Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue

Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Fuso Horário

Angelo Carvalho
Publicado por Angelo Carvalho
Última atualização: 31/10/2018

Introdução

Desde o Egito Antigo, a preocupação com a contagem das horas faz parte do cotidiano da população. Até a metade do século XIXnão existia um padrão para determinação das horas. Por isso, cada lugar estabelecia um horário a ser respeitado por seus habitantes. 

Normalmente, a hora de uma região era acertada ao meio-dia, momento em que o sol estivesse a pino, isto é, iluminando perpendicularmente o meridiano que passava naquele local.

Somente no fim do século XIX, mais precisamente em 1878, que essa situação começou a mudar. O engenheiro canadense Sir Sanford Fleming, após estudar o movimento de rotação da Terra, sugeriu que um sistema de zonas de tempo fosse adotado no mundo inteiro e propôs a divisão do planeta em 24 faixas ou fusos, cada uma equivalente a uma hora.

A quantidade de fusos estabelecidos considerou que o planeta leva aproximadamente 24 horas para realizar a rotação. Dividindo a circunferência da Terra (360º) pelo número de horas do dia, tem-se que cada fuso horário compreende uma faixa de 15º de longitude.

Em 1884, 41 delegados de 25 nações se reuniram em Washington-DC, capital estadunidense para a Conferência Internacional do Meridiano e decidiram que:

  • O dia universal teria a duração de um Dia Sideral (período de rotação da Terra), começaria à meia-noite no Meridiano de Greenwich e seria contado no formato de 0 a 24 horas;
  • Cada fuso horário se estende de 7°30' para Leste a 7°30' para Oeste, o que totaliza uma "faixa" de 15º de longitude. Portanto, dentro da faixa de abrangência do fuso, todos os horários devem marcar a mesma hora que será a do fuso de referência.Meridiano de Greenwich é uma linha imaginária que liga o Pólo Norte ao Pólo Sul, localizada na cidade inglesa de mesmo nome. Em Greenwich encontra-se o Observatório Real de Greenwich, onde o principal telescópio era chamado de The Primary Transit. 

O meridiano que passava sobre telescópio foi adotado como referência para a Grã-Bretanha anteriormente.

Meridiano zero, marcado no observatório Real de Greenwich.Meridiano zero, marcado no observatório Real de Greenwich.   Definiram-se 12 fusos a Leste do Meridiano de Greenwich (fuso zero), somando 1 hora para cada fuso subsequente, e 12 fusos a Oeste do fuso zero, subtraindo 1 hora para cada fuso antecessor.

Entretanto, os limites dos fusos horários não são seguidos à risca. É comum que os países convencionem seus fusos horários de acordo com suas unidades político-administrativas, criando assim os fusos horários civis.

Os fusos horários civis são formados por linhas tortuosas que seguem os limites políticos dos estados, podendo envolver uma área maior ou menor que 15° de longitude. Dessa forma, evita-se que uma área com intensas interações socioeconômicas possua horários distintos e fracionados.

Divisão de acordo com a política nacional de territórios.Divisão de acordo com a política nacional de territórios.   

Alguns países que possuem grande extensão territorial no sentido Leste-Oeste apresentam mais de um fuso horário. Um exemplo desse caso é a Rússia, que possui 11 fusos horários distintos, em decorrência de sua vasta área. Entretanto, essa nação se encontra dividida administrativamente por apenas 9 fusos horários.

A China, que possui o terceiro maior território do mundo, convencionou apenas um fuso horário, ou seja, em qualquer parte da extensão chinesa o horário será o mesmo.

Fuso Horário no Brasil

Até 2008, o Brasil adotava quatro fusos horários, quando o presidente da época, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou a lei que reduziu em uma hora a diferença entre o Acre e parte do Amazonas, em relação ao horário de Brasília. Dessa forma, o Brasil passou a adotar três fusos horários.

O objetivo dessa medida foi adequar os horários dos programas de TV apresentados em rede nacional, considerando a faixa etária da população. 

Entretanto, desde o final de 2013, um projeto de Lei do Poder Executivo que sugeria o retorno do quarto fuso foi sancionado pelo Governo Federal. Portanto, o estado do Acre e o extremo Oeste do Amazonas estão 5 horas atrasados em relação a Greenwich.

Detalhadamente, os fusos horários em vigor no Brasil são os seguintes:

  • Primeiro fuso: Tem como meridiano referência o 30º Oeste, estando duas horas a menos em relação a Greenwich. Esse fuso abrange apenas o arquipélago de Fernando de Noronha. 
  • Segundo fuso: Tem como meridiano central o 45º Oeste, estando três horas atrasado em relação a Greenwich. Esse fuso abrange totalmente as regiões Sul, Sudeste e Nordeste, além dos estados de Goiás, Tocantins, Amapá, o Distrito Federal e o Pará.
  • Terceiro fuso: Tem como meridiano referência o 60º Oeste, estando quatro horas a menos em relação a Greenwich. Esse fuso inclui a maior parte do Amazonas e os estados de Roraima, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
  • Quarto fuso: Tem como meridiano referência o 75º Oeste estando cinco horas a menos em relação a Greenwich. Esse fuso abrange apenas o estado do Acre e o extremo oeste do Amazonas.

Fusos horários do Brasil.Fusos horários do Brasil.   

Horário de Verão

No verão, o Sol nasce mais cedo e, por esse motivo, pratica-se o horário de verão. Nessa prática, adianta-se os relógios em uma hora durante os meses de verão. O princípio fundamental do horário de verão é que, adiantando os relógios, é possível aproveitar mais a luz do dia, uma vez que a realização das atividades humanas durante esse período ocasiona um menor consumo de energia elétrica.

No Brasil, o horário de verão foi adotado pela primeira vez em 1931, e era válido em todo o território. Nos últimos anos, após a constatação de que em alguns estados os seus efeitos eram insignificantes, a adoção do horário de verão é seletiva, atingindo apenas regiões onde, de fato, há economia de energia elétrica.

Atualmente, os estados que adotam o horário de verão são: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.


Exercícios

Exercício 1
(UNIFEI)

O horário de verão é um recurso adotado em vários países para evitar sobrecarga do sistema de produção e distribuição de energia elétrica nos períodos de pico. No Brasil o horário de verão é adotado nos meses de outubro a fevereiro, quando os relógios são adiantados em uma hora. Em relação ao horário de verão, é incorreto afirmar:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...