Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Mosquito da Dengue

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 10/10/2018

Introdução

O Aedes aegypti, popularmente conhecido como mosquito da dengue, é um mosquito originário do continente africano, tendo sido catalogado pela primeira vez no Egito.


 Por ser um animal extremamente adaptável, se distribui rapidamente pelo globo, adaptando-se a sobreviver, inclusive, em ambientes urbanos, onde encontra situações favoráveis a sua sobrevivência e reprodução.
 
 É caracterizado, principalmente, por suas listras e manchas brancas ao longo de seu corpo preto. Seus hábitos são diurnos, muito embora prefira ambientes escuros.
 
 O mosquito da dengue ficou conhecido por essa nomenclatura devido sua capacidade de transmitir os quatro sorotipos da dengue. Contudo, também é o agente responsável pela transmissão da zika, da febre amarela, e da febre chikungunya.

A transmissão dessas doenças para o ser humano se dá quando a fêmea do mosquito pica o indivíduo. Por ser a única que se alimenta de sangue, somente a fêmea é capaz de transmitir as doenças. O macho, por sua vez, se alimenta única e exclusivamente de néctar.

Características

O mosquito da dengue mede de 0,5 a 1 centímetro, possui listras branca em todo seu corpo preto, inclusive nas patas e na cabeça. Possui dois pares de asas e três pares de patas.

Embora tenha hábitos diurnos, evita o calor, se escondendo em locais de sombra.

Ciclo de vida

O ciclo de vida do mosquito da dengue pode ser dividido em 4 fases: a fase do ovo, a fase da larva, a fase da pupa e, finalmente, a fase de mosquito propriamente desenvolvido.

O início do ciclo se dá quando a fêmea adulta deposita seus ovos em reservatórios de água limpa e calma.

Após aproximadamente sete dias, a larva completa seu crescimento e se torna uma pupa. Dois dias depois, ocorre o fim do desenvolvimento e o mosquito está pronto para picar e se reproduzir.
 
 Para que ocorra o desenvolvimento dos ovos, é necessário apenas 30 minutos de submersão em água limpa. Em ambientes secos, o ovo não se desenvolve, porém sobrevive, podendo ficar até um ano a espera de ambientes úmidos que favorecem seu desenvolvimento.

Após os aproximadamente 9 dias, quando alcança a fase de mosquito desenvolvido, o mosquito da dengue pode viver por mais aproximadamente 30 dias. A fêmea poderá, em cada ciclo, produzir de 60 a 120 ovos, sendo que em sua vida ocorre uma média de três ciclos.  
 
 Os quatro estágios da vida do mosquito são:
 

  • Ovo: a fêmea costuma depositar os ovos em ambientes com água parada ou em locais que eventualmente são molhados. É preferível para as fêmeas depositem seus ovos um pouco acima da linha da água, em locais como baldes, caixa de água aberta, pratos de plantas, bacias, latas de lixo e pneus abandonados. É possível, também, que a fêmea deposite seus ovos dentro da água, porém sua preferência é pela região próxima, para que a sua prole tenha o desenvolvimento garantido. Nessa fase, o mosquito é bastante resistente. Sendo assim, para eliminá-lo, é necessário que o local seja higienizado com sabão e água. A adição de cloro na água garante que o ovo foi devidamente eliminado.
     
  • Larva: assim que entra em contato com a água, o ovo já está pronto para se tornar uma larva em dois ou três dias. Esse estágio garante ao mosquito a característica de ser holometábolo, já que passa por uma metamorfose e estágio larval. As larvas são bastante ativas e conseguem se mover na água, o que faz delas facilmente reconhecíveis. Embora prefira água limpa, o mosquito pode também se desenvolver em águas contaminadas e até em esgoto doméstico, onde se alimenta de bactérias, fungos e protozoários. Durante esta fase, a larva compreende quatro estágios de seu desenvolvimento, onde vai aumentando de tamanho.
     
  • Pupa: após aproximadamente 10 dias, a larva se transforma em pupa, estágio em que assume formato de vírgula. Essa fase do desenvolvimento do mosquito é bastante curta: dura em média apenas 2 dias, até que se encerre o desenvolvimento do mosquito.
     
  • Mosquito adulto: passados os dois dias, a pupa se transforma em mosquito. Logo que se transforma, o mosquito está pronto para voar e se alimentar. A alimentação do mosquito adulto é baseada em frutos e sucos de vegetais, alimentando-se de sangue apenas a fêmea depois da cópula.

O ciclo todo, abrangendo essas quatro fases, duram de 5 a 10 dias, sendo que ambientes mais quentes favorecem o rápido desenvolvimento do mosquito.

Reprodução

O processo de reprodução do mosquito da dengue começa quando se dá o acasalamento da fêmea e macho. Esse acasalamento costuma ocorrer dentro ou ao redor das casas, logo nos primeiros dias após o término do desenvolvimento do mosquito.

Uma única cópula é suficiente para que ocorra a reprodução. Logo após o acasalamento, a fêmea precisa se alimentar de sangue para que ocorra o desenvolvimento dos óvos, bem como a maturação dos seus ovários. Três dias após se alimentar de sangue, os ovos já estão prontos para serem depositados em local apropriado.


Exercícios

Exercício 1
(UFES)

Recentemente, na região da Grande Vitória, no Espírito Santo, têm surgido vários casos de dengue. Essa doença é transmitida por certos mosquitos quando sugam o sangue humano. Uma das estratégias de prevenção à dengue é eliminar corpos d'água nas regiões urbanas, pois aí se desenvolvem as larvas desses mosquitos.

Com base no texto anterior, é possível concluir que o mosquito transmissor da dengue é:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...