Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Coelho

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 9/10/2018

Introdução

O coelho é um mamífero pertencente à família Leporidae e à ordem Lagomorpha, é um animal caracterizado por seu corpo coberto de pelos e suas orelhas extensas. O peso de um coelho varia entre 1,5 e 2,5 quilos e seu tamanho varia entre 30 e 50 centímetros. É possível encontrar coelhos em diversas cores, como branco, cinza, preto e marrom.

As pernas traseiras do coelho são mais fortes e mais alongadas do que as dianteiras, isso permite que seu salto tenha maior eficácia e que seu movimento possa ser mais rápido. Um coelho em situação de perigo pode alcançar a velocidade de 70km/h.

A maior atividade dos coelhos se dá no período entre o anoitecer e o amanhecer, ou seja, são animais noturnos. Durante o dia, descansam e dormem.

Como não tem propriedades físicas para se defender de predadores como lobos e aves de rapina, sua audição e seu olfato são bastante aguçados, a ponto de conseguir, por exemplo, distinguir diversos sons que o ser humano não é capaz de distinguir.

Habitat

Não se sabe exatamente a origem desses animais, acredita-se que o coelho doméstico descende do coelho que se originou na Península Ibérica, na extremidade sul-ocidental da Europa. Hoje em dia, pode-se encontrar o coelho-europeu (Oryctolagus cuniculus) em todo o mundo.

Como não tem propriedades físicas para se defender de predadores como lobos e aves de rapina, sua audição e seu olfato são bastante aguçados, a ponto de conseguir, por exemplo, distinguir diversos sons que o ser humano não é capaz de distinguir.

Coelhos na Austrália

Os coelhos chegaram à Austrália levados pelo homem. Lá, as condições climáticas e a grande disponibilidade de alimentos fez com que ocorresse o aumento da quantidade de coelhos muito rapidamente. Logo foram considerados como animais epidêmicos e a situação considerada como calamidade pública, já que os coelhos consumiam parte da agricultura.

Reprodução

As coelhas fêmeas conseguem gerar filhotes a partir dos seis meses de idade. A gestação dura quase seis semanas, e algumas horas após o nascimento dos filhotes, a fêmea já pode acasalar novamente.

A quantidade de filhotes por gestação varia de 2 a 9, mas, comumente, tem-se ninhadas de 5 ou 6 filhotes. Os filhotes nascem sem pelos e sem conseguir ver nem ouvir, o que faz com que a mãe fique próxima da ninhada - não necessariamente junto, porém, sempre por perto.

Aproximadamente duas semanas após o nascimento, os filhotes passam a viver fora do ninho, entre folhas e ervas altas. Quando cavam suas primeiras tocas, geralmente o fazem próximas ao local em que nasceram. Com cerca de dez meses, os coelhos atingem a idade adulta.

Alimentação

A alimentação do coelho é baseada em diversas espécies de plantas, porém, se dá de forma sazonal: no verão e na primavera, eles se alimentam de folhas verdes, enquanto no inverno e no outono se alimentam de galhos e frutos.

Coelhos e lebres

As lebres e os coelhos são animais bastante semelhantes, por isso, são comumente confundidos. A primeira diferença bastante clara entre eles é o tamanho: as lebres costumam ser maiores que os coelhos e as orelhas acompanham essa relação, sendo as dos coelhos menores do que as das lebres. Essa característica confere às lebres melhores habilidade de correr e saltar.

Os filhotes das lebres, diferentemente dos filhotes dos coelhos, já nascem sendo capazes de enxergar, de se movimentar e, também, cobertos de pelos. Os filhotes dos coelhos nascem sem pelos e capazes de poucos movimentos, o que faz desses animais bastante frágeis em seus primeiros dias de vida. Por isso, quando os coelhos nascem, é necessário que o ninho seja um lugar quente e protegido.

Quando adultos, a situação se inverte: as lebres passam a ser mais vulneráveis do que os coelhos. Isso acontece devido às suas preferência de habitação, pois, enquanto os coelhos costumam viver em tocas cavadas no solo, as lebres preferem viver em ambientes mais abertos, como entre arbustos.


Exercícios

Exercício 1
(Quero Bolsa)

Embora pertençam à mesma ordem (Lagomorfa), as lebres e os coelhos possuem características bastante diferentes. Dentre as alternativas abaixo, a diferença que dá à lebre vantagens de sobrevivência no início da sua vida é:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...