Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
História do Brasil

Guerra do Paraguai

Maria Clara Cavalcanti
Publicado por Maria Clara Cavalcanti
Última atualização: 19/10/2018

Introdução

A Guerra do Paraguai foi um grande conflito militar que aconteceu entre os anos de 1864 e 1870. Colocou o Paraguai contra a chamada Tríplice Aliança, formada por Brasil, Argentina e Uruguai.

Esse conflito foi o mais longo e sangrento episódio de guerra internacional na história da América do Sul. A Guerra do Paraguai é conhecida como Guerra de la Triple Alianza na Argentina e Uruguai e de Guerra Grande no Paraguai.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Antecedentes

O processo de formação das nações platinas (Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai) foi permeado por tensões que acabaram por desembocar no conflito armado da Guerra do Paraguai.

Dentre essas tensões, pode-se destacar as negociações entre Brasil e Paraguai em torno dos direitos de navegação no Rio Paraguai e a disputa territorial pela região que hoje corresponde ao Mato Grosso do Sul.

Em 1864, Brasil e Uruguai estavam envolvidos em um conflito armado que resultou na invasão e deposição do ditador uruguaio Aguirre, pondo fim ao governo do grupo político “blanco”. No lugar de Aguirre, o Brasil conseguiu colocar Venâncio Flores, do grupo político “colorado”, para governar.

Aguirre era aliado de Francisco Solano Lopez, então governante do Paraguai. Por isso, como retaliação, o governo paraguaio atacou e aprisionou o navio brasileiro Marquês de Olinda.

Além disso, o Paraguai não possuía acesso ao mar e, por isso, o ditador Francisco Solano Lopez, iniciou o processo de busca pelo aumento do território do país. Esperava, assim, chegar ao Oceano Atlântico. 

A tensão política e o desejo de conquistar novos territórios que levassem ao mar fizeram com que o Paraguai invadisse a cidade de Dourados, no Mato Grosso, em 1864. Além disso, o ditador Solano Lopez armou inúmeras investidas em território argentino, conseguindo invadir Corrientes e chegando ao Rio Grande do Sul.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

O conflito

Mediante às invasões paraguaias em territórios argentinos e brasileiros, Argentina, Brasil e Uruguai (na época sob o comando dos colorados, aliados do Brasil e inimigos do Paraguai) se uniram e formaram a chamada Tríplice Aliança. O acordo entre os três países foi firmado em um tratado no dia 1° de março de 1865.

As tropas paraguaias que tentaram invadir o Rio Grande do Sul foram derrotadas ainda nos meses de outubro e novembro de 1865.

Até a eclosão da Guerra, o Paraguai era um dos países mais desenvolvidos economicamente da América do Sul. Consistia em um país independente das nações europeias.

Brasil e Argentina, ao contrário, estavam profundamente integrados aos domínio inglês e à nova ordem mundial. Por isso, a Inglaterra se posicionou em prol da Tríplice Aliança, emprestando dinheiro e apoio militar. Esperava que a derrota do Paraguai significasse a derrota de um país de sucesso e independente do poder inglês. 

A população escravizada que lutou na Guerra do Paraguai recebeu alforria, uma vez que cidadania e liberdade lhes eram concedidos no momento do ingresso às forças armadas.

Após um grande número de mortos nas tropas brasileiras, em 1866, Duque de Caxias tomou a frente do exército e passou a conquistar muitas vitórias, como a queda do principal ponto de defesa da resistência paraguaia em Humaitá.

Durante 6 anos, intensas batalhas marcaram a Guerra do Paraguai. Dentre as mais relevantes, destacam-se:

  • Batalha Naval de Riachuelo;
  • Batalha de Curupaiti;
  • Batalha de Cerro Corá.

Nesta última, o ditador Solano López foi morto por tropas militares brasileiras e a Guerra do Paraguai chegou ao fim. 

Desdobramentos e consequências do conflito

  • O Paraguai saiu extremamente prejudicado após a Guerra e não voltou a ser uma potência econômica como era anteriormente. Além disso, estima-se que quase 70% da população paraguaia, em sua maioria homens, tenham morrido no conflito.
  • O Brasil saiu prejudicado no aspecto financeiro, uma vez que a guerra foi a causadora do aumento da dívida externa e da consequente dependência econômica de países europeus, como a Inglaterra.
  • O exército brasileiro passou por um processo de modernização e fortalecimento após a Guerra do Paraguai.
  • Apesar de terem lutado na Guerra do Paraguai e recebido por isso a alforria, a população ex-escravizada, ao retornar ao Brasil após a Guerra, encontrou seus familiares ainda na situação de escravos.
  • O grande número de brasileiros mortos e as consequências econômicas negativas para o Brasil fizeram cair a popularidade de Dom Pedro II e deram início à crise da monarquia.
  • Apesar do fim da Guerra do Paraguai em 1870, somente em 1876 a paz foi restabelecida, na chamada Conferência de Buenos Aires. 

Fotografia de famílias desabrigadas durante a Guerra do ParaguaiFotografia de famílias desabrigadas durante a Guerra do Paraguai

Quadro da Batalha de Avaí (uma das batalhas da Guerra do Paraguai), pintado por Pedro Américo.Quadro da Batalha de Avaí (uma das batalhas da Guerra do Paraguai), pintado por Pedro Américo.


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2014)

Na charge, identifica-se uma contradição no retorno de parte dos “Voluntários da Pátria” que lutaram na Guerra do Paraguai (1864-1870), evidenciada na

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...