Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Física

Física moderna

Miguel Bertelli
Publicado por Miguel Bertelli
Última atualização: 8/5/2019

Introdução

Física moderna é um conjunto de teorias que surgiram no começo do século XX, e provocaram mudanças drásticas em como as coisas eram vistas.

A física moderna pode ser dividida em dois grandes ramos, a mecânica quântica e a relatividade.

Na mecânica quântica é feito o estudo de partículas muito pequenas, que não se comportavam de acordo com a mecânica clássica.

Na relatividade é feito um estudo de partículas e objetos em velocidades próximas da velocidade da luz, e nesse caso essas partículas também não se comportavam de acordo com a mecânica clássica.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Mecânica quântica

O objeto de estudo dessa teoria são partículas muito pequenas, que estão abaixo da escala atômica, como por exemplo elétronsprótons, e outras partículas subatômicas.

Essa teoria consegue explicar fenômenos que antes não podiam ser explicados, como por exemplo a radiação de corpo negro, e também as órbitas estáveis do átomo.

A mecânica quântica recebe esse nome devido ao termo quantização, já que nessa teoria vão aparecer energias, órbitas quantizadas, ou seja, só aparecem como múltiplos de números inteiros. E a unidade fundamental nessa quantização é a constante de Planck.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com o Teste Vocacional Grátis do Quero Bolsa 🎓

Radiação de corpo negro

Um corpo negro é um objeto que absorve toda a radiação incidente nele, e reemite essa radiação na forma de energia térmica.

No início do século XX existia um problema na radiação de corpo negro chamada catástrofe do ultravioleta, onde os dados experimentais não batiam com a teoria da época.

O físico Max Planck (1858 - 1947) solucionou esse problema com a quantização da energia emitida pelo corpo negro.

Modelo atômico

A teoria atômica se iniciou com os pensadores Tales de Mileto (624 a.C. - 546 a.C.), Demócrito (460 a.C. - 370 a.C.) e Leucipo (primeira metade do século V a.C.) dizendo que a matéria é constituída por partículas pequenasindestrutíveis e indivisíveis, que foram chamadas de átomos.

Depois disso, vieram os seguintes modelos atômicos:

  • Modelo de Dalton (bola de bilhar): John Dalton (1766 - 1844) acreditava que os átomos eram maciços e indivisíveis, e substâncias eram formadas por átomos em diferentes proporções.
  • Modelo de Thomson (pudim de passas): Para J. J. Thomson (1856 - 1940) o átomo era constituído por uma superfície de carga positiva, com cargas elétricas negativas incrustadas nessa superfície (elétrons).
  • Modelo de Rutherford: Para Ernest Rutherford (1871 - 1937) o átomo tinha uma carga elétrica positiva muito pequena e densa, com elétrons orbitando. Assim surgiu um problema, como os elétrons não eram atraídos pela carga positiva no centro?
  • Modelo de Bohr: Niels Bohr (1885 - 1962) solucionou esse problema propondo que as órbitas dos elétrons eram quantizadas, ocupando apenas níveis específicos de energia.

Atualmente, o modelo mais aceito é uma mistura das proposta do Erwin Schrödinger (1887 - 1961), Werner Heisenberg (1901 - 1976) e Louis de Broglie (1892 - 1987).

  • Schrödinger tem sua famosa equação de onda de matéria onde prevê onde o elétron está ao redor do núcleo com regiões mais prováveis.
  • Heisenberg propôs o princípio da incerteza, onde não é possível medir ao mesmo tempo com precisão a posição, e a quantidade de movimento da partícula.
  •  de Broglie propôs as ondas de matéria, que explicam o comportamento dual de partículas.

Experimentos importantes na física moderna

Abaixo seguem alguns experimentos que tiveram grande contribuição na física moderna em seu ramo de mecânica quântica.

  • Experimento da gota de óleo: Robert Andrews Millikan (1868 - 1953) conseguiu medir aproximadamente a carga de um elétron utilizando gotículas de óleo e duas placas carregadas eletricamente.
  • Experimento de Franck-Hertz: James Franck (1882 - 1964) e Gustav Hertz (1887 - 1975) realizaram um experimento utilizando gás mostrando que só é possível excitar o átomo com níveis específicos de energia.
  • Experimento de Michelson-Morley: Albert Michelson (1852 - 1931) e Edward Morley (1838 - 1923) conseguiram mostrar utilizando laser que as ondas eletromagnéticas não precisam de um meio para se propagar.
  • Experimento de Rutherford: Hans Geiger (1882 - 1945) e Ernest Marsden (1889 - 1970) realizaram esse experimento bombardeando partículas alfa em uma folha fina de ouro, e assim eles perceberam que o ângulo de espalhamento variava muito, provando a existência de um núcleo denso.
  • Experimento do efeito fotoelétrico: Albert Einstein (1879 - 1955) mostrou o efeito fotoelétrico teoricamente, e depois foi possível realizar experimentos, onde uma luz incidente (fótons) em um metal acaba arrancando elétrons desse mesmo metal.

Fórmulas importantes na mecânica quântica

Nessa área da física moderna temos algumas fórmulas importantes.

A primeira é a da energia de um fóton, que é dada pela seguinte relação:

Onde:

  • E é a energia do fóton.
  • h é a constante de planck, que tem um valor aproximado de 
  • f é a frequência do fóton.

Outra fórmula é a que relaciona a dualidade onda matéria de um fóton, dada por:

Onde:

  • p é o momento do fóton.
  • h é a constante de planck, que tem um valor aproximado de 
  • f é a frequência do fóton.

Relatividade 

teoria da relatividade é um ramo da física moderna e foi proposta pela primeira vez pelo físico Albert Einstein.

Ela é dividida em duas, a relatividade restrita e a relatividade geral.

Relatividade restrita (especial)

Ela parte com base em dois postulados de Einstein:

  • “As leis da física são as mesmas em todos os referenciais inerciais.”
  • “A velocidade da luz no vácuo tem o mesmo valor c para todos os sistemas referenciais inerciais.”

A fórmula mais famosa da física se encontra nessa parte, chamada de equivalência massa energia, temos:

Onde:

  • E é a energia de repouso.
  • m é a massa.
  • c é a velocidade da luz.

Relatividade geral

A relatividade geral amplia a relatividade restrita, explicando fenômenos físicos que ocorrem em referenciais não inerciais (acelerados).

A principal ideia dessa teoria é que uma quantidade de massa vai encurvar o espaço-tempo, e isso acaba explicando de certa forma o fenômeno da gravidade.

Fórmulas


Exercícios

Exercício 1
(ENEM/2017)

Um fato corriqueiro ao se cozinhar arroz é o derramamento de parte da água de cozimento sobre a chama azul do fogo, mudando-a para uma chama amarela. Essa mudança de cor pode suscitar interpretações diversas, relacionadas às substâncias presentes na água de cozimento. Além do sal de cozinha (NaCl), nela se encontram carboidratos, proteínas e sais minerais. Cientificamente, sabe-se que essa mudança de cor da chama ocorre pela

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...