Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Biologia

Testosterona

Jéssica Maciel
Publicado por Jéssica Maciel
Última atualização: 12/4/2019

Introdução

A testosterona é um hormônio responsável por características como o crescimento dos pelos e da barba, o engrossamento da voz, a produção de espermatozóides, bem como o aumento da massa muscular corporal.

Sendo assim, trata-se do hormônio que dita as características masculinas, e está relacionado, até mesmo, com a fertilidade dos homens. Apesar de ser conhecido como hormônio masculino, as mulheres também o produzem, mas em menor quantidade.

Produção

A produção de testosterona se inicia logo após o nascimento, porém em níveis muito baixos. Quando é atingido o período de puberdade, o hipotálamo passa a permitir que os hormônios luteinizantes sejam produzidos.

A produção da testosterona ocorre em diferentes locais do corpo. Nos homens, sua produção ocorre, principalmente, nos testículos, por células denominadas células de Leydig, que usam do hormônio luteinizante hipofisário para produzir a testosterona.

Já nas mulheres, a produção de testosterona ocorre, principalmente, nos ovários. Em ambos os sexos existem, ainda, regiões do corpo humano capazes de produzir testosterona em menor quantidade, como as glândulas adrenais

Função

A testosterona é um esteróide que está intimamente relacionado a várias funções do corpo humano, dentre elas:

  • Na fase fetal do organismo masculino, a testosterona tem o importante papel de garantir a diferenciação do trato genital;
  • Também é responsável pelo aumento da massa muscular, devido ao aumento das fibras musculares, que também é o fenômeno responsável pelo engrossamento da voz;
  • É a principal responsável pela distribuição de pelos nos homens;
  • Co-responsável pelas glândulas sebáceas, seu desenvolvimento e seu funcionamento;
  • Tem fundamental participação no metabolismo de lipídeos;
  • Também responsável pela espermatogênese, processo produtor de espermatozóides;
  • Está relacionada, ainda, com a formação de células do sangue, processo denominado hematopoiese.
  • Atua diretamente no sistema nervoso, influenciando em aspectos como desejo sexual, melhoramento do humor, concentração e disposição.

Problemas nos níveis de testosterona em homens

Níveis baixos

Quando o indivíduo homem atinge a terceira idade, ocorre a redução dos níveis de testosterona no seu organismo. Esta diminuição afeta, diretamente, a sua qualidade de vida, seu humor e sua atividade sexual, sendo as consequências mais visíveis a diminuição da massa muscular e o aumento de gordura corporal.

Alguns homens podem sofrer uma queda muito grande dos níveis de testosterona, o que pode ser motivo para procurar um médico, uma vez que essa queda pode trazer diversos malefícios.

Uma das maneiras de controlar essa condição é fazer reposição hormonal, porém, a terapia de reposição não é recomendada para homens com câncer de próstata ou apneia do sono, já que o aumento dos níveis de testosterona podem agravar esses outros quadros. Assim, a reposição de testosterona só pode ser realizada após uma análise minuciosa de um médico especialista. 


Níveis altos

Muitas vezes acontece também de homens possuírem uma quantidade excessiva de testosterona no organismo. Normalmente esse quadro ocorre devido ao uso de anabolizantes.

Entretanto, esse uso não autorizado por médicos, pode vir a causar muitos danos a saúde. Quando a ingestão de anabolizantes externos se torna frequente, o corpo passa a produzir menos testosterona e aumenta a produção de estrogênio, fazendo com que surja inúmeras características femininas no corpo.

Além disso, esse uso anormal pode contribuir para o surgimento de tumores no fígado devido a seu processo de absorção no corpo humano. Assim como problemas cardiovasculares provenientes da alteração dos níveis de colesterol.

Aumento dos níveis de testosterona em mulheres

Embora esteja presente no organismo feminino em níveis muito mais baixos do que no organismo masculino, é possível que ocorra um aumento descontrolado da produção de testosterona em mulheres.

Quando ocorre esse aumento, uma série de efeitos colaterais podem ocorrer. Dentre os principais efeitos está o surgimento de acne, o aumento de pelos no corpoaumento da produção de insulina e o surgimento da Síndrome do Ovário Policístico.

Outro risco preocupante quanto ao aumento dos níveis de testosterona em mulheres é o surgimento de comportamentos agressivos e o aumento de chance de desenvolvimento de quadros depressivos


Exercícios

Exercício 1
((PUC-PR))

A produção do hormônio luteinizante estimula as células intersticiais ou de “Leydig” a liberar um hormônio que, por sua vez, é responsável pela manutenção dos caracteres sexuais. Qual das alternativas a seguir corresponde corretamente ao que está descrito no texto?

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...