Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Português

Sufixos

Caroline Fazio
Publicado por Caroline Fazio
Última atualização: 14/11/2019

Introdução

Em oposição aos prefixos, os sufixos são elementos que se posicionam depois da raiz ou são acrescentados a um radical para formar novas palavras, geralmente modificando sua classe gramatical e, dessa forma, dando origem a novos vocábulos. Segundo Saussure, “Sufixo - elemento que se acrescenta à raiz para dela fazer um radical, ou a um primeiro radical para dele fazer um do segundo grau”.

Assim como as palavras formadas por prefixos, as que são criadas pelo acréscimo de sufixos também são chamadas de derivadas. Dessa forma, a palavra amoroso é derivada da palavra primitiva amor. Essa transformação é chamada de derivação sufixal ou sufixação.

Vejamos alguns exemplos a seguir:  

aquecer → aquecimento

caminhar → caminhada

beber → bebericar

ferro → ferreiro

civil → civismo

Devemos saber que existem quatro tipos de sufixos: adjetivos, verbais, substantivos e adverbiais, e cada um deles dão um sentido específico aos novos vocábulos. E, dessa forma, eles podem ser classificados em sufixos nominais, sufixos verbais e sufixos adverbiais. Estes elementos se relacionam à semântica da palavra, modificando ou transformando seu significado. 

Vejamos os exemplos a seguir:

  • Rio → riacho (rio pequeno): ao acrescentarmos este sufixo à palavra, não há somente a formação de um novo vocábulo, ocorre também uma mudança de sentido. O sufixo -ACHO carrega o sentido de diminuição/inferioridade.
  • Calma → calmante (ação de acalmar): já neste exemplo, o que podemos notar é que com o acréscimo -ANTE a palavra, o sentido que se tem é de uma ação.
  • Calma → calmamente (modo): diferentemente do exemplo anterior, o acréscimo -MENTE acrescentado à palavra exprimindo o modo.
  • Miséria → Miserável (desprovido de valor): aqui, com o acréscimo do sufixo -ÁVEL, transformamos a palavra em uma qualidade/adjetivo.
  • Vejamos agora os diferentes tipos de sufixos e seus valores semânticos.

    Sufixos nominais

    Os sufixos nominais são aqueles que vão dar origem a adjetivos ou a substantivos. Nesta categoria também se encontram os aumentativos e os diminutivos, ainda que em gramáticas mais antigas estes se classifiquem como desinência. 

    Exemplos de sufixos formadores de substantivos:

    • -MENTO: impedimento, adiantamento, direcionamento,aprimoramento, etc.
    • -ÁRIO: mesário, diário, funcionário, questionário, etc.
    • -ARIA: livraria, padaria, gritaria, etc.
    • -DOR: pescador, limpador, corredor, etc.

    Exemplos de sufixos formadores de adjetivos:

    • -OSO: impiedoso, horroroso, bondoso, prazeroso, etc.
    • -ÁVEL: amável, confortável, confiável, amigável, etc.
    • -ADO: apegado, esverdeado, apertado, ajuizado, etc.
    • -ENTO: avarento, fedorento, ciumento, etc.

    Exemplos de sufixos formadores de aumentativos:

    • -ÃO: carrão, chapelão, cachorrão, meninão, etc.
    • -AÇO: corpaço, jogaço, beijaço, panelaço, etc.
    • -ONA: bocona, mandona, caixona, brigona, etc.
    • -EIRÃO: ribeirão, vozeirão, dinheirão, quarteirão, etc.

    Exemplos de sufixo formadores de diminutivos:

    • -INHO: menininho, gatinho, passarinho, dentinho, etc. 
    • -ZINHO: aviãozinho, irmãozinho, pãozinho, paizinho, etc.
    • -ETE: palacete, colchonete, diabrete, caminhonete, etc.
    • -ICO: namorico, burrico, paparico, etc.

    Sufixos verbais

    Os sufixos verbais produzem verbos.

    Exemplos:

    • -AR: enroscar, amar, estudar, respirar, etc.
    • -AGEM: secagem, filmagem, abordagem, etc.
    • -ANDO: nadando, cantando, andando, chorando, etc.

    Sufixos adverbiais

    Os sufixos adverbiais dão origem a advérbios. Na nossa língua há somente um sufixo que transforma palavras em advérbios: -MENTE. Este sufixo carrega o sentido de modo.

    Exemplos de palavras:

    • -MENTE: rapidamente, alegremente, docemente, infelizmente, etc.

    Derivação parassintética

    Nos exemplos acima, nós observamos a formação de palavras por derivação sufixal e já falamos em outro tópico sobre a derivação prefixal. Porém, há outro tipo de derivação que ocorre do acréscimo de um prefixo e um sufixo em uma palavra, chamada derivação parassintética. 

    Vejamos alguns exemplos deste tipo de derivação:

    • -ECER: emagrecer, amanhecer, agradecer, obedecer, etc.
    • -OAR: amaldiçoar, aperfeiçoar, acolchoar, despovoar, etc.

    Anoitecer →a (prefixo) + noit(e) + ecer (sufixo)

    Envelhecer →en (prefixo) + velh(o) + ecer (sufixo)

    Abençoar →a (prefixo) + benç(ão) + oar (sufixo)

    Esquentar →es (prefixo) + quent(e) + ar (sufixo)

    Envernizar →en (prefixo) + verniz + ar (sufixo)


    Exercícios

    Exercício 1
    (Cesgranrio - Adaptada/1995)

    Os vocábulos "aprimorar" e "analisar" classificam - se, quanto ao processo de formação de palavras, respectivamente, em:

    Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

    Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

    Carregando...