Sobre
Sobre
Como funciona
Como funciona o Quero Bolsa?
Ligue grátis
0800
0800 941 3000
Seg - Sex 8h-22h
Sábado 9h-13h
Aceitamos ligação de celular
banner image banner image
Vestibular e Enem

História no Enem: veja os 7 conteúdos que mais caem e arrase na prova

por Se Liga Nessa História em 15/05/17 140 mil visualizações

Não, você não precisa saber tudo de história para arrasar na prova do Enem!

Não queremos negar a importância de conhecer mais profundamente a história do Brasil e do mundo, longe disso! Queremos, entretanto, revelar quais são os temas mais cobrados ano a ano no Exame para que você possa se dedicar a eles de forma especial e assim garantir o acerto de grande parte das questões da prova de Ciências Humanas.

O Enem não cobra todos os conteúdos presentes nos seus livros didáticos do Ensino Médio. Ele estrutura as suas questões a partir de uma matriz própria de competências e habilidades, valorizando discussões como direitos humanos, valorização cultural, identidades, movimentos sociais, entre outras. Para trabalhar tais problemáticas, as questões costumam recorrer a alguns conteúdos específicos do programa de História.

E dá pra saber quais são esses conteúdos? Dá sim! O Se Liga Nessa História, canal pelo qual você aprende História do Brasil e do Mundo por meio de uma narrativa envolvente, emocionante e embasada, conduzido pelo professor Walter Solla e pelo produtor Ary Neto, bacharéis da USP, mapeou as provas dos anos anteriores e levantou os 7 conteúdos de História que mais aparecem.

Para ter um bom desempenho nas questões dessa disciplina, procure conhecer bem as características e discussões desses 7 temas históricos, além de resolver muitas questões que já caíram, pois é importante se familiarizar com estilo das questões e os aspectos privilegiados pela prova.

Então, olha só as dicas que o Se Liga Nessa História traz pra vocês! 😉

1) Ditadura Militar

TODAS as provas do Enem cobraram a República Militar, ou Ditadura Militar, período de governos autoritários que começaram com o golpe de 1964 e se estenderam até 1985. É importante entender o contexto nacional e internacional que possibilitou o golpe de estado, as bases de sustentação do regime, os atos institucionais como o AI-5, a sistemática de perseguição política, censura, torturas e assassinatos e a luta contra o regime, com destaque para o movimento das Diretas Já. Também é essencial conhecer a produção cultural do período e se atentar aos esforços empreendidos na última década pelo esclarecimento das violações de direitos humanos ocorridas nos anos de chumbo: pesquise sobre a Comissão Nacional da Verdade e abertura dos arquivos da ditadura.

2) Era Vargas

Outro momento da história privilegiado pelo Enem é a Era Vargas, que vai de 1930 até 1945. No contexto internacional da Crise de 1929, a Revolução de 1930 coloca fim à República Velha, aquela da Política do Café com Leite, e dá início a esse importante período marcado por muitas mudanças econômicas e sociais e pela promulgação de uma nova constituição. Esse período é, ainda, subdividido em Segunda República e Estado Novo, cada um com suas características. Para você entender direitinho cada um deles, sugerimos que dê uma olhadinha nessa série, produzida pelo pessoal do Se Liga Nessa História, com 6 vídeos curtinhos sobre a Era Vargas (Youtube):

3) República Oligárquica

República Oligárquica (1894 - 1930) é a fase da República Velha que mais cai no Enem. Lembre-se que a República Velha divide-se em República da Espada e República Oligárquica e que café e leite são as palavras-chave da segunda fase! As oligarquias cafeeiras exerciam papel fundamental na economia brasileira e essa força resultou em um acordo entre elas e o governo federal para que houvesse um revezamento entre os políticos de São Paulo e Minas Gerais no poder: a chamada Política do Café com Leite. Procure entender essa relação entre economia e política, o coronelismo e os movimentos populares do período como as revoltas da Vacina e da Chibata e as Guerras de Canudos e do Contestado.

4) Brasil Colônia

Ainda que compreenda um período grande da história do País, o mais importante em Brasil Colônia é entender a montagem e o funcionamento da administração colonial, o ataque aos indígenas, as revoltas, as economias do açúcar e do ouro e, especialmente, a escravidão. Além das questões cobradas em História sobre o tráfico negreiro e a escravidão, a prova costuma trazer também discussões da Sociologia sobre a valorização da cultura afro-brasileira.

5) Revoluções Industriais

Tecnologia é uma palavra importante neste tema. A tecnologia não é, apenas, a invenção do seu celular ou da nossa amada Netflix. Há mais de um milhão de anos, no período da Pedra Lascada, já temos um desenvolvimento tecnológico que mudou a vida dos humanos na Terra: a fabricação de instrumentos como lanças e facas a partir de pedras e ossos. Contudo, nos últimos séculos, houve uma aceleração muito grande na evolução das técnicas de produção. Carvão, fábricas, cidades, exploração, máquinas a vapor, combustíveis, energia, produção em massa, automóveis, eletrodomésticos, tudo isso, num contexto capitalista, compôs o quadro da Primeira e Segunda Revoluções Industriais. Já a partir da segunda metade do último século, vivemos a Terceira Revolução Industrial, que se caracteriza pelo avanço técnico-científico e pela globalização. Ao estudar essas revoluções, além de verificar as principais características das técnicas de produção em cada fase, procure entender a realidade social dos sujeitos históricos (seu cotidiano, dificuldades e lutas) e as ideologias que acompanharam cada processo. 

6) Grécia Antiga

A Grécia aparece tanto em questões ligadas à disciplina de História como naquelas envolvendo debates da Filosofia e Sociologia. Isso ocorre porque o assunto é importantíssimo para todas as ciências humanas: é na Grécia que se encontra a raiz da cultura ocidental. Além de Atenas ser a base da ideia de democracia, a civilização grega desenvolveu o esporte, a educação, a matemática, a astronomia, as artes e inúmeros outros elementos que estão presentes na nossa sociedade. Procure conhecer esses elementos e dar uma boa olhada na estrutura política de Atenas e Esparta (principais cidades-estado do período clássico), as diferenças entre elas e as disputas e guerras do período. Por último, veja como a cultura grega foi difundida no período helenístico e perpetuada em Roma.

7) Segunda Guerra Mundial

Foi ontem. A Segunda Guerra é algo tão recente que ainda pode ser lembrado por muitos de nossos avós. O pior é que as ideias nazifascistas, que eram usadas como justificativa moral para os absurdos cometidos no período, ainda são propagadas por grupos neonazistas em todo o mundo. Pela proximidade temporal, gravidade dos crimes cometidos, quantidade de pessoas mortas, enfim, por toda a complexidade desse momento, a Segunda Guerra é tema frequente na prova de Humanas do Enem. O contexto econômico e as instabilidades políticas do período entre guerras, o impulso pela conquista de novos territórios, a corrida do desenvolvimento científico e tecnológico e as ideias de superioridade étnica são os aspectos centrais neste tema. 


Em História, mais importante do que lembrar datas, é entender os porquês. Visualize o contexto, os envolvidos, os interesses e motivos, a forma com que as coisas aconteceram, os efeitos e as mudanças - estruturais ou não - ocasionadas pelo processo histórico. Se quiser uma ajudinha pra entender melhor tudo isso, recomendamos que você acompanhe o canal Se Liga Nessa História, no Youtube. Eles também têm um curso on-line de história AQUI, que é super completo e tem uma linguagem bem fácil de entender.

Texto: Ana Paula Dibbern

banner image banner image

O que você achou deste artigo?

ALERTA DE VAGAS i-close
Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
ALERTA DE VAGAS i-close
Descubra qual profissão mais se encaixa com você.

Não fique na dúvida sobre o seu futuro. Faça o Teste Vocacional do Quero Bolsa.

ALERTA DE VAGAS i-close
Nós podemos te ajudar Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

Aqui no Quero Bolsa você compare vagas com bolsa em mais de 1.000 faculdades

Preencha os campos abaixo para receber avisos de vagas disponíveis em nosso site de acordo com seus interesses.

ALERTA DE VAGAS i-close
Deixe seus contatos Mailbox 3aaacb172f1a1e1ba19b2e93f60f637592c84194967e63e952c08d3cb04fa7a8
ALERTA DE VAGAS i-close
Falta só mais um passo! Raised hands 93ba2838e7c9b110e7b370ddadc1892902fe94722a836c919cb013fa7ced527d

As nossas melhores vagas chegam de surpresa. Por isso fique ligado.

Com a sua confirmação enviaremos ofertas exclusivas diretamente no seu Whatsapp. Rápido, fácil, prático e na tela do seu celular.

CENTRAL DE AJUDA i-close
Como podemos te ajudar?

Gostaria de saber como o Quero Bolsa funciona e se o site é confiável.

Veja as perguntas frequentes

Quero receber vagas de acordo com meus interesses diretamente em meu e-mail e WhatsApp.

Tá na dúvida? Preencha suas preferências que a gente te ajuda a achar sua vaga ideal.
i-close

Se por algum motivo você não utilizar a nossa bolsa de estudos, devolveremos o valor pago ao Quero Bolsa.

Você pode trocar por outro curso ou pedir reembolso em até 30 dias após pagar a pré-matrícula. Se você garantiu sua bolsa antes das matrículas começarem, o prazo é de 30 dias após o início das matrículas na faculdade.

Fique tranquilo: no Quero Bolsa, nós colocamos sua satisfação em primeiro lugar e vamos honrar nosso compromisso.

O Quero Bolsa foi eleito pela Revista Época como a melhor empresa brasileira para o consumidor na categoria Educação - Escolas e Cursos.

O reconhecimento do nosso trabalho através do prêmio Época ReclameAQUI é um reflexo do compromisso que temos em ajudar cada vez mais alunos a ingressar na faculdade.

Feito com pela Quero Educação

Quero Educação © 2011 - 2020 CNPJ: 10.542.212/0001-54