealismo configurou-se como uma das vanguardas artísticas europeias do início do século XX. René Magritte, pintor belga, apresenta elementos dessa vanguarda em suas produções.

Um traço do Surrealismo presente na pintura de Magritte é:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...