Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Candidíase

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 20/3/2020

Introdução

A Candidíase é uma infecção causada por um grupo de fungos. De acordo com o presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp), estima-se que 75% das mulheres será afetada pelo fungo em algum momento da vida. Os homens também podem ser contaminados com a candida, via contato durante a relação sexual.

O que é candidíase?    

A candidíase é uma infecção causada por fungos Candida naturalmente presentes em cerca de 20% das mulheres do mundo

De modo geral, a existência do fungo na flora vaginal não é um problema. Muito pelo contrário: quando bem equilibrado o fungo Candida não apresenta nenhuma desarmonia com outros fungos do ambiente. 

Porém, quando ocorre a proliferação demasiada da Candida, a infecção Candidíase começa a surgir como um incômodo. Essa excessiva proliferação costuma ocorrer em momentos de baixa imunidade, advinda de doenças físicas, mentais ou mesmo estresse. 

Sintomas da candidíase    

A candidíase poderá apresentar uma série de sintomas. Esses sintomas podem aparecer tanto juntos, quanto isolados.

Dentre os sintomas mais comuns da Candidíase feminina e masculina estão coceira e inchaço nos órgãos genitais (podendo apresentar ardor), corrimento esbranquiçado, excesso de aftas na boca e dificuldade de engolir

Na candidíase masculina, nota-se, também, o acúmulo de uma nata branca próxima da entrada da uretra, no pênis.

Transmissão da candidíase    

A transmissão da candidíase se dá via relações sexuais. Porém, também existe a possibilidade de transmissão via parto normal. Durante o parto normal, caso a mãe esteja com candidíase, é possível que o contato com o bebê faça com que ele desenvolva candidíase oral.

Quem está com candidíase pode ter relação sexual?    

Embora a Candidíase não seja considerada uma IST, ainda assim é importante manter a abstinência sexual durante o tratamento. Isso porque, além de os órgãos genitais ficarem sensíveis durante a infecção, o ato sexual pode deixá-lo ainda mais úmido e mais propenso ao aumento da colônia de Candida.

Tratamento da candidíase    

O Tratamento da Candidíase pode ocorrer de diferentes maneiras, a depender do estado em que o paciente se encontra. A maneira mais simples é a partir da aplicação de cremes de uso local. Esses cremes possuem ação bactericida, que ajuda a diminuir a candidíase.

Outra possibilidade é o uso de antifúngicos tomados como comprimidos, oralmente. 

No caso de o quadro estar muito avançado, é possível que o médico opte pela associação de um tratamento para Candidíase com um medicamento via oral que tenha como base corticóides.

Qual exame é feito para detectar a candidíase?    

Para detectar a infecção o médico vai analisar visualmente o órgão sexual para avaliar alguns sinais da infecção. Ele poderá também coletar amostras para serem analisadas laboratorialmente, a fim de mapear qual o tipo exato de fungo que está causando a infecção. 

Quantos dias pode durar a candidíase?

Após o diagnóstico e o início do tratamento, a candidíase poderá ser curada em pouco tempo. Em média, o tempo de tratamento necessário é de 7 a 10 dias. Contudo, esse período pode variar a depender da condição fisiológica do paciente. 

Candidíase: Prevenção    

Principalmente em relação a candidiase feminina, existem diversos pequenos hábitos que ajudam muito na prevenção da infecção. Dentre esses hábitos, estão: manter a higiene íntima com sabonete de ph neutro, preferir utilizar calcinhas de algodão, evitar roupas justas e molhadas durante muito tempo.

Para os homens, o uso do preservativo durante as relações sexuais é a principal forma de prevenção, uma vez que é nesse momento que ocorre a transmissão. 

Pessoas portadoras de outras condições, principalmente as que diminuem a imunidade, devem ter ainda mais atenção com a candidíase. 


Exercícios

Exercício 1
(Quero Bolsa)

A candidíase é uma infecção causada por:

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...