Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Literatura

Missa do Galo

Alanis Zambrini
Publicado por Alanis Zambrini
Última atualização: 19/12/2018

Introdução

Missa do Galo” é um conto, escrito por Machado de Assis e publicado no livro “Páginas Recolhidas” em 1899. A narrativa se passa em apenas um espaço e com duas personagens relevantes, sendo que este conto é um dos mais famosos do autor, justamente por seu clima de tensão psicológica e sexual e por sua temática sobre relações conjugais.

O título foi escolhido porque o narrador e protagonista, Nogueira, decide ficar no Rio de Janeiro para ver a Missa do Galo, celebração católica que ocorre na véspera do Natal.

📝 Você quer garantir sua nota mil na Redação do Enem? Baixe gratuitamente o Guia Completo sobre a Redação do Enem! 📝

Resumo 

“Missa do Galo” é narrado em primeira pessoa, por Nogueira, que relembra quando era um jovem de 17 anos que tinha ido ao Rio de Janeiro para estudar e que foi hospedado na casa do escrivão Meneses (viúvo de sua prima). Meneses casou-se pela segunda vez com com Conceição, mulher de temperamento moderado e tranquilo.

Nogueira conta que Meneses traía sua esposa, e que toda semana, quando falava que ia ao teatro, se encontrava com a sua amante. Na casa, todos sabiam do adultério, as escravas, Nogueira e até mesmo Conceição.

Depois que havia entrado de férias, o narrador decide ficar um pouco mais no Rio, porque era quase Natal e ele queria assistir à Missa do Galo na Corte. No dia da missa, Nogueira combina com seu vizinho de ir acordá-lo para que fossem juntos, e durante o tempo de espera, senta na sala e se põe a ler “Dom Quixote”.

Nesta noite, Meneses havia saído para se encontrar com sua amante, deixando Conceição sozinha com Nogueira. A mulher, que havia resolvido ficar acordada, resolve conversar com o rapaz, e logo eles começam a se aproximar, havendo nessas cenas uma grande tensão sexual entre os dois.

Em meio a isso, Nogueira esquece completamente a Missa do Galo, e fica conversando com Conceição e a observando. A conversa só termina quando o vizinho bate no vidro da janela, chamando o narrador para ir ao compromisso marcado. Assim acaba o conto “Missa do Galo”.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Desejo e Casamento

temática do desejo e do casamento aparece durante toda a extensão do conto, enquanto Nogueira está passando a noite junto com Conceição.

Durante a história, podemos perceber que a casa era mantida por uma moral conservadora e tradicional, e que o casamento era apenas uma convenção social para Meneses, que traía a esposa e nem se preocupava em disfarçar melhor as suas escapadas com a amante.

Durante a noite que Conceição passa com Nogueira, sentimos uma clara tensão sexual entre os dois personagens, pois parece que eles se desejam, e que Conceição sente vontade de cometer o adultério, mas que alguma coisa a impede de realizar o seu desejo.

Porém, depois dessa noite, ela passa a tratar o jovem com indiferença, como se nada tivesse acontecido, e o tradicionalismo do casamento volta a reinar em sua casa

Apesar disso, depois daquela noite, nós leitores podemos suspeitar que Conceição tem vontade de se envolver com outro homem, e logo nossa suspeita é confirmada, quando Meneses morre e a mulher decide casar-se com o seu escrevente.

Personagens

Nogueira

Narrador e protagonista de “Missa do Galo”. Era um jovem estudante tímido, que possui um claro desejo por Conceição. Na noite da missa, não sabe como agir em relação à mulher, pois é muito inexperiente, e acaba não entendendo muito bem o que aconteceu naquela noite, e se houve ou não algum tipo de desejo ou envolvimento emocional.

Meneses

Viúvo da prima de Nogueira, casa-se pela segunda vez com Conceição. Trai sua esposa toda semana, usando como desculpa a sua ida para os teatros do Rio. Acaba por morrer de apoplexia.

Conceição

Esposa de Meneses, é uma mulher moderada, considerada uma santa. Na noite que passa com Nogueira, acaba se revelando uma mulher que deseja outro homem e que não está satisfeita em seu casamento. Isso se comprova mais tarde, quando se casa com seu escrevente após a morte de Meneses.



Exercícios

Exercício 1
(PUC-RS)

Leia o fragmento do conto Missa do galo, de Machado de Assis, que segue.

“Então saía daquela posição, que me enchia de gosto, tão perto ficavam as nossas caras. Realmente, não era preciso falar alto para ser ouvido; cochichávamos os dois, eu mais que ela, porque falava mais; ela, às vezes, ficava séria, muito séria, com a testa um pouco franzida. Afinal cansou; trocou de atitude e de lugar. Deu volta à mesa e veio sentar-se do meu lado, no canapé. Voltei-me, e pude ver, a furto, o bico das chinelas; mas foi só o tempo que ela gastou em sentar-se, o roupão era comprido e cobriu-as logo. Recordo-me que eram pretas.”

Todas as afirmativas que seguem estão corretas em relação à personagem da passagem acima, EXCETO:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...