Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Solstício e Equinócio

Maria Júlia Rossetto
Publicado por Maria Júlia Rossetto
Última atualização: 24/4/2019

Introdução

Qual é sua estação do ano favorita? Você se anima com o tempo de determinados momentos do ano assim como Garfield?

Por quê existem essas oscilações? O que acontece para termos essas diferenças no tempo durante o ano?

As estações do ano

Além da inclinação terrestre, as diferentes posições que o planeta vai ocupando em relação ao Sol a partir do movimento de translação fazem com que haja uma distribuição desigual de luz e calor entre os hemisférios Norte e Sul, dando origem às estações do ano: 

  • Primavera
  • Verão
  • Outono 
  • Inverno.

Durante o movimento de translação, em apenas dois momentos os raios de sol incidem verticalmente sobre a linha do Equador, caracterizando o Equinócio, quando os raios solares se distribuem igualmente nos hemisférios Norte e Sul.

Além disso, em outros dois dias do ano em que o sol apresenta uma incidência mais vertical, potencializando os raios em apenas um dos hemisférios (no Trópico de Câncer no Norte e no Trópico de Capricórnio no Sul) caracterizando o Solstício.

Solstício

Solstício é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da Linha do Equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em dezembro e em junho.

No Hemisfério Norte, o solstício de verão ocorre por volta do dia 21 de junho e o solstício de inverno por volta do dia 21 de dezembro. Já no Hemisfério Sul, o solstício de verão ocorre em dezembro e o solstício de inverno ocorre em junho.

Os Trópicos de Câncer e Capricórnio são definidos em função dos solstícios. No solstício de verão do hemisfério sul, os raios solares incidem perpendicularmente à superfície da Terra no Trópico de Capricórnio. No solstício de verão do hemisfério norte, ocorre o mesmo fenômeno no Trópico de Câncer.

Posição da Terra com relação aos raios solares no Solstício de inverno no Hemisfério Sul (e consequentemente, de verão no Hemisfério Norte) no dia 21 de dezembro.

Posição da Terra com relação aos raios solares no Solstício de verão no Hemisfério Sul (e consequentemente, de inverno no Hemisfério Norte) no dia 21 de junho.

Portanto, em dezembro, o hemisfério Norte recebe menos radiação, enfrentando sua estação mais fria, o inverno. Os dias são mais curtos e bem mais frios. Neste mesmo mês é verão nos países localizadas na metade sul do mundo. No hemisfério Sul, neste momento, a maior incidência dos raios solares deixa os dias mais longos. 

No mês de junho o inverso ocorre, e o verão acontece no hemisfério norte enquanto o hemisfério sul enfrenta seu inverno. Entre os solstícios, os Equinócios marcam as transições, esquentando e esfriando os Hemisférios.

Equinócio

O equinócio é definido como o instante em que o Sol cruza a Linha do Equador.

Posição do planeta nos Equinócios (23 de setembro e 23 de março).

O equinócio ocorre duas vezes no ano, em março e em setembro. No equinócio ambos os hemisférios da Terra são igualmente iluminados pelo Sol. 

Em março, o equinócio marca o início da primavera no hemisfério Norte e do outono no hemisfério Sul. Em setembro ocorre o inverso, quando o equinócio marca o início do outono no hemisfério Norte e da primavera no hemisfério Sul.


Exercícios

Exercício 1
(UFSJ)

“Uma lua espetacular durante boa parte do dia. Não havia mais dia e eu não havia percebido. O céu avermelhado e cristalino por algumas horas e uma longa noite em seguida. Pôr e nascer do sol reunidos num único e breve esforço de luz, próximos ao meio dia verdadeiro. (...) Manhã e entardecer eram agora próximos”. Amir Klink, Parati: entre dois pólos. São Paulo, Companhia das Letras, 1998, p. 108.

O fenômeno descrito indica que o barco de Amir Klink se encontrava em uma região

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...