Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Chikungunya

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 9/10/2018

Introdução

Chicungunha, também denominada chikungunyacatolotolo (no português da Angola) ou febre chikungunya, é uma doença causada pelo mosquito Aedes Aegypti. Anualmente, a Chicungunha atinge milhares de brasileiros.

O que é chikungunya?

A Chicungunha é uma infecção transmitida aos seres humanos por mosquitos do gênero Aedes. Foi inicialmente detectada na África, na Ásia e na Índia, tendo se alastrado, recentemente, para outras localidades do globo. Na Índia, sua transmissão se dá, principalmente, em regiões urbanas e tem como vetor o mosquito Aedes Aegypti.

Mosquito Aedes aegypti transmissor da doença Chicungunha.

Transmissão da chikungunya

A transmissão da febre Chicungunha se dá pelo vírus Chikungunya, transmitido essencialmente por artrópodes - sendo, por isso, caracterizado como um arbovírus. Os artrópodes responsáveis pela transmissão desse vírus para os humanos são o Aedes Aegypti e o Aedes Albopictus. 

Embora a transmissão seja feita de maneira bastante rápida do mosquito para o indivíduo, quando o sangue infectado chega ao mosquito, existe, ainda, um processo para que o vírus se instale no inseto antes de poder ser retransmitido.

É necessário que o vírus se replique dentro do inseto, chegando às suas glândulas salivares, antes de uma nova transmissão. Todo esse processo leva alguns dias para ocorrer. Em geral, acontece em cerca de 10 dias, podendo esse tempo variar de acordo com as particularidades do ambiente: altas temperaturas favorecem o processo, enquanto temperaturas mais baixas podem, até mesmo, matar o inseto antes que o processo seja finalizado.

A incubação do vírus, desde o momento que ele foi contraído pelo inseto até o momento em que ele torna-se pronto para ser transmitido, é denominado período de incubação extrínseco.

Apesar de existirem outras formas de contrair a febre, na prática, todos os casos de transmissão ocorrem por meio da picada do inseto. Uma segunda maneira de ter contato com o vírus seria pela transmissão vertical que acontece durante o parto quando o bebê é contaminado pelo vírus ao contato com o sangue da mãe.

Sintomas da chikungunya

Os principais sintomas da febre Chikungunya são dores bastante intensas nas costas e nas articulações, e febre. Na dengue, a dor nas costas não é sintoma usual, por isso, este é o principal diferencial entre a chicungunha e a dengue.

Esses sintomas costumam surgir cerca de uma semana após a transmissão e duram cerca de 14 dias, com exceção das dores e do inchaço nas articulações, que podem surgir até dois meses após a contração do vírus.

Outros sintomas podem surgir junto aos principais. Manchas avermelhadas por todo o corpo, coceira na palma das mão e nos pés (podendo se estender por todo o corpo), dor atrás dos olhos, cansaço excessivo, entre outros.

Além disso, homens e mulheres podem apresentar alguns sintomas diferentes: nas mulheres, são mais comuns os vômitos, os sangramentos e as feridas na boca; enquanto nos homens e nos idosos são mais comuns as dores nas articulações e que a febre se prolongue por mais tempo.

Causas da chikungunya 

A febre Chicungunha é causada pelo vírus chikungunya do gênero Togaviridae, um arbovírus, ou seja, um vírus transmitidos principalmente por artrópodes, como os mosquitos. Os vetores da Chicungunha são os mosquitos do gênero Aedes. As pessoas se infectam pela picada dos mosquitos Aedes Aegypti e o Aedes Albopictus infectados.

Diagnóstico da chikungunya

O diagnóstico da chikungunya é feito por análise clínica dos sintomas, muito semelhantes aos da dengue e da febre por vírus zica, e exame de sangue para detectar o vírus ou seus anticorpos no organismo. 

Tratamento da chikungunya    

Atualmente não existe nenhum tratamento contra a febre Chicungunha e nenhum medicamento específico para eliminar completa e rapidamente o vírus. O uso de corticoides, anti-inflamatórios e aspirinas pode ser um fator bastante complicador da febre quando esta já alcançou sua fase aguda, pois, assim como ocorre na dengue, esses remédios aumentam o risco de ocorrência de hemorragias.  

Quanto tempo o vírus da chikungunya dura no organismo?

Estima-se que o vírus da Chicungunha fique de 2 a 7 dias incubado no organismo e seus sintomas surgem de 4 a 7 dias após a picada do mosquito. Depois que os sintomas se manifestam, a maioria das pessoas se curam de 7 a 10 dias, quando o corpo desenvolve anticorpos contra o vírus.

Prevenção da chikungunya    

Para se prevenir contra a febre Chicungunha é necessário que sejam tomados os mesmo cuidados recomendados em relação à dengue. Isso porque, em regiões urbanas, ambas as doenças são transmitidas pelo mesmo mosquito. 

O mosquito transmissor costuma depositar seus ovos em água limpa e calma. Não é necessário que a água seja potável, apenas que esteja relativamente limpa, como água da chuva retida em pneus ou garrafas e deixadas abertas. 

Sendo assim, alguns cuidados especiais são necessários para evitar que o mosquito crie focos de reprodução, principalmente em ambientes de água parada: calhas, vasos de plantas, pneus velhos, garrafas e poças podem ser ambientes bastante propensos para o depósito de ovos do Aedes Aegypti. Por isso, é necessário limpá-los de modo que a água seja retirada e não volte a se acumular nesses locais.

Além disso, os ovos do Aedes Aegypti são bastante resistentes, mesmo em ambientes secos, sendo necessário pouco tempo na umidade para que eles retornem ao seu processo reprodutivo. Neste sentido, pode ser necessário limpar os locais com esponja e sabão, garantindo, assim, que todos os ovos que possam ter sido lá depositados sejam exterminados.


Exercícios

Exercício 1
(Quero Bolsa)

O mosquito Aedes Aegypti pode transmitir três diferentes doenças: Zika, Dengue e Chicungunha, sendo as duas últimas com sintomas muito semelhantes, exceto:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...