Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Assoreamento

Maria Clara Cavalcanti
Publicado por Maria Clara Cavalcanti
Última atualização: 8/2/2020

Introdução

Assoreamento é o nome dado ao fenômeno de acumulação de sedimentos, matéria orgânica - ou até mesmo lixo, nos leitos de rios, mares e lagos. Este é um processo natural, que acontece pela ação de diversos outros elementos naturais, como a chuva, vento, etc. Entretanto, a ação humana contribui em muito para o aceleramento deste processo. 

Legenda: Lixo e assoreamento em rio. 

O que é o assoreamento

O acúmulo de sedimentos no leito de um rio, no mar ou lago, provoca um processo de degradação ou alteração do curso da água. A esse fenômeno nós chamamos assoreamento.

Causas do assoreamento

Não existe uma única causa para que esse fenômeno ocorra e, muitas vezes, mais de um fator contribui para que o assoreamento de um rio, mar ou lago, aconteça. Dentre esses fatores podemos destacar: 

  • A retirada da vegetação ao redor das margens dos rios e lagos, a chamada mata ciliar. Com a retirada desta vegetação, é muito mais comum que rochas, terra e outros sedimentos sejam arrastados pelo vento e pela chuva até às margens;
  • O despejo humano de resíduos, lixo e materiais de diversas naturezas nas águas;
  • As atividades de pecuária, mineração e agricultura, uma vez que estas provocam o desmatamento que, por sua vez, deixa o solo desprotegido e permite que sedimentos cheguem rapidamente nos rios; 
  • A construção de barragens hidrelétricas em rios, pois torna o escoamento muito mais lento, acumulando os materiais na água.

Consequências do assoreamento

São muitos os impactos ambientais desse fenômeno, como: 

  • Acúmulo de bancos de areia nas áreas dos rios, mares e lagos;
  • Alterações no curso da água;
  • Redução do fluxo e volume de água;
  • Possível risco de extinção;
  • Diminuição da profundidade do rio, o que prejudica a navegabilidade;
  • Quando as águas são utilizadas para abastecer cidades, o assoreamento pode provocar mudanças na qualidade da água;
  • Aumento do risco de inundações, devido a diminuição da profundidade do rio, etc.. 

Como conter e combater o assoreamento?

A melhor forma de conter e combater o assoreamento é trabalhar na sua prevenção. Para isso, é importante o investimento em sistemas que não desmatem as vegetações locais, não removam a mata ciliar ou poluam diretamente as águas. Além disso, o reflorestamento é outra medida importante para evitar que os processos de assoreamento se prolonguem. 

Referências

CARVALHO, N.O. assoreamento de reservatórios – conseqüências e mitigação dos efeitos. In: IV Encontro Nacional de engenharia de Sedimentos. Santa Maria-RS. Cdrom. 1-22p. 2000. 

LINSLEY.R.K; FRANZINI,J.B. Engenharia de Recursos Hídricos. São Paulo - SP. 198p. 1978 


Exercícios

Exercício 1
(CEDERJ/2011)

Numa bacia hidrográfica, o processo de assoreamento fluvial varia de acordo com o tipo e a intensidade das atividades humanas, podendo se agravar e até impedir a navegabilidade.

Esse processo fluvial corresponde à seguinte situação geomorfológica:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...