Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Pronomes oblíquos

Bianca Ferraz
Publicado por Bianca Ferraz
Última atualização: 5/5/2019

Introdução

A Língua Portuguesa é composta por dez classes gramaticais. Uma dessas classes é a dos pronomes.

Há diversos tipos de pronomes e, dentre eles, os pronomes pessoais, os demonstrativos, os possessivos e os pronomes oblíquos, entre outros. Eles são classificados de acordo com a função que exercem dentro de uma construção.

No entanto, antes de entender que funções são essas, é necessário entender o que são os pronomes. Vamos lá?

Pronomes são palavras que acompanham os substantivos. “Pro” significa “em função de”. Logo, um pronome é uma palavra que está em função de um nome. Isso significa, na prática, que o pronome pode substituir um nome, referir-se a ele ou, ainda, acompanhá-lo.

De acordo com a função estabelecida pelo pronome, ele recebe uma classificação. Por exemplo, os pronomes pessoais do caso reto (como “eu”, “ela”, “tu”) são conhecidos como pronomes substantivos, pois atuam como um substantivo nas frases. Perceba, ainda, que esses pronomes ocupam a função sintática de sujeito.

Veja um exemplo que comprova essa afirmação:

  • Ela foi ao shopping ontem.

O sujeito da forma verbal “foi” é o pronome pessoal reto “ela”.

Há, no entanto, os pronomes pessoais do caso oblíquo e eles se diferenciam dos do caso reto pela função sintática que exercem: não mais atuam como sujeito, mas sim como complementos verbais.

Quais são os pronomes oblíquos?

É importante destacar que, para todo pronome do caso reto, há correspondente no caso oblíquo. Veja a tabela a seguir que mostra como essa correspondência acontece:


Pessoas do discursoPronomes pessoais do caso retoPronomes oblíquos átonosPronomes oblíquos tônicos
1ª pessoa do singulareumemim, comigo
2ª pessoa do singulartuseti, contigo
3ª pessoa do singularele, elase, o, a, lhesi, consigo, ele, ela
1ª pessoa do pluralnósnosnós, conosco
2ª pessoa do pluralvósvosvós, convosco
3ª pessoa do pluraleles, elasse, os, as, lhessi, consigo, eles, elas

Uso dos pronomes oblíquos

Pronomes oblíquos átonos

Os pronomes oblíquos átonos (a saber: me, te, se, nos, vos) fazem a função sintática de objeto direto ou de objeto indireto. Veja a seguir:

  • Eles te viram.
    A transitividade do verbo ver é não exige preposição (ver algo/alguém), portanto, o pronome “te” faz papel de objeto direto
  • Entregou-me a encomenda.
    O verbo entregar pode ser bitransitivo, exigindo, assim, dois complementos (entregar algo a alguém). “A encomenda” faz o papel do complemento sem preposição, ou seja, objeto direto. Logo, o pronome “me” é objeto indireto, pois indica a quem a encomenda foi entregue.

Os pronomes “o”, “a”, “os” e “as” são utilizados como objetos diretos. Exemplos:

  • Escutou-a e saiu.
    Escutou algo/alguém. Não há necessidade de preposição.
  • Viu-os no parque da cidade.
    Viu algo/alguém. Como não há preposição, trata-se de objeto direto.

Os pronomes “lhe” e “lhes” são utilizados como objetos indiretos. Veja a seguir:

  • Enviei-lhe uma carta.
    Nesse caso, o verbo enviar é transitivo direto e indireto (enviar algo a alguém), exigindo dois complementos, um direto e um indireto. A expressão “uma carta” já faz o papel de objeto direto. Assim, o pronome “lhe” indica a quem a carta foi enviada e caracteriza-se como objeto indireto.

Atenção! Quando os verbos são terminados em -z, -s ou -r, os pronomes o, os, a, as assumem a forma de lo, los, la, las. Quando seguem verbos que terminam em som nasal, ganham a forma de no, nos, na, nas.

Pronomes oblíquos tônicos

Os pronomes oblíquos tônicos caracterizam-se por sempre aparecem seguidos de preposição, podendo exercer as funções de complemento nominal, objeto indireto, objeto direto, agente da passiva e adjunto adverbial.

Exemplos:

  • Complemento nominal: Muitos alimentos fazem mal a mim.
  • Objeto indireto: Não zombaria de ti.
  • Objeto direto: Ouviu sua mãe e a si.
  • Agente da passiva: O churrasco foi feito por ele.
  • Adjunto adverbial: Avisou que faria a atividade conosco.

Exercícios

Exercício 1
(UNIMEP)

Analise as seguintes afirmativas:

  • Demos a ele todas as oportunidades.
  • Fizemos o trabalho como você orientou.
  • Acharam os livros muito interessantes.
  • Substituindo as palavras destacadas por um pronome oblíquo, temos:

    Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

    Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

    Carregando...