Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Bexiga

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 30/11/2018

Introdução

A bexiga é um órgão do sistema urinário e é a responsável pelo armazenamento da urina produzida pelos rins

Ela está localizada na cavidade pélvica, mas sua posição exata difere de acordo com o sexo do indivíduo. No homem, a bexiga se encontra em frente ao reto. Já na mulher, o órgão está logo abaixo do útero. 

Seu tamanho e sua forma também dependem de diversos fatores como: sexo, idade,  quantidade de urina.

É um órgão oco e muscular. Um adulto saudável consegue reter de 650 a 800 ml de urina.

Função e funcionamento

A bexiga tem como função o armazenamento da urina até que esta possa ser excretada pelo organismo. 

Após ser produzida nos rins, a urina é levada até a bexiga por dois canais chamados ureteres, que ligam a pelve renal diretamente à bexiga. O deslocamento da urina dos rins para a bexiga é um processo lento e gradual, que ocorre por meio de gotejamento. 

Ao fim desse processo, a bexiga está cheia e os receptores localizados na parte externa dela mandam um estímulo ao cérebro para que se inicie a micção, ou seja, a expulsão da urina para fora do organismo. 

Para que a micção ocorrer, é necessário que o esfíncter interno (músculos que atuam contendo a urina) relaxe e que a bexiga se contraia produzindo um jato de pequena pressão. Este é o momento final do processo urinário. 

Inervação da bexiga

Uma parte importante do funcionamento da bexiga é a contração e o relaxamento da camada muscular e dos esfíncteres para que ocorra a micção. Esses movimentos só são possíveis graças a rica inervação do órgão

A bexiga é inervada por três tipos de fibras: as fibras parassimpáticas, as fibras simpáticas e as fibras somáticas

As parassimpáticas e as simpáticas são ligadas ao sistema nervoso autônomo que estimula as ações involuntárias. Já as fibras somáticas são ligadas ao sistema nervoso somático que é responsável pelo controle consciente de ações motoras.

Divisão 

A bexiga é constituída de quatro partes denominadas ápice, fundo, corpo e colo. Essa divisão diz respeito apenas à localização no órgão.

  • Ápice: O ápice está localizado na parte superior frontal da bexiga. É onde ocorre a junção das faces da bexiga.
  • Fundo:  O fundo é a região posterior da bexiga. No homem, está em contato com a vesícula seminal. Na mulher, está em contato com a parte anterior da vagina.  
  • Corpo: O corpo é a região localizada entre o ápice e o fundo da bexiga. 
  • Colo: O colo é a região em que ocorre o encontro da face posterior com as faces laterais da bexiga. É o local onde se abre a uretra. 

Camadas

A bexiga é um órgão que possui quatro camadas: a camada serosa e adventícia, camada muscular, camada submucosa e camada mucosa. 

  • Camada serosa e adventícia: a camada serosa é a camada mais externa do órgão e recobre a parte superior da bexiga, enquanto que a camada adventícia recobre todo o resto da bexiga com tecido conjuntivo.
  • Camada muscular: a camada muscular, também chamada de músculo detrusor, é formada por fibras de músculos que serão responsáveis pela contração ou relaxamento da bexiga para que o  processo da micção seja controlado. O mau funcionamento dessa camada pode causar problemas como a incontinência urinária.
  • Camada submucosa: a camada submucosa é uma fina camada de tecido conjuntivo que se conecta à camada muscular e à camada mucosa. 
  • Camada mucosa: A camada mucosa é a camada mais interna do órgão e recobre toda essa região. Apresenta aspecto enrugado quando a bexiga está vazia e aspecto liso quando a bexiga está cheia.

Exercícios

Exercício 1
(UFSC)

Cada ureter conduz a urina:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...