Info Icon Ajuda Help Icon Ajuda
Geografia

Clima e meteorologia

Maria Clara Cavalcanti
Publicado por Maria Clara Cavalcanti
Última atualização: 7/2/2020

Introdução

Entendemos por clima o comportamento atmosférico em um período longo de tempo, ou até permanente. Ou seja, quando falamos de “estação de chuvas” ou “período de seca”, estamos nos referindo ao clima. A climatologia é a ciência que estuda o clima. Já a meteorologia é a ciência que estuda o tempo, ou seja, a condição da atmosfera em um momento específico, como se faz calor ou frio (ou qualquer variação de temperatura) em um determinado dia, semana ou instante. A meteorologia também busca prever essas variações de temperatura. 

Legenda: Sistema meteorológico

Clima

O clima, portanto, é um grupo de fenômenos que estão relacionados às variações do tempo que incidem e um determinado local sobre um determinado período. O clima interage com diversos outros elementos da atmosfera, assim como também com aqueles que estão nas águas (hidrosfera) e na terra (biosfera). Ou seja, um clima pode sofrer, ao decorrer de longos períodos de tempo, alterações resultantes de fenômenos externos à atmosfera, inclusive. 

Para definir, conhecer e entender o clima de determinada região é preciso observar e estudar o tempo deste local durante vários anos, analisando tendências, permanências, incidências e transformações. 

São considerados fatores climáticos

  • continentalidade
  • maritimidade
  • massas de ar
  • oceanos
  • variações de altitude e latitude
  • pressão atmosférica
  • relevo
  • umidade do ar
  • vegetações
  • etc. 

Climas no Brasil

O Brasil, devido a sua grande faixa territorial e diversidade de relevo, possui também grande diversidade de climas. 90% do território brasileiro está localizado entre os trópicos de Câncer e Capricórnio. A maior parte do Brasil é considerada quente e úmida, por se encontrar em regiões de baixa latitude. Entretanto, é possível identificar 6 diferentes tipos de clima no país: equatorial, tropical, tropical semiárido, tropical de altitude, tropical atlântico e subtropical. 

O clima equatorial é caracterizado por altas temperaturas e grande quantidade de chuvas durante a maior parte do ano. É um clima presente nas regiões mais próximas da linha do Equador, como a Região Norte e Centro-Oeste. 

Já o clima tropical é conhecido por proporcionar duas estações bem marcadas: um verão chuvoso e quente e um inverno quente e seco. As regiões que são acometidas por este clima são Centro-Oeste e Sudeste. Por terem variadas latitudes e relevo, há variações deste clima tropical nas regiões. Por isso, este se divide em Clima tropical chuvoso, Clima tropical de monções, Clima tropical úmido-seco, Clima tropical semiárido e árido (no Nordeste) e Clima tropical de altitude. 

O clima subtropical, presente no sul do Brasil, possui um inverno rigoroso (algumas vezes com a presença de neve e gelo) e um quente verão. 

Referências

CABRAL, E. Apostila de Meteorologia Aeronáutica São Paulo, 2009.

AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. Ed. Bertrand Brasil. RJ. 1983. pág. 224 a 254.


Exercícios

Exercício 1
(IF-BA)

A climatologia possui excepcional importância para o estudo ambiental, pois a dinâmica climática é responsável pela intensidade assumida pelos processos geomorfológicos, formação dos solos e crescimento e desenvolvimento das plantas. Todo o sistema do meio ambiente físico funciona em termos de calor e umidade. As próprias atividades humanas apresentam características relacionadas com os eventos climáticos. A zona tropical caracteriza-se pela grande quantidade de energia solar, apresentando uma dinâmica atmosférica específica.

AYOADE, J.O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

Com base nos conhecimentos geográficos sobre a dinâmica climática tropical, analise as alternativas abaixo, colocando V ou F conforme sejam Verdadeiras ou Falsas.

( ) A climatologia estuda os padrões de comportamento da temperatura, umidade e pressão definidas a partir de processos atuantes na atmosfera durante o período aproximado de 30 a 35 anos.

(  ) A geometria orbital da Terra no sistema solar interfere diretamente na definição das zonas climáticas polar, temperada e tropical, tendo a variação longitudinal como o principal fator de diferenciação térmica.

(  ) A geometria orbital da Terra no sistema solar interfere diretamente na definição das zonas climáticas polar, temperada e tropical, tendo a variação longitudinal como o principal fator de diferenciação térmica.

(  ) No clima tropical, as médias térmicas anuais são elevadas e as estações definidas fundamentalmente com base na ocorrência de precipitação e na umidade relativa do ar.

(  ) O padrão climático tropical é predominante no Brasil, o que justifica a ausência de estação fria e amplitude térmica diária elevada, ao longo do ano, no território nacional.

(  ) Os fenômenos climáticos do El Niño e La Niña ocasionam anomalias nas temperaturas superficiais do Oceano Atlântico que intensificam a média térmica anual da zona tropical.

A sequência correta obtida, de cima para baixo, é

Ilustração: Rapaz corpulento de camiseta, short e tênis acenando

Inscreva-se abaixo e receba novidades sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies:

Carregando...