Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Polialelia - Alelos Múltiplos

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 19/9/2019

Introdução

No estudo da genética clássica, genes alelos é um termo utilizado para caracterizar aqueles genes que atuarão para a manifestação de um mesmo caráter. E, além disso, estão ambos presentes no mesmo local gênico, ou seja, lócus dos cromossomos homólogos.

Embora para maioria das caracteríticas só seja necessário dois tipos de alelos - alelos simples -, existem características que possuem mais de dois de alelos. Para esse tipo de manifestação, dá-se o nome de alelos múltiplos ou polialelia.
A polialelia surge como um resultado de sucessivas mutações nos genes de um lócus. A partir dessas mutações, cada novo gene mutado dá condição para o surgimento de uma nova expressão fenotípica na espécie em que atua. 
Embora possam existir mais de dois alelos determinantes de uma mesma característica, os indivíduos diplóides apresentam somente um par de alelos para cada característica, ou seja, apenas um alelo em cada lócus do cromossomo que constitui o par homólogo.

Casos de polialelia

Tanto em animais quanto em vegetais, os casos de alelos múltiplos não são incomuns.

Nos vegetais, onde podem ser vistas maiores quantidades de polialelia, ela permite que ocorra a autoesterilidade, o que faz com que a autofecundação e a fecundação de indivíduos com padrão genético muito parecido não ocorra. Graças a esse mecanismo, as plantas podem aumentar as chances de variabilidade genética e de resistência ao meio.

Um exemplo clássico é o grão de pólen do tabaco que possui o alelo S1. Esse alelo impede que o crescimento de flores do mesmo gene ocorra. Assim, esse grão de pólen só fecundará uma planta caso ela seja S2S3, S3S4.. 
Outros dois exemplos da determinação de características e da polialelia é a determinação da cor da pelagem de coelhos e a determinação do grupo sanguíneo baseado no sistema ABO em humanos.

Sistema ABO

sistema ABO é constituído de quatro tipos sanguíneos:

  • tipo A;
  • tipo B;
  • tipo AB;
  • tipo O.

A caracterização do sangue quanto ao grupo é feita pela análise da existência ou ausência de algumas substâncias na membrana das hemácias. Essa substâncias são denominadas aglutinogênios. Já no plasma sanguíneo, essas substâncias são as denominadas aglutininas.
Os genes IA e IB são os responsáveis por determinar a produção dos aglutinogênios A e B. 

Um terceiro gene, que é denominado gene i, é responsável por pausar e manter parada a produção dos aglutinogênios, o que confere a esse tipo sanguíneo sua universalidade. É, portanto, um dos casos de alelos múltiplos. Entre os genes IA e IB, ocorre a codominância. Porém, cada um deles domina um gene i.

Tabela comparativa dos diferentes tipos sanguíneos, para melhor compreensão da polialelia do sistema ABO

Pelagem de coelhos

Um outro exemplo de polialelia é o que ocorre na pelagem dos coelhos. O que se pode observar é que nesses animais é possível encontrar 4 diferentes tipos de fenótipos para a cor da pelagem:

  • albino (branco);
  • himalaia (branco com extremidades e focinho preto);
  • chinchila (cinza claro);
  • selvagem ou aguti (cinza escuro próximo da cor preta).

Essas quatro variações de pelagem, ou seja, esses quatro fenótipos são originados a partir de quatro alelos de um mesmo locus.

Coelho selvagem ou aguti, exemplo de polialelia em pelagem de animais

O  gene C, que determina a coloração de pelo selvagem, é o gene dominante diante de todos os outros, seguido pelo gene cch, que determina o fenótipo chinchila. Em seguida, está o gene ch, que determina a manifestação da pelagem do tipo himalaia, que só é dominante sobre o gene c, que determina o fenótipo albino e é o gene recessivo entre os quatro genes.

Tabela com os fenótipos e genótipos correspondentes à pelagem dos coelhos


Exercícios

Exercício 1
(UFSCAR/2002)

Em relação ao sistema sanguíneo ABO, um garoto, ao se submeter ao exame sorológico, revelou ausência de aglutininas. Seus pais apresentaram grupos sanguíneos diferentes e cada um apresentou apenas uma aglutinina. Os prováveis genótipos dos pais do menino são:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...