Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Ásia

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 8/1/2019

Introdução

Ásia é o continente localizado no hemisfério Norte. A região é banhada pelo Oceano Ártico ao Norte, pelo Oceano Índico ao sul e pelo Oceano Pacífico ao Leste. 

O continente é o maior do planeta em extensão territorial, com mais de 44,4 milhões de km2, e também o continente com a maior população, com mais de 4 bilhões de pessoas que habitam os seus 50 países.

As organizações sociais iniciaram-se no continente há mais de 4000 anos. Registros arqueológicos mostram que foram fundadas na região as cidades mais antigas do mundo.

As populações asiáticas desenvolveram a ciência, astronomia e feiras de mercadorias nas quais comercializavam seda, especiarias e outros artigos de luxo e alto valor comercial. 

É no continente asiático que também encontram-se as maiores taxas de expectativa de vida, chegando a 86 anos no Japão. Em terras asiáticas estão também concentradas a maior quantidade de empresas de produção de itens de alta tecnologia. A indústria tecnológica desenvolveu-se com sucesso no continente graças aos investimentos no setor educacional.

Continente Asiático.

Economia

Na Ásia, existem países bastante desenvolvidos com economia estável e altos investimentos, principalmente nas indústrias automotivas e tecnológicas, como a Coreia do Sul, China e Japão

No entanto, existem países com economia pobre, essencialmente agrícola e dependente das nações mais ricas, caso do Tajiquistão, Paquistão e algumas regiões da Índia.

maior economia asiática é a China, com PIB de mais de 12 trilhões em 2017 e crescimento econômico de 6,9% no mesmo ano. Em seguida, estão Índia e Japão. O intenso crescimento econômico chinês se iniciou na década de 1970 com o forte estímulo para a indústria de exportação.

Uma das atividades de destaque do continente, por conta do volume de produção, é a agricultura, principalmente o cultivo de arroz nas regiões irrigadas. Também são produzidos em grande volume o fumo, borracha, algodão, pimenta e amendoim. Na região também há produção de carne suína, especialmente na China e índia.

A China também destaca-se no setor da mineração com grande produção de ferro, carvão, chumbo e zinco. A maior parte dos produtos tem como destino a economia interna para o abastecimento das indústrias locais.

Clima e Vegetação

A Ásia pode ser dividida em quatro regiões climáticas, com vegetação de acordo com o clima: 

Clima Siberiano

Área do extremo norte, com temperaturas baixíssimas, na vegetação encontram-se tundra, taiga e estepes.

Clima Mediterrâneo

Região da Ásia Menor (região próxima ao Mediterrâneo) com verões quentes e secos e invernos chuvosos, na vegetação são encontradas florestas mediterrâneas e campos de vegetação do tipo xerófitas.

Clima de Monções

Encontrado na parte mais oriental e na meridional do continente, com inverno seco e verão chuvoso. São encontradas nessa região florestas densas e savanas.

Clima Desértico

Clima típico do Irã, Iraque, Síria e Arábia com temperaturas elevadas ao decorrer do dia e frias durante a noite, com baixo índice de chuvas. A vegetação é composta por cactos e plantas desérticas.

Relevo

No continente destacam-se as grandes áreas de planície, planaltos elevados e cadeias de montanhas. Na região norte, o relevo predominante é a planície siberiana

No centro, localizam-se as cadeias montanhosas mais elevadas do planeta. É nessa região que estão as os Alpes japoneses, as Montanhas Akaishi e as Montanhas de Kiso. Mais a oeste estão os montes Urais que dividem a Ásia da Europa.

É na região central do continente que também encontra-se o maior número de vulcões ativos, dentre eles o Monte Fuji, no Japão, o Monte Ontake e o Sakurajima, ambos também em território japonês. Na região entre o Nepal e o Tibet, está localizado o Himalaia. Por fim, no sul do continente estão localizados os planaltos e depressões.

Monte Fuji.Monte Fuji.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2016)

“No início de maio de 2014, a instalação da plataforma petrolífera de perfuração HYSY-981 nas águas contestadas do Mar da China Meridional suscitou especulações sobre as motivações chinesas. Na avaliação de diversos observadores ocidentais, Pequim pretendeu, com esse gesto, demonstrar que pode impor seu controle e dissuadir outros países de seguir com suas reivindicações de direito de exploração dessas águas, como é o caso do Vietnã e das Filipinas.” KLARE, M.T. A guerra pelo petróleo se joga no mar. Le Monde Diplomatique Brasil, abr. 2015.

A ação da China em relação à situação descrita no texto evidencia um conflito que tem como foco o(a):

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...