Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Sol

Natália Cruz
Publicado por Natália Cruz
Última atualização: 12/3/2019

Introdução

O Sol é a estrela luminosa mais próxima da Terra. Fonte de calor e energia, assegurou a existência de condições que possibilitaram o surgimento e desenvolvimento da vida de plantas e animais na superfície terrestre.

distância do Sol e as condições atmosféricas das superfícies planetárias determinam se os planetas serão mais quentes ou mais frios, e mais ou menos iluminados. A distância da estrela luminosa e as características das atmosferas planetárias são, então, essenciais para o surgimento e manutenção da vida.

O Sol é um dos astros mais importantes do Sistema Solar, que leva, inclusive, seu nome. É o astro de maior campo gravitacional desse sistema. Por conta disso, todos os planetas existentes traçam suas órbitas em torno dele.

teoria heliocêntrica, apresentada por Copérnico em 1530, comprova, através de modelos matemáticos, a teoria do Sol como centro do universo e os planetas orbitando ao seu redor. 

Os estudos astrológicos nos últimos anos determinaram, no entanto, que o Sol não é propriamente o centro do universo, tampouco o centro do Sistema Solar, pois não está localizado no centro do sistema.

Ele foi considerado uma estrela anã de extrema importância para a vida, e que faz parte da Via Láctea e de um universo em constante expansão e movimentação.

Legenda: Nascer do Sol visto da Terra

Formação

A estrela formou-se entre 4,5 e 4,6 milhões de anos atrás, a partir de uma nuvem de poeira e gases que transformaram-se em um corpo achatado.

O centro da nuvem deu origem ao astro, através de uma série de colisões e aglomerações entre os gases e as partículas cósmicas.

Composição do Sol

Cerca de 91% da massa solar é quimicamente composta por hélio, carbono e hidrogênio. Os outros 9% correspondem à massa do oxigênio e de outras partículas.

O Sol apresenta seis regiões de diferentes espessuras. Da parte mais interna à mais externa, as regiões são:

  • Núcleo: a parte mais quente e de maior massa da estrela. Possui em torno de 135 km de extensão. É no núcleo que ocorre a produção da energia solar.
  • Zona de radiação: nesta região, ocorre a propagação de energia do núcleo através da radiação.
  • Zona de convecção: é a parte do Sol em que ocorrem as correntes de convecção que levam energia e calor para as partes mais externas.
  • Fotosfera: é a primeira das regiões que pode ser vista da Terra. Possui aparência de um denso líquido em ebulição.
  • Cromosfera: camada irregular logo acima da fotosfera. É a área de transição entre a fotosfera e a coroa solar.
  • Coroa solar: é a parte mais externa e mais luminosa do Sol, formada por plasma. Nessa região, a temperatura ultrapassa os 2,5 milhões de graus celsius.

Legenda: Superfície solar

Astro ou estrela?

As estrelas são corpos celestes muito reluzentes. A luz desses corpos é proveniente do próprio astro.

De acordo com essa definição, o Sol é uma estrela, já que possui luz própria. No entanto, pode ser também chamado de astro, que por definição é um corpo celeste que está em órbita no espaço. Portanto, o Sol também é um astro, pois se enquadra na categoria de corpo celeste.

Explosões solares

As explosões ou erupções solares são reações de fusão termonucleares que ocorrem no interior da estrela, para a produção de calor e energia.

A energia é levada para as regiões mais externas, através da radiação ou das correntes de convecção. Ao chegar à coroa solar, a radiação e o calor escapam do astro em direção aos planetas.

A Nasa frequentemente capta imagens de tempestades solares, que ocorrem quando há liberação do acúmulo de energia na coroa solar. A agência espacial estadunidense também mantém constante vigilância sobre a estrela, como forma de prevenir possíveis danos e alterações causadas no espaço e que possam, de alguma forma, afetar as atividades na Terra.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2013)

O ciclo de atividade magnética do Sol tem um período de 11 anos. O início do primeiro ciclo registrado se deu no começo de 1755 e se estendeu até o final de 1765. Desde então, todos os ciclos de atividade magnética do Sol têm sido registrados.

Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 27 fev. 2013.

No ano de 2101, o Sol estará no ciclo de atividade magnética de número:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...