Info Icon Help Icon Como funciona Ajuda
Whatsapp Icon 0800 123 2222
Envie mensagem ou ligue
Biografias

Tancredo Neves

Maria Clara Cavalcanti
Publicado por Maria Clara Cavalcanti
Última atualização: 4/6/2019

Introdução

Tancredo Neves foi um político brasileiro nascido em Minas Gerais. Após 20 anos de Ditadura Militar no Brasil, Tancredo foi o primeiro presidente eleito - mesmo que de forma indireta. Entre a eleição de João Goulart em 1961, o golpe em 1964 e a eleição de Tancredo em 1985, nenhum outro presidente foi eleito por votação.

Um dia antes de assumir o cargo, entretanto, o político passou mal, foi internado e diagnosticado com diverticulite. 38 dias depois veio a falecer. São muitos os rumores e teorias que afirmam que sua morte não teria sido causada pela doença no intestino e sim que Tancredo teria sido assassinado por envenenamento. 

Tancredo Neves em 1983

Biografia

Tancredo Neves nasceu no ano de 1910 em São João del Rei, Minas Gerais, filho de Antonia de Almeida Neves e de Francisco de Paula Neves. Formado em direito, iniciou sua vida profissional e política como promotor de justiça em São João del Rei. 

Em 1935 foi eleito vereador pelo Partido Progressista e se tornou presidente da Câmara Municipal. Foi deputado estadual pelo Partido Social Democrático entre 1947 e 1950 e deputado federal entre 1951 e 1953. Em 1953, tornou-se Ministro da Justiça e Negócios Interiores do governo de Getúlio Vargas. 

Durante as eleições presidenciais de 1955, foi um dos principais articuladores da candidatura de Juscelino Kubitschek e seu grande conselheiro. Além disso, foi diretor do Banco de Crédito Central de Minas Gerais em 1955, diretor da Carteira de Redescontos do Banco do Brasil entre 1956 e 1958 e secretário de Finanças do Estado de Minas Gerais entre 1958 e 1960. 

Em 1961, após a renúncia de Jânio Quadros, Tancredo Neves foi responsável pela criação da solução que levou João Goulart à presidência do país: a adoção do regime parlamentarista. Entre 1961 e 1962, enquanto durou o parlamentarismo, tornou-se primeiro-ministro. 

Entre 1963 e 1978 voltou a ser deputado federal. Nesse tempo, foi um dos mais importantes articuladores contra o golpe militar que acabou acontecendo em 1964 e depôs o presidente João Goulart.

Durante a Ditadura Militar no Brasil, o Ato Institucional 2 impôs o bipartidarismo, que extinguiu - ou pelo menos tornou ilegal - a existência de outros partidos que não fossem o Arena (partido dos militares) e o MDB (partido de oposição). Só em 1979, após o fim do bipartidarismo, Tancredo fundou o chamado Partido Popular e foi eleito senador, cargo que ocupou até 1982. 

Entre 1983 e 1984, Tancredo Neves esteve a frente do governo de Minas Gerais. 

Fim da ditadura militar e a eleição de Tancredo Neves

A divulgação dos crimes de tortura da ditadura começaram a aumentar a rejeição ao regime militar. Em 1979, com o Presidente Figueiredo, foi decretada a anistia aos presos políticos e exilados e o fim do bipartidarismo. 

As greves de 1978 e os movimentos estudantis contribuíram muito com o enfraquecimento do regime e levaram à manifestações de massa em 1984, que reivindicavam a realização de eleições diretas para o Presidente da República, as Diretas Já. 

Os protestos de artistas, políticos, setores civis, estudantes e trabalhadores pelas eleições diretas não garantiram que a eleição para presidente fosse feita pelo povo, mas serviu para que eleições fossem convocados pelo Colégio Eleitoral

Dessa forma, Tancredo Neves abdicou o cargo de governador de Minas Gerais para se dedicar a campanha da presidência em 1984. Em sua agenda, constavam promessas de solução para problemas importantes do país, como a crescente dívida externa, desvalorização da moeda, etc. 

Em 1985, Tancredo venceu as eleições presidenciais indiretas com uma vantagem de 300 votos em relação ao seu adversário, Paulo Maluf. 

Entretanto, Tancredo faleceu antes de assumir o cargo, após uma operação de emergência para o diagnóstico de diverticulite. Até hoje, entretanto, são muitos os rumores que afirmam que a morte de Tancredo foi resultado de envenenamento. 

Com a morte de Tancredo, José Sarney tornou-se o primeiro presidente civil depois de 21 anos de Regime Militar.  


Exercícios

Exercício 1
(UFTM-MG)

Há vinte anos, a eleição de Tancredo Neves e de José Sarney para presidente e vice-presidente da República, respectivamente, significou um marco importante na História brasileira, porque:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, shorts e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...